Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E20 - Ofensiva Suprema

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Dez 11, 2015 12:29 pm

O sangue de meu oponente já descia por minha garganta, e seu gosto preenchia minha língua. Ele estava finado, eu havia vencido. Triste engano... Apenas venci por alguns segundos. Depois, perdi tudo novamente. Ver o pai que não convivi cair ao chão, depois de eu ter insistido para que ele ficasse, me desmoralizou completamente. Eu vi aquela cena, vi ele cair, e nada pude fazer. Apenas torcer para que ele tivesse algum poder que eu não conhecesse. Afinal, ele sobreviveu ao combate que terminou com minha fuga...

Paralisado por alguns momentos, apenas fitei bem meu velho caído no chão. Fiquei olhando para ele, e senti uma grande fúria, gradualmente, tomar conta de meu ser. Senti as lembranças recentes se esvaindo pelo ar. Tudo ao meu redor pareceu parar por um tempo.

- Pai... - Apenas um rosnado curto e frágil é emitido, como se imitasse uma palavra. Meu olhar triste contrasta com a única lágrima que escorre de meu rosto, que passa por meus pelos e cai ao chão. Fecho meus olhos e cerro os dentes, e essa é a última demonstração de humanidade.

Em poucos segundos, começo a emitir um rosnado intenso e libero completamente minhas garras. Abro meus olhos, já não há qualquer resquício de algum olhar humano. Começo a ficar ofegante, com a mandíbula aberta e mostrando as presas, avermelhadas graças ao sangue do meu oponente. Me viro para ele, todo alterado, com a fúria tomando contra de mim completamente.

- Você... Não sabe... Com quem mexeu... - Sinto como se estivesse pronto para dar tudo o que posso, ao passo que não estava mais sob controle. Não queria mais o controle do humano, apenas o do tigre. Afinal, não há mais razão para lutar, agora é apenas sobreviver. No entanto, não estou como um tigre acuado. Estou como um tigre em seu mais puro estado de selvageria. Estou como os devoradores de homens.

Minha transformação se dá de maneira veloz, rapidamente abandono minha forma humanoide para assumir minha forma felina. Não sinto qualquer dor ao fazer isso, e sinto que não há mais um lado humano me dizendo até onde posso ir. Como as mais belas ficções, como os mais belos animais em seu estado selvagem, parto para cima de meu oponente, mirando-o por inteiro, visando matá-lo ao decapitá-lo. Não sei o que farei depois, mas apenas sei o que farei agora.

Meus sentidos estão mais apurados do que nunca, sinto que poderia derrubar qualquer coisa sozinho, e a maior das tormentas não possui tanta fúria quanto a que está dentro de mim. Chego a ficar acima de meus limites da forma de tigre, quase correndo como um guepardo e me impondo quase tanto quanto um leão. Nem o maior tigre já registrado chegaria em mim, neste exato momento. Não vejo nada do que está ao meu redor. Não vejo Krisys, que corria para me ajudar. Sei que ela está lá por que seu cheiro destoa do cheiro de meu oponente, e por que meu instinto diz que ela é amiga, e não inimiga.

Yannick foi embora, apenas o Tigre ficou. E o Tigre está com fome de vingança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 16, 2015 1:53 pm

Apêndice Keira:
 

Não é a primeira vez que Berlim é palco de uma grande guerra, não, não mesmo. Mas nunca, em nenhuma parte do globo terrestre, em toda sua história, uma cidade pode registrar tanta energia acumulada e dissipada, das mais diversas fontes. Só que desta vez os atores eram outros, mutantes, aqueles que foram ignorados e humilhados; outrora foram glorificados, adorados como deuses; mas e agora? Para todos aqueles que presenciavam aquela batalha, entre eles civis e jornalistas, para eles, o que eram os mutantes? As perguntas rodeavam suas cabeças, mesclando temor e admiração por aquelas criaturas.

Alheio aos questionamentos do mundo, alheio aos limites invisíveis que os heróis deveriam impor para que os civis não sofressem as conseqüências desta guerra, está Titan. Ele é arremessado por Mega, que parece finalmente entender que estar ao lado de Fim o torna um vilão, a toda velocidade, com potência inigualável. Fim não percebe o movimento, dando atenção aos três Canforas mais antigos, amigos de outros tempos, que agora eram seus adversários.

- Vejamos, quem vai morrer primeiro... Já sei! A defesa impenetrável, Don! Lembra-se quando me encontrou, velhote? Nos escombros daquele velho depósito. Se soubesse que eu me tornaria isso, teria me salvado?

-Certamente, garoto. Você nem sempre foi isto. Um dia você foi um homem íntegro, só está confuso.

-Confuso? Nunca estive tão consciente como agora! Vocês falavam que eu seria o divisor de águas para a paz entre mutantes e humanos, pois é isso que estou fazendo! Vou estabelecer a paz nesta terra!

- Não seja tolo, Heitor! Você não enxerga com os olhos da razão! Apela para um sentimento barato de certezas e se impõe uma missão de Messias, como se fosse alguém capaz disto!

- Bronson, meu querido amigo Bronson! Você sempre foi o mais romântico de todos. Nunca entendi porque alguém como você, capaz de ser um deus, escolheu ser um inseto.

- Somos todos insetos, Heitor. Sozinhos não somos nada! Somos partículas atômicas que compõe o universo, nada mais do que isso. Não é por intermédio de atos catastróficos que seremos capazes de trazer harmonia ao mundo. Sua razão procura o caos para conquistar o cosmo. Mas não há caos que consiga atingir tal ponto, pois você é pequeno!

-Agora, meu neto!

Fim não tem poder de reação ao choque de Titan. O garoto tromba com o vilão com a potência de um asteróide. A terra treme por quilômetros com o impacto que segue um rastro direcionado, prédios caem por toda a cidade de Berlim, vidas são ceifadas por toda a cidade, apenas o campo de batalha permanece inalterado, como se alguma energia mística protegessem os guerreiros naquele cenário violento.

Aproveitando que não é alvo daquele tremor de terra, Krisys avalia suas possibilidades para ajudar seus companheiros. Ela então deixa a arma que pegara do oponente que derrotou em um ponto de fácil acesso a seu namorado e corre contra o inimigo de Tigre, que acabara de se deleitar ao assassinar o pai do garoto. Sem ser notada, Krisys aplica-lhe uma rasteira, derrubando-o e deixando-o a mercê do ataque furioso de Yannick. O felino, por sua vez, não se atenta ao fato do auxílio, desistindo de se manter consciente após a morte de seu pai. Absorto em sua forma animal, o garoto segue enfurecido, controlado por seu instinto feral. A fúria de Tigre é imensa e pode ser sentida por Hagi que tenta acessar a mente dele, em vão, já que a linguagem dos animais não pode ser entendida por seu cérebro. Hagi tenta contactar Bugarski e descobre que o seu líder também está envolto a uma esfera intransponível que mescla culpa pelas mortes em campo e uma necessidade de transformar o mundo, assim como a maioria dos presentes. O telepata então, pela primeira vez, entende que a guerra traz sérios danos a todos, deixando escapar uma mensagem que chega até poucos membros no local (Blood Ice, Gadget, Spark, Krisys e Eagle Eyes):

*A dor deles me machuca! Não sei se posso suportar!*

Hagi se retrai ao chão, colocando suas mãos sobre a cabeça, visivelmente desorientado. Spark é o primeiro a perceber isso, enquanto drena seu oponente que não demora muito a desvanecer, inerte ao chão. A carga energética carregada por Spark se equivale à energia gerada por uma grande termoelétrica. Ao observar Hagi ele percebe que o jovem telepata está a ponto de explodir e se tornar um problema.

O mesmo ocorre com Krisys que vê Tigre agir com imensa brutalidade. Numa investida veloz, o animal decapita o oponente, devorando todo o seu corpo sem dar a ele a menor chance de se regenerar. O sangue escorre pelas presas afiadas do belo felino descontrolado e, em questão de segundos, todo o corpo do inimigo está devorado pelo imenso Tigre que não se dá conta disso. Agora, seu instinto animal o controla e ele enxerga Krisys como uma presa. Tigre sente que o cheiro da garota é familiar, mas sua fúria não o deixa ser capaz de discernir que ela é uma aliada. Para ele Krisys é uma oponente a ser eliminada.

Em queda livre após um movimento insano de Bugarski, Gadget tem pouco tempo para arquitetar seu salvamento. Bem, na verdade não se trata de pouco tempo, talvez se fosse outro poderia ser um curto espaço de tempo, mas não pra ele e seu intelecto evoluído. Assim, durante sua queda não há desespero e ele usa uma célula energética que carregara para que o sistema volte a funcionar por alguns instantes. O efeito da célula permite que Gadget consiga um arranque, diminuindo a potencialidade de sua queda, mas a energia na célula não é suficiente para manter um construto tão evoluído em funcionamento e logo ele se vê em mais uma queda livre. Mas desta vez, como nos velhos tempos de Força Suprema, Gadget pode contar com Blood Ice. O garoto russo gera uma rampa de gelo próxima a Gadget, fazendo-o deslizar por ela, chegando ao solo sem maiores avarias.

Ao chão, Blood Ice e Gadget se situam, um em cada lado de Metálica. Os dois conversam com a antiga aliada de Fim que apenas responde:

-Qualquer tipo de energia. Ele pode sentir qualquer tipo de energia! Como eu fui tola criando esse híbrido!

Gadget resolve fazer um teste usando sua faca de caça e arremessando-a. Talvez por seu intelecto avançado pensar a léguas de distância, ele tenha esquecido que seu traje não possui mais energia, portanto as aptidões físicas que ele é capaz de proferir a seu portador, também não funcionam. A faca é arremessada, mas como está distante do seu oponente, ela não chega a representar perigo.

-Acho bom melhorar seu teste, gênio! NÃO HUGH! NÃO FAÇA ISTO!

Metálica percebe que Blood Ice se move contra Pulverizador. Ele atira rajadas facilmente domadas pelo inimigo e logo se torna um alvo para ele. Desta vez Blood está na mira do oponente, que carrega sua energia e prepara seu golpe. No exato momento do ataque, Metálica salta a frente de Pulverizador e acaba recebendo o toque anti-matéria do oponente. Pela primeira vez, alguém não é pulverizado imediatamente após receber o ataque, o que permite a Metálica olhar para trás, na direção de Blood Ice e Gadget e dizer:

-Salvem a terra, seus idiotas! Sejam os heróis que Suprema queria que fossem...

O corpo de Metálica se desfaz, sem deixar qualquer rastro. Dos olhos cegos de Pulverizador é possível ver lágrimas que se dissipam rapidamente. Um urro violento sai de sua boca e ele voa a toda velocidade contra Blood Ice.

Kaboom, após vencer sua batalha, se apóia em seus joelhos, visivelmente cansada. Dali ela pode acompanhar o desenrolar das batalhas em sua totalidade, atentando-se a um fato. Há um inimigo poderoso que não está sendo visado: Cometa. Ele então a percebe e mira seu canhão contra ela e por segundos ela contempla, mais uma vez neste cenário, a sua morte. O grandalhão sorri e atira contra Esther.

Eagle Eyes tenta fazer com que uma mensagem telepática chegue a Hagi e logo decide tocar o chão para fazer uma leitura do ambiente, com seus recém- descobertos poderes, mas é inútil. Ao tentar contactar Hagi ela recebe uma descarga telepática violenta, com imagens confusas, e acaba caindo de uma vez, com uma violenta dor de cabeça. No chão ela se contorce, mas algo acontece positivamente. Ainda se contorcendo ela percebe que sua visão está voltando após o choque telepático, podendo ver seu amado, mais uma vez.

Após acertar Fim, Titan se levanta, como se nada tivesse acontecido, e inicia um violento ataque físico utilizando uma variação de estilos de artes marciais. Mas, para sua surpresa, Fim também é perito em artes marciais, conseguindo defender e desviar de todos os golpes de Titan, ainda com um sorriso no rosto.

-Você é bom, jovem Nero!

-Você ainda não viu nada do que ele é capaz de fazer! – Don surge atacando Fim pelas costas e um gancho de Titan pega em cheio o queixo de Fim, estourando seu maxilar.

Fim explode uma energia telecinética, empurrando Don e Titan para longe e, do alto, Bugarski percebe a brecha.

-Agora! Tome essa, seu otário!

Bugarski dispara uma violentíssima massa energética contra o corpo de Fim. O disparo segue seu ciclo, mas, de repente, um enorme montante de terra sobe dos chãos, envolvendo o corpo de Fim. Ali todos podem ver Geo, novamente em pé, mas há algo diferente em seus olhos, como se fosse um zumbi. Ainda mais estranho é o surgimento de duas outras mulheres, uma delas conhecida pelos antigos membros de INACAM: Miss Metaneti. As duas tocam o rosto de Fim e logo ele se mostra regenerado e revigorado.

-Porque me olham com esta cara? Sabe de uma coisa. Todos vocês sempre foram cegos! Vocês tinham uma Necromante junto a vocês e nunca souberam usá-la. Bem, eu vou mostrar como usá-la, matando todos vocês e trazendo-os de volta, sob meu domínio!

Mega surge dos céus, num rompante violento. Fim então olha sorrindo pra ele e agradece Miss Metaneti. Apontando as mãos na direção de Mega, ele usa seu controle telecinético, alterando a direção da investida de Mega contra Don, que não esperava o ato.

- Até mesmo ao me trair você me é útil, Mega! Agora adeus meu amigo. E um adeus ainda mais especial à você, Don, meu criador!

O braço de Mega atravessa o peitoral de Don, como se sua habilidade de adaptação não existisse. Assim, ao fechar da mão de Fim, Mega e Don são comprimidos a uma massa fina e uniforme, sob o olhar atento de Titan e a audição de Eagle Eyes que escuta todo o ocorrido, sem nenhuma falha. Eagle também é capaz de ouvir uma voz diferente, dizendo coisas estranhas, como se conjurasse poderes.

Bronson ataca Fim de forma desconexa:

-Desgraçado! Como você foi capaz de matá-lo!!!

Bugarski desce ao lado de Titan e toca suas costas:

-Agora é também virou pessoal, amigão! Atacar!

O líder de Teenimac manipula inúmeros metais, formando uma imensa maça, entregando nas mãos de Titan. Em seguida, Bugarski elimina com golpes magnéticos as duas mulheres.


OBS: - Mais uma vez venho pedir desculpas pelo atraso nas postagens. Quando achei que havia conseguido a normalidade para postar a mestragem, acabo pegando dengue. Portanto, mais uma vez, me desculpem, mas o mestre está zicado.
-As postagens devem ser efetuadas até as 20 hs de sábado, dia 19/12
-Bom divertimento a todos!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 16, 2015 3:20 pm

Titan acerta Fim com tamanha força

-hauahuha hoje quando isso terminar você vai fazer jus ao seu nome vai ser o seu Fim velhote huahuauahuahuahuah

Titan vê a chegada no reforço de Fim

-Cara tínhamos  uma necromante uhauahauhauhaua devia ser rale que nem o Flame.

Titan vê o ataque de Fim contra seu avo que resulta na morte de Don

-Naoooooooo,seu filho da puta você matou meu avo eu....você vai morrer e depois eu vou caçar cada humano ou mutante que já tenha tido contato com você Fim vou apagar seu nome da historia quando eu terminar não vai haver nada sobre você nem mesmo historia,eu vou te matar comer seu coração e depois enviar seu corpo para ser a putinha do meu avo.

Titan olha para as câmeras que estão filmando tudo ali e com puro ódio no olhar fala

-Estão ouvindo,todos vocês no mundo, se vocês gostam do Fim ou já foram amigos dele se escondam no buraco mais escuro do inferno e rezem para o Maldito Deus que vocês veneram porque quando isso acabar vou matar todos vocês.

Titan escuta Jones

-Vamos matar todos Jones e por favor, me deixa arrancar o coração do peito dele

Titan pega a arma que Jones o entrega e parte contra Fim, só que dessa vez Titan usa toda sua força atacado Fim sem hesitar e sempre que alguém do time de Fim passa perto da área de alcance da arma Titan o ataca girando a arma
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 16, 2015 8:54 pm

A fúria continuava a me dominar, sem que eu lutasse contra ela - não quero lutar contra ela. Novamente, eu havia me tornado um só com meu animal interior - ou seria com meu humano interior? Eu sinto que não tenho mais o que esconder. As cenas parecem se repetir em minha cabeça, como um disco riscado. A fuga de casa, os tempos na floresta, a chegada em Teenimac, o reencontro com minha família... A morte. Ver o que aconteceu com ele é estranho. Mal consigo pronunciar seu nome sem aumentar minha fúria. Vejo a cena da porta de minha casa, um pequeno tigre tendo que fugir para não ser morto.

"Fuja, meu tigrinho"

Os gritos vindos de casa naquela noite, eram demais para mim, um pequeno filhote, ainda em desenvolvimento, facilmente influenciado pelo lado animal que havia na minha cabeça. Agora, anos depois, me deparo com uma situação pior. De um lado, o corpo de um ente querido. Do outro, seu algoz, morto por mim. Seu sangue escorria por minha pelugem. Sua carne, porém, não saciava meu desejo de vingança. Novas lembranças chegavam na minha cabeça, ainda sobre o dia da invasão.

"Vocês são a escória da humanidade! Fruto da criação do demônio! A criação deve estar livre de vocês, monstros!" - era uma voz estranha para mim.
"Deus ensina que devemos amar a todos igualmente. Maior monstro é aquele que mata e fere outros em nome do senhor." - palavras de meus pais.

A primeira perda de controle, outra coisa que vinha na minha cabeça. A chegada em Teenimac já sendo controlado por meu instinto. Tudo isso foi indesejado, fruto da necessidade. Agora? Era diferente. Eu finalmente fiz o que meu pai me disse para fazer: Aceitar o que sou e assumir minha verdadeira forma. E essa é minha verdadeira forma.

Olhava para Krysis, sabia que ela era conhecida. Mas, naquele momento, já pouco me lembrava. As lembranças pareciam sumir de minha mente, eu sentia uma mudança não só psicológica, mas corporal... Parecia não poder voltar a minha forma anterior. Existia uma forma anterior? O que eu sou, afinal? As dúvidas voltavam com força para minha cabeça. A fúria, entretanto, apenas crescia. Por causa dessa maldita guerra que tudo isso aconteceu.

Meu faro me fazia saber que aquela era conhecida. Meu instinto também. Minha fúria não. Rosnava muito, sentia tudo se aflorando cada vez mais, me esquecia cada vez mais de que era capaz de assumir uma forma humanoide e parecia me esquecer do que eu já fui antes. Yannick estava, cada vez mais, saindo de meu ser. Minha mente é como se existissem dois seres, um humano e um tigre. O humano está se transformando no tigre, meu lado racional está se tornando algo animal. Provavelmente por isso senti alguém tentar ler minha mente e não conseguir. Meu instinto não está apenas me dominando, está matando meu eu humano.

Num lapso de racionalidade, olhei nos olhos de Krysis, indicando que não queria fazer aquilo. Era difícil entender, ainda mais com metade de minha pelugem estando coberta de sangue. Eu tento resistir, mas o instinto é mais forte que eu. Não avanço contra Krysis, ainda demonstro certa resistência, indo devagar em sua direção. Não consigo me garantir, mas talvez consiga não atacá-la. Minha cauda se move com força, minhas presas ensanguentadas estão a mostra, assim como minhas garras. Uma patada minha poderia ser o suficiente para matá-la, mas eu não quero fazer isso. Estou tentando me conter... Mas é difícil. Só que eu aceitei a união definitiva com meu lado animal, então eu tenho que saber controlar esse instinto. Não posso matá-la, mas a fúria não me ajuda. Preciso de outro alvo. A fúria é muito forte, e talvez fique comigo para sempre, preciso aprender a lidar com ela. Que Krysis consiga evitar sua morte, por que eu estou tentando fazer minha parte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sab Dez 19, 2015 10:50 am

Mal saio de minha batalha e vejo que muitos estão com problema, porém o pior é Hagi, ele está a beira de um colapso, sei que o que ele sente é muito mais do que uma mente poderia suportar, e nesse caso...

Sigo até ele e toco em sua cabeça dizendo:

-Aê nerd, sei que se você estiver ligado vai acabar se matando com tanta informação entrando e sando de sua mente, então fique tranquilo nós daremos conta disso... até breve.

Descarrego um pouco da energia, o bastante para que Hagi fique inconsciente, acredito que desliga-lo no momento evite que ele sofra e nos destrua com uma possível explosão de poder...

Me volto para Esther, vejo que ela tem problemas então parto em seu auxilio o mais rápido possível para tira-la da frente do disparo.

-Opa minha rainha, sei que não se entregaria fácil assim... vou te dar um tempinho pra se recuperar enquanto isso deixe comigo, ok? rs

Me volto pra Cometa e digo!

-Colé Rock-man! Fica ativo, por que eu to nessa!

Disparo um raio contra ele certo que ele se esquivará, em seguida uso minha manipulação de metais para traze-lo de encontro ao raio que disparei.


_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sab Dez 19, 2015 2:19 pm

O inimigo é vencido mas o senhor Yarnnick está estranho, me olha como uma besta selvagem, não penso duas vezes, me movo deixando o máximo de ilusões que posso, assim ele terá com o que se distrair, não me movo com toda a velocidade, mas me mantenho em uma velocidade muito alta e mantenho a distancia dela, me posicionando sempre atras de Tigre.

Não vou ataca-lo, vou apenas cansa-lo, vou o levando até um dos inimigos para que ele gaste sua energia

Desperte felino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sab Dez 19, 2015 2:45 pm

Metalica me diga....

Vejo Larissa ser vaporizada diante de meus olhos, eu queria absorver muita informação dela, mas isso não será mais possível, um projeto de laboratório que ataca com força total, vantagem, ele é cego, desvantagem super poderoso. Quase não posso formular um plano, quando ele avança violentamente contra Blood Ice

PROTEJA SE !!!!!

Começo meu primeiro ponto de pesquisa, gostaria de saber quais tipos de energia ele consegue sentir, então me movo para as costas de Pulverizador, então o golpeio com socos na altura das costelas, já calculando uma "rota de fuga" para escapar de seus poderes, por incrível que pareça, acredito que Blood Ice é a chave desta equação. Ao esfriar uma molécula ela se move menos pois se agrupa e logo produz menos energia, se há uma solução esta é o frio, o resto é so deixar que os sentidos de Pulverizador se congestionem igual meu traje.

Blood deixe este lugar mais frio que a Sibéria !

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sab Dez 19, 2015 3:39 pm

um ato todo falho meu, o que acontece em seguida e fim de Larissa, o que me deixa em choque.

Em nenhum momento pedi para ser salvo, logo você sua barra de metal me salva, com e possível, um velha inimiga, um super amiga, agora esta morta.

O campo de batalha e cruel e sem escrúpulos, com meus olhos cheio de lágrimas, vejo o ataque insano do inimigo, logo percebo a minha vantagem ódio do mesmo, ja que ele cego esta seguindo com fúria o momento perfeito para atacar, ao escutar gadget, espero que inimigo chegue para ataque ja que mesmo esta em movimento e não carrega seu ataque, fico para ao primeiro ataque dele desvio e começo uma luta corpo a corpo congelando tudo que esta em volta e quando acerto os meus golpe uso rajadas de gelo ao final para congelar e no momento certo para ceifar a vida dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Keira Bürckle
Teen
Teen
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 25
Localização : Dublin IE

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Dez 22, 2015 10:05 am

Como eu já imaginava, nada poderia muda-los, eles são impassíveis, cruéis, eles nem mesmo se questionam sobre o que fazem, não se colocam no lugar das outras pessoas, mesmo após tudo o que eu já disse.

Eu corri, corri tentando fugir daquele lugar, tentando deixar tudo isso para traz e buscar uma nova esperança no passado, observei minha mãe se levantar e minha avó conte-la, agradeci à ela mentalmente, essa era a única chance de conseguir fugir.

Finalmente eu estava em Teenimac, observei a imponente cidade, eu estava muito agitada, meus olhos dançavam em todas as direções como um gato arredio em um ambiente estranho em busca de algo hostil.

Por fim me deparei com o meu avô, meu amado avô, a pessoa mais doce que já conheci, talvez a mais próxima a mim, de uma forma ou de outra sempre nos dávamos bem.

-Vovô...

Corri até ele e coloquei minha cabeça sobre seu peito envolvendo ele em um abraço apertado.

Segurei o choro, uma das coisas que aprendi com a minha avó durante todos esses anos, mas minha voz estava tremula e meus olhos vermelhos.

-Vovô... ninguém me dá espaço.... querem me obrigar a ser algo que não sou...

Bufei de forma irritada em uma típica crise adolescente...

-Grrrrr... ninguém aqui me entende.....

Comecei a reclamar falando tantas reclamações que elas seguiam mais rápidas que meu pensamento.

Até que ouvi meu avô me chamar para dar uma volta....

Então eu parei de forma pensativa... era a minha chance, ele poderia me levar até a máquina do tempo.


-Vovô, se lembra de todas aquelas histórias que me contava dos grandes mutantes me o senhor derrotou? eu queria ver como eles se vestiam, que artefatos usavam, quero ver as coisas reais, quero ver algo palpável de suas histórias.


Então eu desviei meus olhos tristes para a cidade, me sentindo culpada por tentar manipular meu avô.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Dom Jan 10, 2016 6:58 pm

Alemanha, terra natal de Peter Heinz, o Gadget, aluno do extinto Inacam, ministro de Teenimac. Desde o início, Heinz era um garoto que buscava a paz e, a partir de seus construtos e seu intelecto evoluído, ele chegou próximo de alcançar. Mas o destino coube de encerrar este projeto de maneira trágica, trazendo mortes e mais mortes aos seus olhos e em sua terra. Mas isto não lhe tirava o foco, analisando cada detalhe daquela batalha épica, como se fossem números saltando de uma equação complexa, mas que não seria nada impossível de se solucionar com seu esforço cognitivo.

Naquele chaveamento da equação, estava Blood Ice, seu companheiro de Inacam, ainda vivo, mais antigo. Blood Ice, o russo intempestivo que agora deixava cair lágrimas inesperadas por uma aliada que passara tanto tempo a enfrentar, sem o menor carinho ou admiração. Ele reconhecia o esforço altruísta de Metálica, dando a vida dela por ele e agora se tornara uma responsabilidade dele dar um fim naquilo tudo.

Unidos, Gadget e Blood Ice iniciam um projeto de ataque coordenado pelo gênio. O alemão se movimenta as costas do inimigo enquanto este arremessa uma de suas rajadas desmaterializadoras na direção do russo, que desvia com alguma dificuldade. Gadget busca um golpe, mas o peso de sua armadura desligada acaba por torná-lo ineficaz em termos físicos, mas, não para sua análise. Embora não atinja o alvo, Gadget percebe que não fora notado pelo inimigo cego, concentrado no ataque de Blood Ice.

Hugh Irenia segue com um ataque corpo a corpo, evitando que o inimigo concentre uma grande quantidade de poder para causar mais destruição. Blood Ice percebe que o treinamento de lutas que teve o torna habilidoso contra inimigos não tão preparados em artes marciais. Mesmo que não se compare a Titan, Spark ou Kaboom, é como se ele estivesse léguas a frente do inimigo num combate do gênero. Com esta vantagem, acertando golpes precisos no inimigo, suas rajadas atingem com maestria o seu alvo, deixando-o lento para que Hugh possa executar sua cartada final no projeto elaborado por Gadget. Com uma explosão gélida, Blood Ice congela o espaço a seu redor, mas sem afetar as outras batalhas, deixando o cenário propício para uma atuação mais incisiva de sua parte.

Em outra parte se encontram dois aliados num embate psicológico tenso: Krisys e Tigre. O felino segue sua luta interna, tentando não eliminar a fera que há dentro de si, mas sim, tentando domá-la para não realizar atos indesejados. A luta interna segue tensa, carregada de lembranças de um tempo complicado, onde teve de fugir e abandonar suia família para sobreviver. Após um tempo, a sorte lhe sorriu outra vez, dando-lhe a chance de reencontrar sua família para que? Para ter que assistir a morte de seu pai? Neste turbilhão de imagens e emoções a fera de instinto puramente assassino insistia em dominá-lo.

Já Kiya enfrentava outros dilemas. De natureza pacífica, a astrônoma do Nilo não tinha a menor vontade de encarar o seu mais novo companheiro. Ela sabia que tinha total vantagem, já que se tornara um mutante ômega recentemente, mas seu treinamento no Inacam muito lhe ensinara. Ela sabia que não ganharia nada enfrentando um aliado, traria apenas mais dor e mais sofrimento a todos aqueles que ali estavam lutando por um mundo melhor.

Neste tornado sensitivo, Tigre seguia sem controle, mas, vagarosamente, contra Krisys. Ela, ao contrário, não agia nada vagarosamente. Usando sua velocidade ao máximo, a garota seguia criando ilusões de si, gerando uma trilha que Tigre seguia, até se aproximar de Miss Metaneti. Ali, com seu faro apurado, Tigre sentiu um cheiro diferente do comum. Miss Metaneti tinha um aspecto funesto, o tom de sua pele era acinzentado e para Tigre, aquele cheiro era péssimo. A mulher cheirava a carne podre, afinal, ela já estava morta há muito tempo(embora Tigre não tivesse conhecimento disso). Conjurada pelo poder de um necromante, Miss Metaneti nada era além de um objeto ao controle de Fim, sem raciocínio ou vontade. Ali, ao lado de Tigre, Krisys pode ver que o olhar de Yannick mudava, perdendo parte de sua violência para assumir parte daquele olhar de gato doméstico que as vezes ele utilizava para ganhar uma tigela de leite. Graças ao cheiro putrefato de Miss Metaneti, Tigre tinha novamente controle sobre si. Este controle permitiu que ele escutasse com seus ouvidos apurados, palavras de conjuração vindos debaixo do local aberto por Bugarski, no subterrâneo.

As vozes eram difíceis de serem interpretadas. Vozes e pensamentos carregados de todo tipo de dor. Hagi sofria com cada uma delas, dando atenção especial a algumas, o que trazia pra si mais sofrimento, colocando a beira de um colapso. Spark assistia aquilo, distante, mas não ficando muito tempo em ver aquela cena triste. Como um herói que sempre desejou ser, desde o dia que saiu de casa, ele, o único que nunca sofreu retaliações em sua infância pelo fato de ser um mutante, apoiado pelos pais e sempre muito sorridente, Spark tonifica seus músculos, ainda carregando imensa quantidade de energia elétrica, se aproxima de Hagi e descarrega uma carga energética que derruba Hagi, inconsciente ao chão.

Kaboom não estava em seus melhores dias. Talvez a sombra exercida por seu marido fosse responsável por tamanha desatenção. Ela, a mulher mais perigosa da terra, como se auto-intitulava, não estava mais tão perigosa, se tornando alvo para ataques diversos. Havia algo que atrapalhava a garota, algo indecifrável que apenas ela poderia dizer, então o disparo.

Distante, aquele grandalhão careca disparava com toda potencialidade contra Esther Rotschild. O disparo varre o cenário e tudo que está em sua reta, mas, atento, Theo Valentim se antecipa. Percebendo o perigo que sua companheira de equipe corre, Spark corre ao máximo de sua potência, retirando Kaboom da linha do disparo e colocando-a em um local seguro. Spark então se volta para o grandalhão e faz um disparo de um raio, para que o grandalhão desvie, o que é feito, mas Spark não pensara apenas nisso. Como bom estrategista, ele usa sua manipulação metálica para levar o inimigo de encontro ao raio. O ato calculado mostra-se frustrado quando ele percebe que a arma localizada ao braço do inimigo não é feita de metal. O inimigo sorri para Spark e faz um movimento com as mãos, chamando Spark para um combate corpo a corpo.

Próxima a Kaboom está Eagle Eyes, perdida no tempo tanto quanto sua colega. As duas se olham antes de perceberem algo terrível: a sua frente se encontra Treze e Suprema. É fácil perceber que não estão vivos e seus olhos transmitem a mais profunda inconsciência, escravos de uma vontade alheia. Suprema avança contra Kaboom e Treze faz o mesmo com a sombra de Eagle Eyes ao chão.

Ao ver seu avô ser assassinado, Titan entra em um estágio de descontrole, clamando vingança e atacando violentamente a seu redor, olhando para as câmeras situadas por ali e vociferando. Bugarski diz a seu amigo:

- Negão, entendo sua raiva, mas deixa eu te falar, eu desliguei todas as câmeras...

Com a maça moldada por seu melhor amigo, Titan ataca com violência, primeiro Geo, que encontra-se logo a sua frente. O ex-Canfora, agora morto vivo, nada pode fazer. Com a violência do golpe, sua carne explode-se em migalhas, decorando com maior intensidade aquele cenário fúnebre. Em seguida, o grandalhão parte contra Fim, que acabar de acertar um potente golpe contra Bronson, derrubando-o ao chão. Fim encontra certa dificuldade em fugir do violento ataque, não encontrando tempo para que possa dar um contra golpe.

Acuando Fim, Titan torna possível a atuação de Constructor. O velho Canfora usa sua habilidade para prender Fim em sua energia roxa, tornando o espaço interno denso, com o intuito de eliminar Fim, ali mesmo. A energia é tão poderosa que acaba por repelir um golpe de Titan, arrastando há metros do combate.

-Você tirou meu filho de mim! Mesmo depois de todos estes anos, depois de tudo que fizemos por você e sua família! Você ainda tem coragem de cometer essas atrocidades! Já não me importo mais com o que os Canforas são e como devemos agir, só me importo em matar você!

-Pare, Jack! Não faça isso! Ohms está chegando!

- Pare de se iludir, Hristo! Nós erramos em acreditar que Heitor poderia mudar! Nós erramos! E devido a este erro eu perdi meu filho. Não continue errando assim, ou você vai perder o seu também.

Nas costas de Constructor surge outra figura de Fim, sorridente, a dizer:

-É certo que ele também vai perder o filhote dele. Mas agora é a sua vez, “velho amigo”!

Dentro da energia controlada por Constructor a figura de Fim logo se torna um Canfora: Palhaço. Antes que possa ser feito algo, Fim, o verdadeiro, atravessa das costas ao peitoral de Constructor, eliminando qualquer chance de sobrevivência do antigo aliado. Bronson se desespera:

-NÃO! COMO PODE FAZER ISSO!? E VOCÊ, PALHAÇO? UM TRAIDOR?

-Agora, só falta você, Hristo Stoichkov Statäinhoffen, o último Canfora que se opõe a Fim. Pela última vez, quer se aliar a mim ou também terei de matá-lo?

A frente de Fim surge o corpo sem a cabeça de Palhaço. Logo acima, a voar, se encontra Bugarski, manuseando a cabeça do velho Canfora:

- Não é mais a guerrinha entre Fim e os Canforas, seus velhotes! Já houve matança demais por aqui, pai, mas a única que é necessária ainda não ocorreu. Ou o senhor aceita a nossa interferência, ou eu vou ser obrigado a arrebentar a cara do meu criador!

- Vai deixar seu filho falar contigo assim, Hristo?

Stoichkov desaparece e Fim fica observando, com cara de poucos amigos. Abruptamente, Bronson surge numa investida violenta contra Fim, agredindo com golpes perfurantes (transformação de seus braços em matérias perfurantes e resistentes). Bugarski percebe a atuação e manipula a maça de Titan contra Fim.

-É agora Negão!



Apêndice Keira:
 


OBS: As postagens devem ser efetuadas no mais tardar na manhã de quarta feira, dia 13/01



Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Seg Jan 11, 2016 7:50 pm

A fúria que me dominava me deixava cego, surdo e mudo. Ou apenas me deixava ver, ouvir e falar apenas o que ela queria. Embora eu não percebesse isso, estava atacando uma de minhas companheiras de equipe. Ou talvez percebesse, talvez a fera quisesse enfraquecer o lado racional mostrando o que ela era capaz de fazer. Naquele dia eu já carregava comigo a morte de uma pessoa, que matei com minhas garras e deixei apenas restos de seu esqueleto, pois sua carne foi consumida por mim. E vi o que sobrou de meu pai, que fiquei tantos anos para poder reencontrá-lo, depois de achar tê-lo perdido naquele fatídico dia. Além disso tudo, ainda tinha o sentimento da derrota, tinha sentido que faltava algo muito forte, sentia que minha racionalidade estava prestes a ser perdida.

Eis que, de repente, um cheiro podre penetra meu focinho. Tal cheiro faz com que a fera peca sua concentração, e o racional possa retomar sua posição concreta. E é o que acontece. Retornando a mim, me sento em pose felina e tento retornar à minha forma normal, e até consigo, mas sinto que pouco difere minha forma normal de minha forma completa. Me levanto mas não consigo permanecer em pé, ficando bastante encurvado e, as vezes, tendo que colocar uma das mãos no chão. Mãos essas que também estão diferentes, parecem estar mais grossas, mais parecidas com as patas. Não sei o que aconteceu, mas meu poder ainda está sendo influenciado por meu estado mental.

Me sentei no chão, em pose felina, pra poder me recuperar um pouco. O baque ainda mantinha seus efeitos, e eu ainda não pude absorver a perda. Entretanto, enquanto sentado, pude ouvir algumas palavras estranhas. Abafadas, pareciam vir... De baixo da terra. Me abaixei um pouco mais, encostando uma das orelhas no chão, até que pude entender de onde vinha. Me transformando num guepardo híbrido, corri na direção de Bugarski, para avisá-lo.

- Cuidado, debaixo de você! Tem alguém debaixo de você!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Jan 12, 2016 10:02 am

Titan vê Constructor se morto por Fim e a traição de Palhaço

*-mas que merda esta acontecendo aqui,primeiro meu avo morto agora o senhor Contructor morto depois do Palhaço nos trair,que ponto essa guerra esta chegando,estamos nos matando e o Fim continua ali vamos acabar com isso logo essa guerra já foi longe demais.*

Titan olha para Jones que aparece com a cabeça de palhaço na mao e escuta suas palavras.

-Me desculpa senhor Bronson,mas o Jones já falou tudo é hora de acabarmos com isso então por favor deixe conosco afinal Fim precisa morrer e o senhor ainda acredita em redenção.

Ao ouvir o comando de Jones

-Sim meu amigo é agora,vamos acabar com isso e fazer o mundo se ajoelhar

Titan parte contra Fim aplicando todas as seqüências de golpes que conhece tentando sempre acertar as partes que Bronson conseguir ferir do corpo de Fim.

-Não se preocupe Fim quando você for morto vamos usar seu corpo como tapete para receber nossa nova era então para alguma coisa você vai servir
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Jan 12, 2016 8:44 pm

Ok, minha vantagem foi estabelecida e os calculos agora são preciso, meu inimigo vai reagir com rajadas poderosas mas está em desvantagem de locomoção, removo o traje sem danifica-lo, deixando comigo apenas um pedaço do peitoral e as manoplas, teria um bom movimento e as luvas ampliariam meu dano com mãos vazias, sigo pelo campo criado por Blood, evitando o campo de ação do meu inimigo, em seguida ao me alocar atras dele aplico um "surdão" fazendo-o perder momentaneamente a audição.

Com ambas as mãos fechadas como uma marreta golpei as costelas e logo apos a garganta do oponente, ainda calculando o campo de ação do meu oponente e de Blood Ice, os evitando para não ser atingido por fogo inimigo ou amigo

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Jan 12, 2016 8:50 pm

Assim como no Egito, a tradição de boa sorte com gatos parece me perseguir

Segure as pontas, precisamos vencer logo este conflito

Com minha velocidade deixo mais copias e vou em direção ao acesso para o subterrâneo, com uma velocidade descomunal procuro o "alguém" citado pelo senhor Tigre. Ao encontrar esse "alguém" aplico um golpe direto em altíssima velocidade no diafragma, peito e costelas, assim a falta de ar o impedirá de ter uma reação imediata
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 7:17 am

Tudo ocorrer, devido a minha experiência emocional em outras batalhas não sou tão afetado a perda de um amigo, após minha ação agora com controle total do campo, graças a minha habilidade de sentir a presença no gelo, consigo ver claramente tudo a meu redor, nesse exato momento se perde a noção do combate sinto que alguém entrou no meu campo, logo com uma rápida olhada percebo Gadget, mas uma coisa muito clara em minha mente vem.

“Só pode ser gênio burro, como entra no gelo sem uma proteção nos pés, vai se queimar alem de não ajudar em nada.”

Com a vantagem em minhas mão esqueço de Gadget ele terá que se vira para sair dessa, por inimigo e mortal caso venha cometer algum erro, criando um fio sobre gelo que cerca meu corpo, faço movimentos para desviar e acerta o mesmo, usando toda maestria que posso com gelo que esta no campo. mas agora em tom de ataque sanguinário, cortando ele ate mesmo sangra e cair, nesse momento que cair uso um golpe para matar o mesmo, mas sempre na atenção do mesmo para que ele não me acerte, e mantendo um proximidade para que aja espaço para ataques de rajada do inimigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 8:29 am

Definitivamente, hoje não é o meu dia. E tinha que ser logo hoje? Logo durante a guerra que vai definir o destino do mundo e dos mutantes. Não, não vou deixar que isso aconteça, ressuscite Kaboom!

Nota: Devo agradecer Spark, se não fosse ele eu estaria mortinha da Silva e bem, isso não seria positivo pra ninguém, afinal, a minha perda seria uma tragédia para a terra.

Ali, tentando me recuperar para voltar a ser útil aos meus companheiros, eu tenho uma surpresa, uma grande surpresa que vem pra cima de mim como uma nova oportunidade de mostrar o que valho: Suprema!

É, eu sei que ela devia estar morta a sete palmos, mas parece que alguém aqui sabe trazer os mortos de volta, um perigo que temos que resolver rapidamente. Mas, como não sou paga pra resolver problemas do tipo, vou fazer o que sei de melhor. Fora que não posso perder a oportunidade de provar quem é a mulher mais perigosa da terra! Desculpe -me, minha tutora, mas vou elimina-la de uma vez por todas!

No confronto direto é obvio que eu perderia. Entao, vamos agir de maneira diferente. Uso minhas esferas restantes, me mantendo em movimentação para não ser atacada. Enquanto me movo arremesso as esferas em volta de Suprema, criando um perímetro para que eu possa, sem ser vista, acertar minha técnica suprema em Suprema (isso foi infame).

-Agora Kaboom! FLYING KICK BOMB!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 11:55 am

Consigo salvar Hagi e Kaboom, o que me conforta, sei que agora não podemos perder mais ninguém, as coisas já estão mais que complicadas do nosso lado.

Deixo Esther ao lado de letícia e parto para meu plano de derrubar o atirador.

Mesmo calculado, não consigo por em pratica meu plano, pois não contava com o fato da arma dele ser "orgânica", porém não me dou por vencido e me forço a pensar rapidamente:

*-Não posso perder muita energia, logo tenho que reaproveitar o raio que disparei... Posso redirecioná-lo enquanto engano meu oponente!*


Sem perder tempo tomo o controle do raio de disparei momentos atrás, faço com que ele dê a volta e retorne contra as costas do meu oponente sem que isso chame a sua atenção.

-Ei Mega man! Acho que tu não consegue me acertar com esse canhão de merda! E digo mais, sem ele você é pior que um monte de lixo escroto! Gano se você sem uma das mãos! hahaha

Espero irritá-lo para que ele se concentre no disparo, espero até o último segundo para me desviar e olho sorrindo para ele quando meu raio o atingi-lo pelas costas.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 12:10 pm

Estava perdida em meio aquilo tudo, mal tinha recuperado minha visão e não tinha processado o quão devastador o cenário estava, foi quando Theo apareceu com Esther nos braços, ela meio machucada e ele sem uma mão...

Mal tive tempo de lhe perguntar o seu estado e ele se foi, tão rápido quanto chegara olho par Kaboom e lhe dou a mão para que ela se levante, procuro um abrigo para que possamos descansar, mas sou surpreendida com o que vejo.

Treze e Suprema, mais eles estão...

-Necromantes...

Que raiva desse idiotas, de um salto saio de perto das sombras que avançam sobre mim, tento eliminar os pensamentos de pena por atacar alguém querido, vejo que Kaboom pensa o mesmo então procuro algo que consiga arremessar no chão e ainda me esquivando procuro mirar a cabeça de Treze, acho que assim que eliminamos Zumbis...

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Keira Bürckle
Teen
Teen
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 25
Localização : Dublin IE

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 3:13 pm

O mundo parecia se acalmar, meu Avô parecia saber exatamente o que dizer, aos poucos toda a ira que envolvia minha mente como uma tempestade começou a se dissipar. Minha respiração aos poucos foi se se reordenando e senti a adrenalina da corrida me abandonar.

Observei Ares por alguns segundos com um sorriso vidrado e até me permiti um gritinho infantil quando ele me colocou em seus ombros, abri os meus braços divertidamente me equilibrando no alto.

Agora as coisas não pareciam tão urgentes, e até me esqueci do plano original de faze-lo me guiar até uma das máquinas do tempo, mas então ele falou sobre elas o que novamente prendeu minha atenção e meu sorriso aos poucos se encolheu transformando minhas expressões para algo sério.

"No casarão? é o ultimo lugar onde pensaria em procurar, o problemas é que eu nunca tinha visto tal máquina em todos esses anos."

Então eu comecei a fazer um mapa mental do casarão, todos os cômodos, salões e quartos, tentando localizar em minhas lembranças o maior numero de locais desconhecidos possíveis.

Foi então que a voz de Strike roubou bruscamente minha atenção, meu coração disparou de imediato e senti minhas pernas tremerem, senti um medo genuíno, pois diferente da minha família, eu sabia que ele me mataria se tivesse a chance, e sequer cheguei perto de todo o potencial de meus poderes para me defender contra ele.

Me afastei lentamente do meu Avô, com o olhar assustado fixo em Strike enquanto eles discutiam.

Corri de volta ao casarão ao comando do meu Avô, disparando em linha reta atravessando qualquer obstáculo em meu caminho.

-VOVÓ, VOVÓ.

Gritava enquanto me aproximava novamente da sala de jantar, agora eu havia colocado até mesmo meu avô em perigo e entre tantas coisas, também sentia culpa por isso.

-ESTAMOS SENDO ATACADOS, STRIKE ESTÁ LÁ FORA, ELE VAI ME MATAR.

Eu estava genuinamente assustada, apenas focada em conseguir ajuda para o meu Avô, não duvidava de suas habilidades mas a possibilidade de perder mais uma pessoa amada me revirava o estômago.

E só então me veio a ideia de procurar pela máquina do tempo enquanto todos tivessem distraídos com o ataque de Strike.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 9:11 pm

As mortes não param de ocorrer na batalha apoteótica. Vidas são desperdiçadas naquele terreno em Berlim como se nada valessem e ninguém parece ser capaz de impedir que mais vidas sejam ceifadas. Os jornalistas que acompanham o evento são obrigados a recorrer aos primórdios de sua profissão, já que estão desprovidos de todo o aparato técnico ao qual estão acostumados a utilizar. Longe da batalha, eles se valem de binóculos e lentes de longo alcance para poder fazer um relato escrito a mão em papéis improvisados, cada qual a sua maneira, o que provavelmente será contado em versões de cunho pessoal, características de um pasquim.

Os atores desta guerra se esforçam ao máximo, sem saber que seus feitos serão narrados e interpretados da maneira que os jornalistas julgarem correta ou melhor de ser contada. Como ato a ser narrado pela posteridade, Tigre parte após se libertar do torpor que seus sentimentos lhe causam. Segurando seu ímpeto feral ele opta por avisar Bugarski sobre sua descoberta, se transformando em sua versão mais veloz, rapidamente chegando ao lado do búlgaro.

Bugarski, no momento, está manipulando a matéria metálica ao qual presenteara Titan, unindo suas forças com seu velho amigo. Ao realizar o feito, o presidente mutante parece perceber algo terrível, colocando com força seus pés ao chão e assumindo uma pose de defesa. Tigre pode ver no rosto do companheiro que há esforço naquele ato, mas mesmo assim, o líder de Teenimac responde:

-Agradeço a informação, meu amigo, trata-se da Necromante. Precisamos detê-la o quanto antes, mas ela está fora da minha zona de atuação. No momento eu estou manipulando escudos magnéticos para todos nós, evitando a exposição de nossa equipe à energia psiônica de Fim. Não poss sair daqui agora ou muitos mais irão morrer! Está vendo aquela mulher? – Bugarski meneia a cabeça em direção à Miss Metaneti – Então, embora morta viva, ela é capaz de ampliar o poder de qualquer fonte que deseja. E no momento ela amplia o poder de Fim! Se ela não cair, nós cairemos. Acabe com ela!

Krisys escuta a mensagem enviada por Tigre à Bugarski e se apressa em agir. Usando sua velocidade, ela não enfrenta dificuldades em descobrir o caminho subterrâneo que a levaria até a pessoa citada por Tigre. Ela pode ver uma mulher bela, na altura dos 30/35 anos, a conjurar palavras de alguma antiga língua desconhecida até mesmo por seu querido Peter.

Ainda do lado de fora, a primeira-dama de Teenimac se levanta. Ela tenta, de todas as maneiras se reerguer para a batalha que se segue: contra sua ex-tutora, agora morta, Suprema. O que parecia ser um problema a ser enfrentado, para Kaboom é uma oportunidade que ela logo trata de agarrar. Logo, Kaboom começa a se movimentar, atirando suas esferas explosivas ao redor do corpo de Suprema, tornando o avanço da mesma impossibilitado. Kaboom repete esse movimento dezenas de vezes, camuflando-se pelos dejetos esfumaçados gerados pelas explosões ao solo.

Eagle Eyes enfrenta situação similar, tendo a sua frente mais um feito de magia negra, só que como adversário ela tem treze, seu antigo professor de luta, homem amado por todas as meninas do Inacam em seus sonhos platônicos. Sem tempo de elaborar uma estratégia de ataque, a garota salta para trás, tornando sua sombra mais centralizada, próxima que estava de uma fonte de luz. Com a vantagem de tempo que conquista, Eagle encontra uma flecha em bom estado ao chão, provavelmente do inimigo que Spark enfrentara momentos antes.

De volta ao subterrâneo, Krisys mostra crescimento em situações de adversidade, não hesitando e ao mesmo tempo, não atacando com potência suficiente para matar. Num impulso supersônico, Krisys efetua com perfeição um soco em direção ao diafragma da Necromante. A mulher tomba e percebe que sua voz não sai de sua boca.

Do lado de fora, Suprema e Treze cessam o ataque e se viram em direção à entrada subterrânea onde estão Krisys e a Necromante. A ação torna os objetivos de Kaboom e Eagle Eyes fáceis de conquistar. Ao se virar, Treze se torna alvo fácil da flecha arremessada por Eagle que, agora com todos os sentidos apurados, inclusive o tato, sentindo qualquer leve freqüência de movimentação de ar, não possibilita-lhe falhar. A flecha perfura o crânio de Treze fazendo com que a idéia de Eagle funcionasse, derrubando o inimigo como a um zumbi. Já Kaboom implica aos espectadores uma cena menos clássica e bastante grotesca, com,o de costume. Com a desatenção de suprema a grande técnica elaborada por Kaboom acerta em cheio seu alvo e nada sobra após uma explosão rápida, sem deixar qualquer vestígio de Suprema, mais uma vez. Miss Metaneti é a única morta viva que se mantém no mesmo lugar.

Pulverizador enfrenta seus inimigos, mas agora ele está em total desvantagem. Sabendo disso, Gadget calcula que deve se desfazer de parte de seu traje, ejetando-o por partes, restando apenas a armadura que reveste o peitoral e as manoplas. Assim, entrando em um campo congelante, capaz de deixar a temperatura da Sibéria parecer temperatura de verão tropical, ele acaba por receber o inesperado. Com o solo totalmente congelado e sem o traje para lhe auxiliar a enfrentar o contato direto com o gelo tão agressivo, Gadget sente suas pernas congelarem enquanto seus pés se queimam ao contato direto. Há muito ele não sabia o que era estar impossibilitado de agir conforme calculara sua mente brilhante. Mas desta vez ele não resistira, sendo consumido pela dor agoniante de ser congelado.

Blood Ice percebia o ato de seu companheiro, mas agora já era tarde demais. Se Blood optasse por ajudar o companheiro, certamente os dois seriam pulverizados pelo oponente. Esperando por isso, Hugh Irenia inicia sua investida, contando com um terreno que lhe dava totais condições de ser efetivo. Deslizando sobre o gelo, Hugh mostra sua maestria com o elemento, se movendo com velocidade, sem chances de se tornar alvo das rajadas do oponente. Enquanto isso, Hugh atira rajadas pesadas contra Pulverizador, que, desprovido de uma roupa que o proteja de baixas temperaturas, vai se enfraquecendo gradativamente, recebendo os golpes e congelando o seu corpo. Em pouco tempo, Pulverizador cai e Blood não hesita, saltando contra o inimigo e o cortando até matá-lo.

Ao realizar o feito, Blood vê o velho Ohms retirando Gadget do gelo enquanto fala com Blood Ice:

-Devo admitir que suas habilidades são excepcionais, mas, porque matar o inimigo? Ele já estava sobre controle. Foi uma demonstração pífia de poder, bem aquém do esperado de um super-herói. Não te lembras de todas as pessoas que o adoram como tal? Seu poder lhe trouxe responsabilidades garoto, arque com elas!

Já fora da zona congelada, Ohms cuida dos ferimentos de Gadget:

-Isso ficou bem feio, Peter. Um péssimo cálculo, mas até mesmo nós, gênios, somos passíveis de falhas. Bem, você não vai poder se movimentar por um tempo razoável mas eu lhe trouxe uma coisa que vai ser útil.

Ohms coloca um transmissor que cobre os ouvidos e olhos de Gadget(similar a seu scooter). Logo em seguida um construto enorme surge. Ohms revela:

-Construi esta belezinha para você. Existem mais sete deles em meu laboratório, que fica em Amsterdã. Este transmissor neural vai controlar a máquina enquanto você observa e escuta tudo de onde estiver. A força dele é similar a de Titan e é feito de polímeros perfeitos e complexos, dificultando a sua manipulação por telecinese. Bem, este é o meu presente. Agora devo ir. Vou domesticar meu cachorrinho.

Blood Ice e Gadget vêem que à mão de Ohms está uma das coleiras inibidoras que conheceram na Coréia. Ohms então liga os propulsores de seu traje e parte para a luta contra Fim.

Spark é confrontado por seu inimigo para um combate corpo a corpo, confronto este que Spark não aceita. Ainda de posse do raio que arremessara, Spark procura fazer com que o oponente se irrite e use seu disparo mais uma vez. Não se sabe se sorte ou se realmente Spark é um bom planejador, sua ação recebe êxito condecorativo. O inimigo, típico grandalhão, se irrita e mira sua gigantesca arma na direção de Spark. Com isto, as costas do inimigo se abrem para a carga elétrica romper seu corpo, atingindo cada mísero tecido de seu corpo, provocando arritmia cardíaca e tombando o grandalhão, sem matá-lo.

Titan voa, agarrado a maça manipulada por Bugarski. Ao se aproximar de Fim, ele é recebido com um potente direto, que defende com uma das mãos. Com a outra mão, cerrada, Titan mira a face de Fim, que desvia, segurando-o na sequencia para aplicar um balão em TiTAN. Acostumado a tantas batalhas, aquele movimento é de fácil leitura para um mestre das artes como Nero, que antecipa-se com uma joelhada assustadora contra o estomago de Fim. A pancada faz Fim recuar, mas sua energia colossal faz parecer que não há dor alguma gerada pelo golpe. Longe de um desfecho àquele confronto, Fimaplica uma rajada telecinética na região do estomago de Titan, que recua o corpo levando seu antebraço no pescoço de Fim, que se defende com uma das mãos. Titan então salta, com uma voadora, acertando com violência o vilão. Desta vez o golpe parece ter mais efeito já que Fim abaixa a cabeça, mesmo sem cair, e há um leve fio de sangue escorrendo por sua boca, como se algo interno tivesse sido afetado.

Ao se levantar, Titan é surpreendido por uma imensa porção de terra acertando-lhe a face. Em seguida seu corpo é afetado por uma descarga elétrica enorme(os outros podem ver que Fim suga parte da energia que corre no corpo de Cometa). Seguindo o ataque colossal, Fim reúne uma energia cinética absurda, a maior que qualquer um ali já passou perto de ver.

-Hora de visitar o vovozinho!

-NÃO!!!!- o grito de Bugarski rompe o cenário junto a uma explosão magnética tão violenta como a energia que Fim arremessa contra Titan.

O golpe de Fim arremessa Titan longe, destruindo exatos três prédios que ficavam no caminho ao qual o grandalhão foi arremessado. Todos sentem que é o fim de Titan, mesmo ele não sobreviveria aquela energia, não haveria chance para o berserk.

Bronson não pode acreditar no que vê, se mostrando absolutamente consternado. Seu corpo começa a tomar formas e matérias distintas, seguindo num ataque insano contra Fim.

-Não basta matar seus velhos amigo! Não basta matar seu mestre! Você ainda mata os nossos filhos! Não há solução pra você! Eu me enganei mesmo!

Os golpes de Bronson acertam com maestria, acuando Fim para que um grande auxílio chegue: Ohms. Sem ser percebido, Ohms chega carregando a coleira inibidora, esticando-a até Fim.

-Filho da puta! Não faça isto!

Com uma explosão telecinética, Fim consegue tirar das mãos de Ohms a coleira, que cai em solo. A explosão se segue, acertando Bronson, que ainda tem tempo de tomar a forma gasosa e descer ao solo, se materializando novamente, cheio de escoriações e queimaduras graves. Já Ohms não tem a mesma sorte. Em um rompante direto, ele se torna alvo fácil da explosão, se desmaterializando rapidamente.

Bugarski voa até seu pai e o carrega:

-Pai! Pai! Você está bem?

-Olhe pra mim, garoto, pareço bem? Hehehe! Mas estou vivo, uma pena que não acredito que posso ser útil agora, não consigo me mexer!

-Fique calmo, você vai sair dessa vivo, eu me encarrego de vencer Fim.

-Você? Não me faça rir, Statainhoffen! Você perdeu seu cão de guarda, acha mesmo que com esta molecada você pode me derrotar.

-Eu sei que você pode, meu filho! Não caia nas vãs provocações dele. Só não o mate, já tivemos mortes demais por aqui. Use a coleira inibidora que está ali – Bronson aponta com dificuldade na direção do item – Será um sofrimento muito maior para Heitor. Perder seus poderes, pra ele, seria pior que a morte.

Antes que qualquer ação seja efetuada naquele cenário tão avassalador, longe, há vários metros de distância, uma criatura grotesca e morena se ergue saindo de escombros: é Titan. O garoto começa a uivar, revelando que entrara em seu modo de Berserk. Mas desta vez é diferente, dá pra ver que ele se preserva consciente, mirando a Fim. Chamando a atenção de todos, o despertar de Titan permite a Bugarski pegar a coleira inibidora e pensar no seu próximo passo. Ele grita a todos:

-Mesmo em Berserk, Titan não é capaz de vencê-lo sozinho! Todos ajudem! E você, Tigre, derrote esta mulher, sem ela nós temos chance!



Apêndice Keira:
 



OBS: As postagens devem ser efetuadas até a noite de sexta feira, dia 15/01
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Jan 13, 2016 10:20 pm

Já estava de volta a mim, e agora tinha novas instruções: Derrotar a mulher que Bugarski diz. E logo vou para fazer isso, me transformando num guepardo híbrido. Era a minha chance de vingar meu pai. Ele ia gostar que eu fizesse isso... Entretanto, antes que eu pudesse começar a correr, vejo Titan sendo lançado longe após uma explosão que eu pude sentir mesmo estando relativamente longe.

- Meu Deus... - murmuro, como um rosnado, ao ver Titan voar.

Fico paralisado por um tempo, vendo aquele outro ser desmaterializado. Consigo ver um pequeno objeto sendo lançado longe, e vejo o pai de Bugarski apontar para ele. E eis que o próprio Bugarski grita, falando para eu ir derrotar a mulher. Correndo, pego a coleira inibidora, e olho bem para ela, me virando e gritando para Bugarski, virando um tigre híbrido.

- Aqui, pega ela! - Atiro a coleira na direção de Bugarski e volto pra forma híbrida de guepardo, correndo na direção da mulher.

Usando minha habilidade de tirar a resistência do ar, aumento ao máximo minha velocidade e dou um rugido. Quase como um raio, sinto minhas patas queimarem e minhas garras quase serem pulverizadas. Sinto uma dor forte nas minhas patas, quase chegando a 350km/h, até que, quando estou próximo à ela, viro um tigre completo. A patada de um tigre é capaz de matar alguém por si só. E, em conjunto com a velocidade de um guepardo, deve causar um pequeno estrago. Coloco as garras pra fora e dou um rugido, mirando na cintura da morta-viva.

- Essa é por todos vocês... - digo, ao virar um tigre completo e vou fechando os olhos, esperando o impacto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Jan 14, 2016 9:55 am

Apos matar meu inimigo, escuto o que Ohms diz e respondo a ele.

Você esqueceu o motivo dessa guerra, não e para fazer heróis e sim para fazer assassinos.
Não estou aqui para poupar vida, por que nenhum inimigo ira poupar a minha vida, sou o monstro que ceifa as vida no gelo, já não existe mais lugar nesse mundo para pessoas e mutantes com eu Ohms.
Essa guerra provou isso, o novo mundo já e mais o lugar bom de se viver.


Apos vejo a cena que desenha entre Ohms e Gadget, cena chocante e melhor, digna de sessão da tarde, a terminar a cena digo a Ohms antes dele partir.

Va em paz Ohms, pois o que nos resta agora e apenas a morte.

Falo com Gadget sem olhar para ele, observando o desenvolver da cenas a seguir da luta final.

Gadget, em qual planeta você esta?
Pisar sem nenhuma proteção em meio ao gelo que criei, nem no seus piores erros de calcula e admissível isso, Vendo que oponente ja estava praticamente morto, não era necessário sua interferência, agora no seu estado atual não pode nem andar.
Você conhece a regra do campo de guerra.
Vou lhe dar minha ultima ajuda nesse campo, pois agora caminho para enfrentar fim ao lado dos companheiros, e possivelmente caminho para morte certa.
Mas caso essa morte não venha, eu não irei voltar para nossa cidade.
Adeus meu amigo alemão.


Usando a minha barreira de cristal, deixo ela com escudo para Gadget se proteger de um possível ataque a ele ou arremesso de algo nele, fazendo ela mais resistente, uso comunicador e falo Gadget esta ferido, passo as coordenadas e peço um auxilio medico.
Tiro comunicador e qualquer acessório que estiver usando de tecnologia e sigo para lutar com fim.
Chegando ao local de luta me coloco em estado de alerta total, apos impeto de Titan, faço mesmo deixando ele a frente e atacando fim com rajada de gelo, não ira surti efeito de dando, mas vai ajudar para os ataques dos outros, sigo nesse ritmo sem parar, ataque aja um breja para um ataque  vai incisivo de minha parte, mas mantendo a distancia do fim, e o alerta para defender e desviar dos ataque do mesmo.

Momento antes de fazer a ação para ao lado de Jones e digo.

Ae, jovem, tudo bem nessa luta ae, vim da uma mão de gelo.
hahahaha...
Depois de acabar isso tudo se ainda estiver vivo, aceito aquele Whisky que você esconde no seu gabinete.
Bora, como diz Spark rei do viados, hoje eu to frenético de energia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Jan 14, 2016 6:41 pm

Titan ao ser jogado longe por Fim se levanta e pode sentir que finalmente controla sua fúria.

E parte contra Fim em um salto ao chegar perto começá a aplicar golpes de Boxe e Karatê.

-AUUUU, HAHAHA você e patético Heitor adotou o nome de Fim mas não consegue dar Fim a uma criança,não é disso que você nos chama Vovo huahuahua.

-Lixo mutante é isso que você é hahahaha,ate sua putinha metallica preferiu ficar com as crianças do que com um velho huahuahua .

-Vou te machucar tanto que você vai desejar ser salvo pela sua filha... é mesmo você a matou feito um covarde huahuajua


Titan continua a atacar Fim com toda força que seu modo Berserker pode dar e aproveitando da sua repentina consciência fica disparando ofensas para distrair Fim.

-Vamos lá vovó Fim confessa para todo mundo que você matou sua única filha para ela não ver que vergonha você se tornou huahuahaua.

-Eu visitei meu avo igual você falou lembra,e ele pediu para te avisar que você foi uma decepção de tao fraco huahuahuaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Jan 15, 2016 9:10 pm

Não calculei o solo, como sempre os pequenos detalhes passam despercebidos, há muito tempo não sinto tanta dor, o traje vem me deixando mal acostumado e esqueço que não sou uma das minhas maquinas.

Ohms surge para minha surpresa

É uma felicitação poder vê-lo novamente Ohms

Fico feliz com uma tecnologia tão avançada como do velho canfora, a muito não podia ver algo tão fascinante, isso me faz lembrar a mim mesmo quando vi os inventos de Hack pela primeira vez, com o golem online comigo já posso calcular o próximo passo já que estou em Berlim, nasci e fui criado aqui, é um ótimo lugar para que o reinado de Fim acabe.

* A distancia entre Berlim e Amsterdã é de 654 km, um golem deve gastar uma hora e vinte para cruzar todo o território, já sei o que fazer*

Como ação inicial mando um dos Golens já vir até Berlim, então hora de fazer como Titan e partir para porradaria. Um som proveniente de Blood Ice atinge meus ouvidos, mas neste momento apenas ignoro o que ele diz até que ele diz algo realmente importante

Não cansa de falar bobagens russo ? Você não é o único que tem planos, e lembre-se NINGUÉM pode se esconder da minha tecnologia

O Golem presente na luta nomeio de Pacifista e o mando pegar o pilar de gelo que Blood usou para impedir minha queda, isso vai servir de tacape. Em seguida aproveito a fúria de Titan e as rajadas de Blood para bater com o pilar de gelo na vertical fazendo Fim de "prego" no chão, já ativando os propulsores para uma rápida distancia, com um movimento rápido o Pacifista vai arrancar um pedaço do chão

Senhorita Rothschild acho que nunca teve um projetil deste tamanho, acha que consegue energizar ?

Espero a ação de Kaboom antes de jogar o pedregulho

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Jan 15, 2016 9:36 pm

Consegui impedir que ela continuasse com os mantras, e para variar que linguagem estranha ! Nunca ouvi, mas não quero nem saber o que significa, aproveito que ela está se recompondo e a golpeio na nuca para um desmaio e parto indo em direção a superfície para ver o que acontece e tenho uma surpresa ! Aquilo que estava ruim está ainda pior, não exito em fazer um movimento para auxilio do grupo, posso não ser brilhante como Peter mas ainda tenho a capacidade de processar tudo rapidamente enquanto me movo, não é digno de genialidade mas em todos os conflitos que passei pude aprender muito

Que os deuses nos iluminem

Corro em direção a luta com a maior velocidade que puder, mas antes que chegue na área de ação do inimigo me detenho freando, meu corpo irá parar mas a massa de ar que foi deslocada pela corrida continuara até se chocar com algo, isso não machuca ninguém, mas pode tirar a concentração de Fim tempo suficiente para que o primeiro a atacar acerte e isso acarrete em todos os outro ataques serem bem sucedidos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E20 - Ofensiva Suprema
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
 Tópicos similares
-
» T4E20 - Ofensiva Suprema
» Capítulo 3 - A Mansão do Inferno
» Legend of Mana
» [Elemento Composto] Suna - Saton
» [KINJUTSU] Souzou Saisei & Byakugou

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: