Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E20 - Ofensiva Suprema

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Nov 18, 2015 7:41 am

Titan após conseguir derrubar mega finalmente

-hahahahaha agora sim, o senhor Mega não é uma muralha inquebrável hahahahaha
Titan vê mega levantar e fazer uma espécie de elogio


-O senhor também é formidável Mega, mas é como falei com o senhor quanto terminarmos aqui só vai haver um de nos em pe e esse vai ser  o verdadeiro herói mais forte da terra.

Titan vê Mega começar o Dempsey Roll

-hahahaha então é assim que vamos agora,pode mandar senhor Mega que vou agüentar,mas será que você agüenta AUUUUUU

Titan inicia o seu Dempsey Roll para atacar Mega
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Nov 18, 2015 9:23 pm

Brain Eater foi formidável, mas não conseguiu acompanhar a minha mente, tenho um segundo para respirar, uso este momento para ativar a legião para retirar os desacordados e feridos do campo de batalha mas antes do meu comando todas as minhas maquinas são pulverizadas em questão de segundos, Spark e Eagle em maus lençóis, Kaboom e Blood enfrentam dificuldades, Krisys, Titan e Tigre não aparentam estar em melhores condições, um grupo de Canforas juntamente com Jinx e Tremor são apagados, esse caos era o que eu queria evitar mas foi inevitável, me sinto frustrado e tenho que tomar a ultima decisão cabível a mim aderir a barbárie. por algum motivo em alguns segundo me vem a imagem da revolução francesa, da politica dos girondinos e dos jacobinos da lei extrema e do guilhotinamento.

Este pensamento que passa em menos de um milésimo de segundo da lugar a um instinto mais plausível para o momento, tenho 8 misseis e os disparo em direção ao pulverizador, faço os misseis terem sentidos diferentes e não terem padrões de movimento para que acertem Pulverizador sem chances de que ele os destrua no caminho.

*Desculpe Kiya, se eu tentar te ajudar posso acabar te atrapalhando, vou auxiliar a todos e ainda encontro uma brecha para te ajudar*

Uso esta brecha para rapidamente voar ate Kaboom e causar um grande ferimento com sabre de luz em seu oponente, já me desvencilhando e disparando um raio de ar frio e outro de água em Blood para ajudá-lo a se recompor.

Falo no radio para que todos os aliados ouçam minha voz

Vamos, estamos próximos da liberdade e vitória, vocês são mais do que isso! Mostrem o suor, mostrem o sangue!

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 19, 2015 5:32 am

*maldito fogo, como eu odeio ele.*

Apos ser jogado com a potencia do golpe de fogo, e ser chicoteado sinto que não esperança, mas por obra do destino( DR. destino sendo o destino de Blood, Piada novaaaaaaaaaaa) sou agraciado por algo cilíndrico, não a tempo para pensar, em um movimento pego o objeto e uso ele contra o inimigo, apos resultado congelo mesmo para matar.

Sem receio homem de fogo, você foi congelado.

Me atento ao campo de batalha, quando escuto a voz de Gadget no radio, desligo o mesmo pois esta sendo irritante escutar a voz enquanto a musica das batalhas tocam e som da morte ecoa pelo campo, procuro me restabelecer e me posicionar para nova luta que virar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 19, 2015 6:01 am

Sinto um frio na espinha paralisante após receber de raspão a carga explosiva de meu oponente. Agora sei o que meus inimigos sentem quando eu ataco e, de fato, sinto pena deles. O efeito paralisante dá vantagem ao meu oponente que consegue me atacar com golpes precisos. Resultado: Sangue e nariz quebrado, como isso dói!

Mas receber estes golpes me fez formular uma tese: Meu adversário é capaz de absorver meu efeito explosivo e reverte-lo a bel prazer. Só pode ser isso! Ou há um outro motivo pra ele não ter me explodido?

Calculando com esta tese a priori, inicio um contra ataque. Ignoro minha dor momentaneamente e parto pra ofensiva, usando técnicas de chutes altos ao flanco esquerdo do oponente, visando abrir sua defesa ao lado direito de sua base. Feito isso, giro meu corpo para acertar uma potente braçada em sua costela para fazê-lo abaixar e se tornar presa para um chute invertido, de cima pra baixo, com o calcanhar em sua nuca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 19, 2015 8:15 am

Estou perdida, olho por todos os lados e não encontro a origem do ataque tento me manter atenta ao meu redor, mas...

Um clarão me atinge e sou arremessada, meu corpo inteiro dói, antes mesmo de abrir os olhos algo me dizia que aquilo estava errado, eles ardiam muito, e minha suspeita se fez realidade...

Não conseguia mais ver nada, um pavor começou a crescer dentro de minha barriga, e uma vontade de gritar quase me afogou, porém eu ainda estava ali, viva... Mas e Spark?

Aquilo era uma guerra, será que ele estava bem? Não parava de pensar nele, e dali do chão de onde eu me encontrava não consegui emitir um único som, acho que era o ápice do meu pavor, que me paralisou...

Suprema sentiria vergonha de mim, e eu inveja dela... Não isso está errado, Theo não está morto, ele, ele é rápido, não seria pego, além disso Tim ainda nos espera em Teenimac, a causa mutante o futuro do mundo... Tudo isso me mantinha viva...

Parada ali, machucada e sem armamentos, sem rádio para me comunicar com os outros seria um alvo fácil, tenho que me esconder, mas cega seria como se andasse para a morte.

Mas, eu não sou uma qualquer, sou uma mutante e confio em meus olhos, mesmo nesse estado...

Me concentro e tento me recordar do cenário que vi antes de meus olhos se cegarem, procuro em minha mente por algum lugar que me sirva de abrigo, pois ali na batalha e cega poderia ser um atraso para Spark...

Assim que me lembrar de algum lugar, saio em disparada até ele usando todas as forças que me restam e torcendo para o fim vitorioso de nossos aliados...

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 19, 2015 5:11 pm

Me vejo frente a um adversário que parece ser muito semelhante a mim. Pelo menos no instinto. Não sei dizer se ele sabe que eu estou apenas tentando ganhar tempo ou tentando desmoralizá-lo. Mas, até o momento, isso parece ter funcionado da melhor maneira possível: ele ficou calado. No entanto, eu, sendo um gato, sei que quando fico quieto, é por que estou me preparando para o ataque. Ele pode estar fazendo o mesmo. E, se me atacar, provavelmente virá agressivamente e descontroladamente, e é aí onde vencerei.

- Você quer ser temido, não é? Quer tentar ser superior aos outros, dá pra perceber a partir de sua postura. Mas não adianta nada, você escolheu o lado errado. Pensa que, se vencer, as pessoas vão te respeitar? Vão te venerar? Patético. Assim que precisarem, eles vão te descartar. Você é descartável e desprezível para eles. - respiro fundo e recoloco minhas garras pra fora. - Está destinado a ser um fardo, e não pode fazer nada para mudar isso. O que tentou fazer foi se unir a um bando de bandidos. Uma atitude fútil de uma pessoa fútil.

Continuava a tentar desmoralizá-lo, queria fazê-lo vir me atacar, para poder ter a vantagem do corpo-a-corpo e poder conhecer melhor seus movimentos. E, sendo atacado, utilizarei meus métodos selvagens de combate e me aproveitarei para me engalfinhar num confronto contra ele. Nesse confronto, pretendo tentar imobilizá-lo, mordendo-o em áreas que pudesse limitar seus movimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 19, 2015 9:21 pm

Para minha surpresa a mulher escapa da armadilha com teletransporte, não sabia até então que ela podia fazer algo do tipo e no estado do meu corpo seria muito difícil conseguir fazer algo. Certamente estava em clara desvantagem só restava fazer a unica coisa disponível, correre fugir e esconder-se. Esperava encontrar algum reforço no meio do caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Nov 24, 2015 8:31 pm

Apêndice Keira:
 

As várias frentes da guerra se desenrolar em batalhas de tirar o fôlego dos espectadores. O mundo inteiro acompanha via televisão, rádio e internet aos atos dramáticos no centro de Berlim, prestando atenção a cada detalhe, a cada nuance, torcendo para aqueles com quem há mais identificação particular. O mundo inteiro é um só, pelo menos uma vez em sua história. Pode-se dizer que está é a segunda grande guerra que possa ser considerada mundial, em sua totalidade. As câmeras se esforçam para captar todos os movimentos em tempo real, acompanhando aqueles que lutam e, por sua vez, a exceção de Bugarski, todos se importam demais com suas lutas, esquecendo que a imprensa está cobrindo aquele grande evento.

- Não temos tempo a perder! Don, Bronson! Formação de combate!

Constructor e seus dois fiéis amigos se posicionam lado a lado sendo envolvidos pela energia de Constructor, num globo roxo que alça aos céus em alta velocidade de encontro a Fim. O choque inevitável chama a atenção de todos pela potência catastrófica.

Sabendo que seriam alvos de um contra golpe, Don é enviado a frente, recebendo a carga de um violento soco de Fim. O corpo de Don se enrijece de maneira impenetrável, multiplicando seu peso drasticamente, assim, Don evita que o golpe recebido cause-lhe problemas e, na sequência, se agarra a Fim e usa seu novo e imensurável peso para cair vertiginosamente, causando grande impacto na queda. Don, por cima, levanta e sai de cena no momento exato em que Bronson ataca com os braços imitando materiais cortantes, desferindo golpes contra Heitor, cortando a carne do antigo aliado. Ao finalizar o ataque, o pai de Bugarski se dissipa em fumaça e Constructor toma a frente, criando uma espécie de “Shotgun” energética gigante, atirando diretamente contra Fim. Uma grande explosão se forma com a violência do golpe mas logo Fim surge, com a roupa em farrapos e sangue espalhado pelo corpo, mas sem demonstrar nenhum sinal de cansaço.

- Vocês ainda são bons, admito. Mas se tiverem apenas estas técnicas ultrapassadas, não me servirão nem de aperitivo!

-Você ainda não viu nada, Heitor. Temos algumas surpresas pra você! – decreta Bronson

Na batalha da força extrema se encontram Titan e Mega, ambos promovendo o mesmo espetáculo. Os dois dançam, fazendo o movimento típico do Dempsey Roll, como se aquele espaço fosse um ringue de boxe. Os movimentos executados atingem a perfeição, sendo um belo baile de se assistir mas que nada equivale à empolgação de assistir os socos cruzados que acertam um ao outro, produzindo grandes espaçamentos de vácuo, aturdindo a vários outros guerreiros que situam-se ao redor. Mas no final acaba vencendo o mais técnico. A violência dos golpes de Mega geram maiores espaços de vácuo mas é a habilidade de Titan que é determinante, acertando um último soco diretamente na face de Mega, jogando-o a metros de distância. Desta vez o grandalhão demora um pouco mais, mas acaba por se levantar:

- Esta rodada foi sua, garoto! Mas agora é a hora de ver como se sai com suas fraquezas!

Mega age velozmente, se projetando contra Titan a grande velocidade, agarrando-lhe pelos braços e alçando vôo, sem cessar, subindo cada vez mais.

Tigre procura desmoralizar o oponente para que ele se descontrole ainda mais e não apenas hesite no ataque. Mas desta vez o oponente começa a rir, meio desesperado antes de falar:

- Você não parece ver as coisas com lucidez, coió! Tudo bem, não dava pra esperar algo diferente de um animal. Não sou eu quem espero ser temido, venerado ou respeitado. Há muito mais em jogo aqui do que isso e, se você ainda não percebeu, somos peões num tabuleiro de mestres do xadrez.

O homem parte contra Tigre e o garoto Yannick não encontra dificuldades em entender os movimentos alheios, mordendo-o as vezes em partes que limitavam sua movimentação, como joelhos. Assim, o homem observa Tigre, sem ter muitas possibilidades de movimentação, mas mantendo uma ferocidade digna de um grande felino.

Krisys enfrenta imensa dificuldade contra um oponente que parece ser mais veloz que ela. Percebendo ser alvo de uma arma, ela se posiciona colocando o seu corpo inteiro no limite da velocidade que é capaz de alcançar. O ato perspicaz faz com que, finalmente, ela perceba a movimentação do inimigo, que se volta para as costas dela. Esta visão é possível devido ao efeito ocular que acompanha sua velocidade, mostrando uma ligeira vantagem de velocidade para o inimigo, tornando um chute executado pela egípcia em um ato inútil mas, não em sua totalidade, pois o inimigo desiste de atirar e diz:

-Como você pode me enxergar? Eu parei o tempo!

Theo Valentim sente a dor de perder sua mão direita, uma dor tamanha que fica difícil acreditar que sua mão deixara de existir. Sem perceber, tomado pela adrenalina e pelos espasmos elétricos atuantes em toda a extensão de seu corpo, a ferida acaba cauterizando, estancando o sangramento enquanto Spark segue com um ataque enfurecido.

-Como você irá se chamar agora? Eagle Without Eyes? Ou Eagle Blind Eyes?

Letícia não pode mais enxergar, pelo menos não momentaneamente. Mas sua audição continua perfeita, o que não pareceu muito bom agora, pois, teve de escutar uma piada infame do sósia elétrico de seu amado, uma espécie de sósia muito fiel, diga-se de passagem. Sem enxergar, a garota recorre a sua memória do terreno, mas isso não serve-lhe de auxilio pois o terreno mudara drasticamente a cada instante. O que de fato impressiona é a quantidade de sons que chegam aos ouvidos de Eagle, sons e ruídos tão distintos quais nunca havia percebido ou distinguido. E o mais incrível, eles não causam torpor, pelo contrário, eles são importantes, aliados à uma última lembrança de registro ocular, para que Eagle consiga desenhar em sua mente o cenário de guerra. O desenho é tão perfeito que ela consegue visualizar mentalmente o ataque de Theo.

Spark corre em zigue-zague, se aproximando do arqueiro. Sua velocidade é suficiente para confundir o oponente, deixando a aljava a mercê de sua única mão. O garoto elétrico encontra um dispositivo explosivo na aljava e o ativa ali mesmo, saindo de cena na seqüência e podendo ver a explosão no tronco do oponente dividi-lo em pedaços nada uniformes. Spark segue sua via sacra enfrentando seu sósia, usando um movimento que é facilmente imitado exceto pela parte que Spark crava ao inimigo um sonora joelhada na região estomacal seguindo de uma violenta cotovelada no melhor estilo muay thai. O inimigo não cai e Eagle Eyes escuta dentro do corpo dele cada célula ganhando cargas elétricas enormes. A garota também acha estranho que em um ponto mais ao sul da batalha outro homem recarrega uma espécie de canhão de grandes proporções, sem que ninguém faça nada para evitar.

Em apuros, Blood Ice se agarra a sua última e desesperançosa cartada: o instrumento indefinido que se posiciona ao chão, atrás de sua coluna. Sem se dar conta do que se trata, ele agarra o objeto e arremessa contra o inimigo. No ar é que ele pode ver que se trata de um cilindro de gás de cozinha, altamente inflamável.

-Hora de descongelar por completo, seu frango congelado!

O controlador das chamas acerta com seu chicote o cilindro e a explosão se forma de imediato.

Após se recuperar da batalha mental, Gadget avalia o cenário e opta por auxiliar o maior número de pessoas que é capaz. O primeiro ato do gênio consiste em atirar de forma descoordenada e descompassada seus oito poderosos mísseis, todos com o intuito de eliminar o Pulverizador. O gênio prevê seu sucesso e parte ao auxílio de Kaboom que ainda segue estudando o seu oponente, criando uma tese sobre ele. Gadget acerta com seu sabre o inimigo de Kaboom, perfurando-lhe o ombro.

A herdeira Rotschild então se aproveita do ato sem cerimônia, aplicando chutes altos no flanco esquerdo do inimigo, acabando por abrir a defesa do lado direito, agora completamente avariado pela ajuda de Gadget. Assim Kaboom consegue girar seu corpo em 360°, acertando uma bela braçada na costela direita do adversário, fazendo-o abaixar e colocar as mãos sobre o local atingido e tornando-o um alvo fácil para seu chute invertido, acertando com o calcanhar a nuca do inimigo. Ele cai atordoado ao chão, mas antes que possa se tornar alvo de mais golpes, ele puxa com as mãos as pernas de Kaboom, derrubando a garota e dando tempo a ele de se levantar.

O garoto elástico, Nexus, toma uma atitude inesperada: fugir. Ele começa a correr, à procura de um local seguro, mas é surpreendido pela Lâmina da espada da inimiga se aproximando de seu pescoço. O jovem tem tempo apenas de fechar os olhos e esperar a morte certa. Mas, com os olhos fechados ele não vê a espada se retorcendo e rasgando o corpo da moça. Ao abrir os olhos, Nexus vê Bugarski a sua frente:

-Já vi gente estúpida! Mas correr de alguém que teletransporta é a primeira vez! Agora saia da minha frente senão eu mesmo vou te matar, seu covarde!

Bugarski empurra Nexus de lado e emite um pulso eletromagnético de proporções enormes, mas concentrado e de propagação reduzida para não afetar o trabalho da imprensa. A rajada energética segue até a explosão que acertaria Blood Ice, vetorizando sua propagação inteiramente de forma contrária ao controlador das chamas. A velocidade que as chamas atingem não permite ao inimigo de Blood Ice controlar o fogo, sendo ele mesmo consumido por elas antes de ser congelado por completo pelo russo.

-Ei Hugh! – Chama Bugarski – O cabeludo! O cabeludo!

Pulverizador arremessa sua energia destruidora contra Hugh que agora conta com o auxílio de Gadget, recuperando as propriedades energéticas de baixa temperatura de Hugh Irenia. Blood Ice, graças ao apoio de Gadget, desvia do ataque e vê aquele energia varrer o cenário por onde passa por longos metros, pulverizando até mesmo uma Canfora poderosa como Whitney, além de destruir um dos mísseis de Gadget que vinham em sua direção. Gadget observa a tudo aquilo até que é surpreendido por Bugarski:

-Desculpe gênio, mas seus mísseis serão inúteis aqui!

Bugarski, após se desculpar com Gadget, manipula todos os outros sete mísseis restantes, atirados por Peter. Sob posse deles, o búlgaro salta na direção de Fim e arremessa todos os sete, de uma vez, contra o grande vilão. Fim só tem tempo de dizer:

-Desgraçado...

Uma imensa explosão é erigida em terra, cessando as batalhas por um curto espaço de tempo, já que Celine bate suas asas fortemente, eliminando parte da fumaça. Ali eles podem ver Fim caído, mas visivelmente vivo, já que respira sem dificuldades. Bugarski diz a seu pai:

- Não é mais uma questão de honra esta luta de vocês, pai! Eu vim para matar Fim e é isto que vou fazer! Não há mais a hipótese de manter este homem vivo! Não depois de tudo que ele fez! Estou certo, Contructor, ele matou o seu filho! Seu único filho!



OBS: -As postagens devem ser efetuadas até as 19 hs de sexta feira, dia 27/11
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Nov 25, 2015 8:43 am

Titan após iniciar seu Dempsey Roll.

-Senhor mega acho que essa é a luta mais épica contra um inimigo super forte,mas acho que o senhor deve ter lutado com muitos inimigos mais fracos então se deixou levar pela pura força e deixou a técnica de lado.

Titan então consegue acertar um soco direto em Mega o derrubando

-AUUUUUU consegui te derrubar

Titan então vê Mega se levantar e falar algo sobre enfrentar sua fraqueza

-Manda ver senhor Mega estou aqui para isso, mas não esquece que para cada fraqueza que eu vencer so vou ficando mais forte uahuahuahuahuha.

Mega parte contra Titan e segura seus braços começando a ver cada vez mais alto.

-Aff eu não entendo porque super-fortes tem que voar é muita babaquice juntar esses poderes ahuahauhauhauha,por acaso você solta raio de calor pelos olhos e sopra vento gelado hauhauah.

*o que vou fazer ele vai subir ate rolar o que, me deixar sem ar ou me soltar la de cima?.
Que merda da para fazer agora*


Titan tenta usar toda sua força para abrir os braços de Mega enquanto tenta aplicar uma cabeçada com o maximo de força que conseguir
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Nov 25, 2015 9:23 pm

Sorrio ao ver seu desespero e descontrole. A arte da guerra diz que um inimigo desmoralizado perde a vontade de lutar. Um inimigo desesperado ataca sem estrategia. Bom, pelo menos era isso que estava escrito no livrinho que eu achei num lixo em Teenimac... Longa história, outro dia eu conto.

Senti o sangue dele na minha boca, e percebi o cheiro do medo nele. Voltando a minha forma híbrida, volto a falar com ele, o rodeando como um predador que cerca sua presa. Meu olhar predatório é algo deveras intimidador. Os meus olhos refletem a sede por sangue e as presas ensanguentadas mostram que estou disposto a qualquer coisa. Mas resolvo voltar a atacá-lo verbalmente.

- Acha mesmo que tudo se baseia num simples jogo de xadrez? Se fosse isso mesmo, você seria o tabuleiro, onde todos pisam. Seu riso tenta esconder o desespero em seu olhar. O que você quer é voltar pra sua casa, pra sua família, ver o sol nascer amanhã. Você tem razão numa coisa: Sou um animal.

Enquanto o rodeio, volto a lentamente me transformar num tigre completo, perdendo pouco a pouco a capacidade de fala, mas não sem antes terminar com a seguinte frase:

- E eu não precisei ser temido para deixar você em minhas patas. E agora... Grrrr... Nisso que você chama de xadrez... Grrarrr... É hora de sua peça cair.

Só preciso de um ataque. Um ataque veloz e preciso. Ele provavelmente não está aguentando de dores, graças às mordidas nos locais corretos. Ele está acuado. Um animal acuado ataca, mas ele não é um animal... Eu sou.

Só preciso finalizar com uma mordida em sua jugular. O golpe fatal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 26, 2015 8:59 pm

Finalmente sucesso, um inimigo que para o tempo é algo perturbador, não sei como reagir a isso, Peter com certeza teria um plano e o senhor Nero bateria de qualquer maneira. não respondo meu oponente por falta de palavras, mas este pequeno surto me faz lembrar das seringas que o senhor Peter distribuiu, injeto rapidamente em mim a adrenalina para que meu metabolismo seja elevado. Com meu conhecimento medico sei que o excesso de adrenalina no corpo é prejudicial pode fazer meu coração "voar" para fora do peito, sentir falta de ar, transpirar excessivamente e me desidratar, minha visão pode ficar turva, posso ter dores pelo corpo, mas sei bem como "gastar" a adrenalina, quando mais eu me esforçar mais adrenalina sera consumida, me dando o beneficio anestésico e uma forcinha extra.

*Que os deuses da terra me guiem*

Munida com essa velocidade excessiva não dou tempo para meu oponente, continuo com minha velocidade alta e o golpeio sem dó com diversos chutes alem de golpeá-lo nos braços com minha faca para que ele não utilize a arma de fogo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Nov 26, 2015 9:22 pm

Minha atitude de distrair para ajudar foi efetiva, mas não adianta elucubrar sobre isso agora, o campo de batalha ainda é algo temoroso e preciso ajudar mais para que em número possamos vencer mas inicialmente o pulverizador é um problema gigante, eliminou uma canfora rapidamente, mas pelo que pude perceber há uma brecha de tempo entre seus ataques, a resposta para esta equação é derrubá-lo sem um golpe direto, cortar o seu suprimento de oxigênio seria o ideal, nessas horas sinto falta de Valzack e Damiani, para eles seria fácil derrubar o pulverizador. Não é possível que estas rajadas tão poderosas não cansem seu corpo, o time vai ter que esperar um pouco, tenho que conte-lo.

*Sem proteção, energia parece sair de seus braços, os olhos tem aspectos de poder*

Programo o leitor do traje para grandes quantidades de energia, ele vai me avisar do acumulo e do momento em que houver o disparo. Com um dos meus canhões disparo um laser poderoso contra Pulverizador, me mantenho em movimento constante para não receber uma ação direta, quando o rastreador apontar a emissão de energia o faço atirar na direção dos meus oponentes para que destrua o máximopossível, esta ideia não me agrada mas é a unica plausível por hora.

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Nov 27, 2015 9:17 am

Consigo de uma forma bastante peculiar acompanhar todos os sons que me rodeiam e com eles montar em minha mente as cenas.

Vejo o meu amado ferido, atacar de uma forma brutal dois dos nossos inimigos, o primeiro é morto sem maiores problemas porém o segundo me deixa bastante desconfortável... Ah algo de errado.

Quando estou prestes a gritar para Spark, escuto algo terrível, alguém está correndo mais perigo que nós me viro e grito:

-Blood!!!!

Mais acompanho a ação de Bugarski o que deixa aliviada e pronta para agir.

Me concentro em Theo novamente e com um arremesso tento mandar minha faca de caça contra o oponente de meu amado, esperando feri-lo para ceder uma vantagem a Spark.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Nov 27, 2015 9:32 am

A fúria cresce dentro de mim, em minha disparada pensamentos sobre a minha família e amigos aparecem a todo instante, sei que essa pode ser a minha última batalha, não que eu queira, mais é um risco que assumi quando decidi assumir esse manto.

Theo tem amores, responsabilidades, compromissos e uma família... Spark não, ele é um herói, que lutara e morrerá para defender o bem..

Esse pensamento me enche de coragem para o ataque, derrubo sem piedade o primeiro, o segundo é alvo de dois movimentos que em situações normais derrubariam outros inimigos... porém ele se mantém de pé.

Não baixo a guarda e não me dou o direito de expressar qualquer reação à ele, não abrirei mão da vantagem psicológica.

Sigo segurando com minha mão boa a cabeça dele a trazendo de encontro ao meu joelho para disparar outra joelhada, seguida de uma trombada para atordoá-lo.


Procuro por uma fonte de eletricidade próxima para drená-la e assim não baicar a minha velocidade, uma vez que ataques elétricos contra ele não funcionaram....

Sinto algo metálico se movimentando em nossa direção, acredito que Eagle não de deu por vencida, mas espere...

Ela pode estar tentando me informar algo... de um salto me afasto do atacante, esperando a faca de Eagle atingi-lo.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Nov 27, 2015 2:59 pm

salvo pelo tempo final, mas mesmo assim meio baleado, recupero-me e logo parto para ataque logo após analise do gênio e o ataque do mesmo, parto em velocidade para atacar direto Pulverizador, me mantendo e movimento sempre procuro me aproximar o máximo possível usar uma rajada de gelo bem forte mirando o rosto do mesmo, com intenção de cegar ele, para que possa usar mais golpes e matar o inimigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sex Nov 27, 2015 3:17 pm

Ataque perfeito igual a ataque efetuado por mim! Mas Gadget me faz o favor de acabar com minha graça ao me ajudar.

-Gadget, seu imbecilóide! Vai ajudar quem precisa de verdade! Deixa que aqui Kaboom resolve sem deixar vestígios, ok, cherié?

Tá, sendo honesta, eu precisava daquele auxílio, só não posso dar o braço a torcer de forma alguma! Mas é triste ver que tantos de nós estão morrendo, eu mesma estou aqui, toda detonada o que vai me fazer gastar quilos de dinheiro com cirurgiões, esteticistas e cabeleireiros, e Bugarski não faz nada pra nos auxiliar? Poxa, eu sou mulher dele, ele quem devia vir numa cavalaria, com aqueles longos cabelos esvoaçantes(odiei ele ter cortado-os) e não um alemão engomadinho!!

-Ai cacete!

E olha só! Eu estou ao chão. Houve uma época que eu nunca ia ao chão. Hoje ele é mais companheiro meu do que o álcool de Bugarski. E já que somos tão próximos, executo uma rodada no estilo break(pois é, sou talentosa em lutas e tambem em dança, sabem como é, sou uma rainha) e me levanto de ponta a cabeça para descer com um chute violento contra as costas do inimigo. Desta vez faço de forma explosiva, quero testar uma hipótese.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Keira Bürckle
Teen
Teen
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 25
Localização : Dublin IE

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Sab Nov 28, 2015 1:47 am

Após enterrar meu ultimo amigo levo meus dedos sobre a face direita do rosto, lembrando-me do dia em que minha mãe assassinou os membros da resistência, meus amigos, ainda me lembro dos corpos retorcidos em posições não anatômicas, uma situação muito semelhante a essa.

-Não dessa vez mamãe.

Sussurro o singelo lamento ao perceber que ao menos dessa vez pude enterra-los.

Eu deveria odiá-la, por tudo o que fez, pelo o que representa, mas como eu posso odiar a minha própria mãe? como posso odiar aqueles que me criaram.

As vezes acho que Nathan está certo, estamos em lados opostos nessa guerra, e a grande verdade nisso tudo, é que não sei o meu lugar aqui, não importa de que lado eu esteja, estarei lutando contra pessoas que amo, luto contra o instinto natural de voltar para casa quando tudo dá errado.

Nos últimos anos minha mente se tornou abrigo de uma interminável confusão, e os acontecimentos recentes só fizeram essa situação se agravar, nem todos são exatamente os heróis autistas que aparentam, mesmo entre os rebeldes.

Mesmo em meio a toda a confusão que se instalava em minha mente, tentei manter o foco no holograma.

Por um segundo achei que a imagem que se formava era a de Peter, meu mentor, a quem tenho como pai, mas não, aquela era outra pessoa.

Meu coração dispara ao ouvir os quatro registros, ao ouvir o nome de Esther, minha avó, mas o ultimo estava incompleto.

MAS QUE DROGA, tanto trabalho e tantas vidas para um registro incompleto... tudo bem, tudo bem, vamos manter a calma.

Vamos aos fatos... algo no passado mudou minha avó, e consequentemente o rumo do mundo, nada pode ser mudado no nosso tempo, tenho que encontrar uma das oito maquinas do tempo e regressar até o momento desse "confronto", ou melhor, tenho que voltar antes do "confronto" conseguir mais informações, mas primeiro, tenho que chegar até uma dessas máquinas.

Mal pude terminar meus pensamentos e algo se aproximou, alertou sobre a chegada "Dele", antes que pudesse responder, Jinx partiu.

Quando Morte tocou o solo tive flexionar rapidamente meus joelhos para não perder o equilibro, meus cabelos levantarem voo no impacto produzido, tornando minha visão um emaranhado de fios vermelhos. e o cubo se esvaiu como agua entre meus dedos, tenho mãos rápidas e leves, mas essa foi uma péssima hora para elas falharem.

As palavras do meu tio romperam os tensos segundos de silencio, e tudo novamente ruiu em confusão, eu poderia simplesmente apontar a direção que Jinx partiu, retornar para casa e talvez dessa vez ganhar uma abraço de minha mãe ao invés de um tapa, mas algo gritava dentro de mim para não a fazer isso, não queria trair Jinx, não queria mais lutar contra a minha família.

-Não sei se minha mãe sabe se estou aqui Tio, a ultima vez que nos vimos ela me trancou em meu quarto, mas nenhuma parede pode me segurar, de qualquer forma, sabe que me machucar não é uma tarefa simples, então não há com o que se preocupar.

Digo minhas palavras fitando o solo onde repousam os corpos de meus amigos.

Tentei em vão calcular minha próximas palavras e por fim, meus pensamentos foram para outro lugar, um lugar seguro e pacifico, insistente.

Me inclino sobre o local o cubo repousa, sacudo minhas mãos sobre o solo limpando o local para me sentar, discretamente e em um movimento rápido empurro o cubo alguns centímetros para o lado, atravessando minha roupa e o acomodando de volta em meu bolso, sempre fui exageradamente preocupada com limpeza, tomaria esse cuidado ao me sentar no chão sujo, mesmo coberta com o sangue de meus amigos.

Ainda não tinha um destino certo para o cubo, e não me importei em decidir agora, poderia prosseguir com o plano de voltar ao passado, entrega-lo ao meu tio ou simplesmente destrui-lo.

Envolvo meus joelhos em meus braços e finalmente alinho meus olhos aos do meu tio, mudo o tom de minha fala para algo carregado de desespero.

-Tio Hristo, você já pensou em como seria o mundo sem todas essas divisões? sem os poderes? apenas eu, minha mãe, você e meus avós em frente a uma lareira assando salsichas em uma noite fria.

Me encolho entre meus joelhos me sentindo pequena, sabia que não poderia correr do meu tio, sabia que ele encontraria Jinx.

-Tio Hristo, pode me levar para casa?

Em meio ao labirinto de indecisões de minha própria mente cheguei a algo que ganharia tempo para Jinx viver, em casa eu estaria mais próxima das maquinas do tempo, mas tinha planos verdadeiros de retornar à minha família, tudo era confuso e nada estava decidido.

Farei uma escolha de cada vez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Seg Dez 07, 2015 10:14 pm

Apêndice:2104:
 

Hack, em algum lugar no espaço tempo conversa com Gárgula, enquanto observam o desenrolar da guerra:

-Não deveríamos fazer algo dessa vez, mestre?

-De forma alguma, Hack. Neste embate até mesmo eu poderia ficar seriamente ferido. Honestamente, observando mesmo que dê longe, vários destes que lutam já ultrapassaram as capacidades de todos os que vivem no esgoto. Eles só não sabem disso.

-Ainda sim acredito que sejamos úteis.

-Seríamos, mas pra que propósito? Meu filho, nós não pertencemos mais ao mundo deles. Nele só encontramos desespero e morte. Eu acreditei no ideal do pequeno Statäinhoffen por um tempo, mas os milênios que vivi me ensinaram muito. Hoje sei que, se ele vencer o mundo será próspero por muito tempo. Mas quando ele cair, o caos será instaurado de imediato e este mundo vai ser um péssimo lugar pra se viver.

-Então não seria melhor intervirmos e ajudar Fim?

-Seria ainda pior, se Heitor vencer o mundo será um lugar péssimo já a partir de amanhã.

-Então qual a solução?

-Nos abster, filho, nos abster...

-Mas eu tinha planos! Tenho Dominic aqui conosco, vencemos a Confraria. Estava tudo caminhando perfeitamente.

-Estava, mas você analisou mal. Viu os inimigos, viu seus movimentos, mas não viu a grande jogada deles.

-E qual foi?

-Ainda vai ser revelada, aguarde.

De volta à Berlim, a guerra segue turva, empoeirada e explosiva. São tantas as demonstrações de poder elevadíssimas que certas batalhas passam despercebidas, outras, ao contrário, chamam a atenção pela plástica e desempenho dos atores que insistem em viver e não se darem por vencidos.

-Sim, Komaniov! Ele matou meu filho! E é isto que estamos tentando evitar, que ele mate mais filhos! Agora saia logo daí!

-Já não há mais tempo! Sua vez de perder seu filhotinho, Stoichkov!

-Não faça isso Heitor! Komaniov!

Fim se levanta sem que seja perceptível sua movimentação, agarrando Bugarski pelo colarinho e emanando da mão que o agarra uma energia de cores fluorescentes das mais diversas, explodindo na seqüência. O corpo de Bugarski é arremessado a uma velocidade e potência incríveis, para o alto, passando próximos de Titan e Mega com facilidade, e Bronson nada pode fazer nesse curto espaço de tempo.

Mega vê aquilo sem soltar Titan, que tenta se desvencilhar sem sucesso mas, num ataque enfurecido, Titan consegue aplicar uma cabeçada potente contra Mega que sangra de imediato, mas não solta Titan.

-Mas que desgraçado! Isso doeu bastante! Agora me escute, pivete! Seu chefe acabou de passar aqui voando e não sei se vai sobreviver. Durante a nossa luta eu pude perceber algo. Eu não posso estar ao lado de Fim. Ele manipulou a essência de dois garotos que estão usando poderes absurdos e místicos contra a humanidade e, bem, eu sou um herói! Meu dever é acabar com Fim e não posso fazer isso sozinho, por isso subi até aqui. Quer fazer parte da história? Foda-se! Vai fazer, segure sua onda parceiro! Lá vai!

Mega arremessa Titan, a mais de mil metros de altura, com o máximo de força. Titan não tem muito tempo pra decidir o que fazer antes do impacto contra Fim, que não o vê, já que está entretido com os três Canforas máximos.

Tigre desmoraliza seu oponente enquanto mina suas forças com ataques concentrados. O inimigo nada pode fazer contra a investida feroz do animal. Com um movimento bem executado e veloz, Tigre acerta a jugular do inimigo, que cai escutando o assobio do sangue jorrando por seu pescoço, um exímio trabalho de um assassino. O pai de Yannick assiste a cena e parabeniza seu filho.

-Excelente, minha criança! Agora vamos ajudar aqueles que...

Tigre pode presenciar a cena que nunca desejou. Enquanto seu pai, sustentado pelas patas traseiras, como um bípede, apontava para a direção do inimigo grandalhão, seu corpo é perfurado por garras ósseas que lhe cortam a barriga, abrindo-a e revelando suas tripas. O Sr. Aprille não tem tempo nem de se despedir de seu filho, tombando em campo, e Tigre pode ver o algoz de seu pai: o inimigo que ele julgara ter derrotado.

-O que acha, meu querido animal? Você se carregou de sua soberba e me subestimou. Não contou com minha habilidade regenerativa e atuou como se tivesse tudo sobre controle. Pois é meu chapa, não tem! Agora vou revelar meu plano: vou domesticá-lo e você será meu mascote, certo bichano?

O oponente de Tigre mostra-lhe as garras ainda sujas com o sangue de seu pai.

No chão, ao lado de seu oponente, Esther Rotschild observa suas parcas opções enquanto questiona mentalmente a atitude de seu marido. Ali, com poucas condições de fazer um movimento efetivo, ela mostra mais uma vez porque sempre foi uma mulher a ser temida. Impulsionando o seu corpo, apoiando suas costas como base, ela gira em 720°, elevando suas pernas ao ar, se sustentando pelos seus braços. Mirando as costas do inimigo, ela desce seu pé esquerdo, energizado com seu potencial cinético, acertando em cheio o oponente. Mais uma vez o inimigo recebe a dor do impacto físico, mas a energia explosiva é sugada. Ele se levanta e pega a garota pelo colarinho, levantando-a:

-Você não aprendeu até agora o que sua energia faz em contato a meu corpo? Francamente, mulher! Você é patética!

A novidade sonora a qual Eagle experimenta, embora assustadora, é empolgante. Ela consegue se conectar a cada uma das pessoas no local, escutando o movimento de seus corpos, o acúmulo e o dissipar das energias. Observando onde o inimigo que enfrenta Spark se situa, ela atira sua faca de caça, sem pestanejar, contra o inimigo. Neste momento ela consegue perceber mais um detalhe que antes não era capaz: os cheiros atingem suas narinas com maior intensidade, cada qual de uma maneira, como se tivesse cor. Cada elemento em sua essência odorífica. Hagi, mentalmente, lhe informa:

* Parabéns garota! Agora sim, podemos dizer que você é uma mutante ômega. Procure agora desvendar cada um dos seus sentidos e o que eles podem fazer pra lhe auxiliar. *

Spark não solta seu oponente e aplica outra joelhada em sua face para atordoá-lo, seguindo com uma trombada com seu ombro para que a manobra atordoante tenha mais efeito. O ato, embora extremamente poderoso, não passa de uma mera distração barata, já que o oponente se encontra no auge de sua força. Ele então se prepara para um golpe:

-Já sentiu uma descarga que suas células não pudessem assimilar, xará? Então é a hora de sentir!

Carregado de eletricidade e soberba, o inimigo não enxerga a faca arremessada por Eagle, ao contrário de Spark, que aguarda por aquele momento. A faca acerta-lhe o peito, perfurando-o e dissipando bastante energia, fonte de onde Spark é capaz de sugar eletricidade.

O oponente de Krisys mostra sua surpresa, se tornando hesitante. Ela então opta pelo seu entendimento do organismo humano e sua produção hormonal. Avaliando os prós e contras ela atua em uma corrida a ser registrada no livro dos recordes, caso alguém pudesse tê-la observado. Em alta velocidade, a máxima que um dia a garota conseguiu registrar, a garota consegue golpear com inúmeros chutes e golpes perfurantes com sua faca de caça nos braços do inimigo. Ao terminar ela pode perceber que seu inimigo está ao chão, agonizando.

Gadget programa seu traje, sua obra máxima de engenharia e mecânica, capaz de elucidar a todas equações, para avisá-lo de acúmulos imensos de energia. Apesar de a manobra ser inteligente, ela encontra um problema exponencial. Ao optar por esta estratégia, o traje de Gadget começa a informá-lo de vários atos. O seu sistema informa primeiramente do ato de Fim, seguindo do ataque conjunto de Mega e Titan, pulando para o chute de Kaboom e passando pelo efeito de sugar energia, efetuado por Spark. Com o traje detalhando cada ação, seu ataque contra Pulverizador acaba não sendo efetuado, já que o traje informa de uma única vez, três grandes potencializações energéticas:



O computador de Gadget não se engana e aponta para as direções de Pulverizador, Cometa e Kaboom (mais precisamente para o oponente de Esther).

Kaboom enxerga seu reflexo no olhar sanguinolento de seu oponente. Ali, a primeira dama de Teenimac contempla a sua morte, mas não sem observar o ferimento causado por Gadget no ombro de seu inimigo. Do ferimento ela consegue ver faíscas surgindo e, em poucos instantes, enquanto o seu oponente parecia estar armando mais um explosão, desta vez para eliminá-la, o corpo do homem não resiste e explode, transformando o arredor em um espaço borrado do mais rubro sangue.

Blood Ice segue sua empreitada contra o Pulverizador. A investida do russo é veloz, já que ele consegue recuperar sua energia quase que em sua totalidade. Ele se aproxima com movimentos visando confundir o inimigo, o que funciona, já que ele não ataca. Ao se aproximar ao máximo que calcula como uma distância segura, Blood Ice arremessa uma rajada de gelo contra o rosto de Pulverizador, acertando em cheio? Não! Antes que chegasse aos olhos do oponente, o gelo se desfaz, desaparecendo imediatamente.

-Ele é cego! Não adianta tentar fazer isso! Ele é capaz de sentir nossa energia! – Informa Metálica a Blood Ice, antes de partir em auxílio do garoto, tirando ele da linha de ataque de mais uma violenta rajada pulverizante do oponente. Ela diz a Blood, ao seu lado, e a Gadget, ao alto: -Não adianta tentar acabar com os sentidos dele, não é assim que conseguiremos vencê-lo.

A última informação que descontrola o traje de Gadget é sobre Cometa, que recarrega seu braço biônico e atira sua potente arma, como um cometa, no sentido de Nexus. O jovem elástico até tenta rebater o tiro, mas é tarde demais pra ele. A explosão é certeira e, mais um neste cenário, não deixa resquício de sua existência.

O traje de Gadget apita mais uma vez. E eagle escuta com perfeição uma voz que vem a milhares de metros acima dela. Uma voz conhecida, Bugarski:

-Bem, já que é assim, vamos lutar pra valer!

o traje de Gadget para de funcionar assim como os demais dispositivos eletrônicos no local, inclusive as câmeras que registram a grande batalha.

Gadget entra em queda livre e isso pode ser visto por sua amada.


OBS: As postagens devem ser efetuadas até as 10 horas de quinta-feira, dia 10/12, de acordo com o horário de Brasília.
. Mais uma vez venho pedir desculpas pelo atraso, mas de fato, este segundo semestre de 2015 foi recheado de complicações. Agora, com o fim do período escolar, posso voltar para as atividades do fórum com maior disponibilidade. Agradeço a compreensão de todos e desde já, que tenham um bom divertimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Dez 08, 2015 5:56 am

*Nossa estou profundamente agradecido com a consideração com os colegas em campo de batalha*

Em queda livre, os sistemas pifaram de uma vez, bom nada fora do normal, para ser sincero esta imagem já me é bem familiar, só que algo agora é diferente, meu traje de um composto plastico e Metalica, esse pulso afetou todo tipo de condutor, e no próximo ataque de Jones haverá a criação de uma corrente elétrica adicional, o que o fará todo sistema elétrico funcionar de forma inadequada ou, simplesmente, danificá-lo.

Para minha sorte eu guardei comigo uma célula de energia e entreguei outra a Spark, está celula pode gerar a intensidade de corrente que preciso para forçar um "arranque" para ativar nem que seja o sistema de defesa para reduzir meus danos na queda. Aplico a célula no traje esperando o resultado e me posiciono de forma defensiva, para cair e rolar ou tentar me machucar o minimo possível e logo a ultima parte da equação, solicitar apoio

BLOOD UMA RAMPA DE GELO PARA DIMINUIR MINHA QUEDA

No chão e sem o traje tenho que passar para uma estrategia a muito não usada por mim, combate e improviso. De acordo com o que Larissa disse sobre Pulverizador : Ele já tem algumas penalidades e sente a energia, isso explica bastante o desenrolar alem de poder ser uma ótima vantagem. Assim como meu traje ele também deve ficar confuso no meio de tantas energias e essa pode ser a chave da vitória.

Larissa farei um pequeno teste

Arremesso minha faca de caça contra pulverizador, visando acertar uma de suas pernas, já me posicionando para rolar caso seja necessário uma esquiva

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Ter Dez 08, 2015 5:25 pm

Titan após aplicar a cabeçada em mega o vê sangrar e depois escutar o que Mega fala

-Acho que foi isso que eu tentei te falar no inicio da luta não é mesmo senhor Mega, mas você não quis me escutar huahauha
E pode ficar de boa que o Jones é muito mais resistente que muitos que você viu durante toda sua vida.


Mega joga Titan contra Fim de uma altura monstruosa

*-Velho filho da puta ele me jogou sem nem avisar e se eu não tivesse meus poderes uahuahuahuaha patê de Titan*

Titan após acertar Fim não pensa em nada e começa a aplicar golpes com Maximo de força que conseguir usando uma variação de estilos de Kung Fu,Boxe,Karate, Silat, Taekwondo, Wing Chun e Muay tailandês.

Titan enquanto ataca Fim espera a oportunidade de um ataque do inimigo para poder usar sua habilidade de ficar invencível e poder aproveitar dessa vantagem que espera que Fim não saiba para poder atacar seus olhos e o cegar por completo ou ao menos arrancar um dos olhos.

Titan tenta sempre acertar partes que possa ao menos retardar ou impossibilitar membros ou sentidos de Fim,tudo para poder dar uma vantagem nesse combate para Jones e os outros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 09, 2015 6:23 am

Finalmente pude vencer, mas vejo Peter em queda livre, rapidamente apago meu oponentes e pego sua arma, corro em direção a Peter vejo a movimentação dos próximos a ele para que possa evitar um duplo salvamento que teria consequências desastrosas. Com Peter no chão faço uma rapida analise de seu estado e o entrego a arma de fogo.

**As vezes te odeio tanto Peter Heinz**

Seria um erro esperar algo acontecer mas fico confusa em meio a tantas lutas, opto por ajudar o Tigre, corro em direção a seu oponente e aplico uma rasteira por traz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 09, 2015 10:03 am

Embora arriscado, o plano de minha amada dá certo, e no ultimo instante o oponente é atingido pela sua faca...

Percebo que ele pretendia me eliminar com uma grande descarga elétrica, que em suas palavras fritaria minhas células, mas após o golpe de Eagle o que acontece que que essa força se esvai... Essa pode ser a chave da minha vitória!

Começo a drenar a eletricidade que flui do corpo de meu oponente, acredito que ele ficará mais fraco com essa minha ação então me concentro...

-Cara Dolly, não estou muito afim de ter um clone mau não, tá ligado... além do que você tem uma mão à mais...

Aumento a velocidade do dreno para deixá-lo cada vez mais fraco até que o tire de jogo, me esforço para controlar a energia que acumulo como um ômega deve fazer.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qua Dez 09, 2015 4:56 pm

Com ajuda de Metallica me safo da morte, ela me auxilia com informações precisa do inimigo, escudo Gadget pedindo ajuda, faço um rampa improvisada para que se machuque menos possível.

Sem traje Gadget?
Agora deu merda, ficou quase inútil.
Larissa, se ele sente o poder como seria isso?
através de calor emanado?


Após a resposta de Larissa, penso e vejo movimento de Gadget, me coloco em posição para desviar de qualquer contra ataque do inimigo, após a conclusão da ação do mesmo falo com ele.

Cara seu poder e intelecto avançado, sendo assim deixe que eu ataco ele já que e cego você pode ser o único ser aqui que consegue acerto ele sem ser sentido já que você usa armadura para atacar e esta sem, vamos  tentar quando conseguir a brecha enfie a faca para matar ele.

Parto para ataque usando a mesma movimenta de outrora, e atirando rajada de gelo de vários pontos para chamar atenção do mesmo para que aja a brecha necessária para ataque dos meus companheiros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Dez 10, 2015 9:19 am

Sinto o aflorar dos meus sentidos, cada um com sua particularidade, a privação da visão ao menos serviu para que eu me tornasse uma mutante ômega assim como Hagi me diz telepaticamente.

*Hagi, pode me escutar?... Como saberei o que fazer... sem meu sentido mais importante???*

As perguntas surgiam em minha menta tão, ou mais depressa do que os fatos que ocorriam em minha volta, sem saber muito bem o que fazer agacho, virado para a direção que Theo se encontra e toco o chão, tentando por ele sentir o que acontece na luta dele.

Me concentro para avisá-lo a qualquer sinal de perigo.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Keira Bürckle
Teen
Teen
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 25
Localização : Dublin IE

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   Qui Dez 10, 2015 8:48 pm

Abro lentamente meus olhos, observo meu cabelo, jogado entre meus olhos, o vermelho de sua pigmentação me traz a triste lembrança de todas as vidas que foram ceifadas nessa interminável guerra.

Observo meu quarto, luxo e conforto para todos os lados que consigo focar, uma sensação nostálgica, contudo, um triste contraste rompe as minhas memórias, as pessoas fora desse lugar vivem em condições desumanas.

Acho que sempre terei a sensação estar lutando do lado errado.

Visto minhas roupas com o auxilio das serviçais, caminho escadaria à baixo ao ouvir os sinos, sento-me em meu lugar habitual após verificar que o local estava devidamente limpo, um hábito adquirido ao caminhar com a resistência em locais com a higiene precária.

Desvio minha atenção para minha mãe ao ser questionada sobre onde eu estava, mantenho o contato visual de forma relutante, não sabia o que dizer.

Então a discussão entre meu tio que tentava me proteger e minha mãe tem inicio, e antes da discussão se generalizar eu já tinha minha atenção focada na fartura disposta sobre a mesa.

Senti algo queimar dentro de mim, eu já cheguei a dividir meio enlatado vencido à meses entre meus amigos, os quais enterrei a menos de um dia, um décimo dessa mesa faria o dia deles muito melhor, só agora me dei conta de que temos aqui muito mais do que podemos comer.

Minha vó roubou minha atenção ao falar do purgatório, senti de imediato minhas pernas tremerem.

Escutei a habitual oração de minha avó, e senti um nó em minha garganta, fiquei imaginando a gravidade dos acontecimentos que a tornaram tão cruel.

Então ela jogou o cubo sobre a mesa e me questionou sobre a razão de eu carrega-lo.

Não tive coragem de manter contato visual com a minha avó, o que fiz foi olhar para meu tio de forma triste, ele provavelmente se complicaria por minha causa e sentia muito por isso.

Por fim encarei a minha avó e tive a certeza de que ela sabia de tudo, é óbvio que haviam reportado a ela os acontecimentos recentes, afinal eu fui poupada mais uma vez, reuni e máximo de coragem que pude, me levantei e comecei a falar.

-Vocês não serão lembrados como heróis, NÃO SERÃO, eu não sei quando, quem ou como, o mundo ainda será verdadeiramente livre, não consigo crer que não enxergam ou não se importam como as pessoas vivem fora daqui, vocês governam pelo medo, mas ainda há tempo de mudar isso.

Fitei todos e uma fração de segundos.

-Eu sempre vou amar todos vocês.

Então tentei correr na direção contrária e pular através das paredes, tudo que tinha em mente no momento, era que eu precisava encontrar uma das máquinas do tempo e consertar as coisas de uma vez por todas.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E20 - Ofensiva Suprema   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E20 - Ofensiva Suprema
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
 Tópicos similares
-
» T4E20 - Ofensiva Suprema
» Capítulo 3 - A Mansão do Inferno
» Legend of Mana
» [Elemento Composto] Suna - Saton
» [KINJUTSU] Souzou Saisei & Byakugou

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: