Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Sex Mar 06, 2015 9:19 am

Tecnicamente, meu ataque havia sido em vão, além de C4 tirando um cochilo, o Megazord acabou fazendo o nosso trabalho. Spark pede ajuda pelo comunicador e eu respondo.

<-Só preciso de um tempinho.>

Deixo um dos meus discos na frente de Spark e então me teletransporto para o alto, tentando ter uma melhor visão do homem no ombro do gigante. Ao conseguir, crio uma saída para o primeiro portal logo atrás de Quorthon.

<-Tudo pronto Theo.>


Aproveito a vista para teleportar minha faca na direção do joelho do inimigo. Com um ultimo portal, "aterrissaria" em segurança.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Sex Mar 06, 2015 12:54 pm

07 de setembro de 2016, Manaus - 15:00

A revelação a respeito da traição de Quorthon afeta alguns, mas parece não fazer efeito em outros. Krisys parte correndo rapidamente, antes do fim da frase de Thomas, ela reporta a todos para que fiquem atentos, mas a garota egípcia é obrigada a frear quando se aproxima de Titan, que joga um carro na direção de uma parede e então começa a aplicar socos na parede até destruí-la, logo Nero recupera a visão da realidade e apenas vê uma parede despedaçada.

HAHAHAHAHAHA Como eu já havia deduzido, muitos músculos pouco cérebro HAHAHA

Logo Eagle Eyes também é afetada pelas ilusões de Quorthon, mas os alvos de Letícia se misturam em meio a realidade e dispara duas flechas elétricas uma acerta Damiani nas costas, Evans cai contorcendo de dor no chão, sua outra flecha acaba por acertar Suporte que da mesma forma que Damiani cai no chão se contorcendo devido ao golpe da arqueira.

HAHAHAHAHA Vocês não vão nem se esforçar ? Está sendo como o jogo das bolinhas que faço na rua Guaicurus ! Cade o guardião ? Cade o guardião ? Sumiu o guardião !

Blood Ice que avança ferozmente, acredita ver toda a equipe realizando, sua ação ele parte com sua respiração congelante, o jovem Hugh ataca com ferocidade mas o Nexus não é pareo para este movimento sendo espancado por Blood Ice, que o golpeia sem dó acreditando se tratar de Quorthon.

PARA GENTE, ME DA UMA DIFICULDADE, TA MUITO FÁCIL.

Spark se comunica com Jinx que o de forma afirmativa. Marcelly não perde tempo, se elevando a uma altura que consiga ver todos os pontos de combate, inclusive de Qhorthon, sem demora ela abre um portal para Spark que acerta uma cotovelada seguida de uma solada que derruba Qhorthon por vários metros de altura. Theo aproveita para "fritar" o olho do gigante com uma carga elétrica.

O Casal presidencial começa seu movimento quando Bugarski começa manipulando as peças assimiladas pelo gigante, abrindo buracos em sua fuselagem, logo Kaboom arremessa suas esferas nestas mesmas fissuras, com um alerta a Bugarski ela detona fazendo alguns buracos no robô.

Antes que o gigante se recomponha dos danos Tremor consegue desestabiliza-lo o deixando buscando um ponto de equilíbrio, logo Gadget dispara nas fendas causadas por Kaboom e Bugarski as aumentando.

Jinx ainda no alto teleporta sua faca para o joelho de Quorthon que sente o aço cravando, e com um grito ele retira a faca do joelho a cravando no traje de Gadget antes que caia no chão.

Uma pequena carona gênio

Com seu peso Quorthon faz com que Gadget erre sua manobra fazendo Peter se chocar com um dos braços do gigante, Thomas aproveita para saltar para dentro da maquina.

O Gigante faz seu movimento aplicando um soco cruel em número 14, a jovem cai imediatamente desacordada no chão, sendo pisoteada em sequencia. Spark é alvo a outra mão, mas se esquiva com facilidade saltando para o topo de um dos poucos prédios remanescentes.

Então com as mãos juntas o robô dispara uma carga laser continua, tendo como alvo todos os presentes.

OBS

- Postagens até as 20 horas de domingo (08/03)
- Os jogadores conseguem se ver, mesmo que a distancia
- Todos os paladinos, inquisidores, guardiões e centuriões estão mortos/destruídos
- As únicas pessoas vivas na área são os jogadores e Quorthon
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 8:51 am

Titan escuta as palavras de Quorthon

-Hahahahahah a cara na boa acho que você foi muita na hell crater na boa eu não tenho cérebro porque cai em uma ilusão sua, mas você tem muito cérebro e decidiu enfrentar todos nós sozinho hahahahahahah gênio hahahahaha.
Ae gente so eu estou com pena de como ele vai apanhar de nos huahuahuahua.


Titan ve Thomas partir em direção ao robô e usa lo como um megazord.

-Kkkkkk sério isso é usar o cérebro kkkkkkk cara você é o hiper alvo e é de metal huahuahauh,ser chamado de burro por você é até elogio na boa huahuahauh.

Quando Thomas começa a disparar em direção a todo o grupo Titan parte em direção as construções para usalas como escudo e poder se aproximar do robô gigante, quando chegar perto Titan pega a perna do robô e tenta o derrubar e arrancar sua perna

-Hora de cair power ranger's huahuahuah
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 3:07 pm

Eu ainda posso ver o corpo dela aqui, de maneira não literal. Eu lembro e relembro seu corpo perdendo a vida e saindo da existência tão rapidamente quanto deve ter sido nascer e viver.  O sangue chovendo e derramando, os olhos dando adeus ao brilho vivido e as mãos esquecendo o calor que uma vez já teve. Ela estava morrendo, sendo levado fugazmente pelo vento frio dessa noite. Eu queria agarrar sua mão, gritar e falar para minha amiga não ir embora. Eu queria ter o poder para deter esse processo, controlar sua mortalidade. Essa garota, Kim, não merecia esse destino e desfecho. Nem um deles merecia esse fim.
Meus olhos desejavam falar por minha boca e lábios, eles queriam deixar lagrimas nascerem e mancharem esse solo qualquer. Talvez, tivesse caído algumas, era impossível afirmar algo dessa natureza em meio as nuvens carregadas que chegaram e a chuva que delicadamente tomava conta desse canto. Se eu fosse muito religioso, diria que sua alma está sendo levada pelas gotas que caiam sutilmente e molhavam meu rosto lentamente. Entretanto, eu não não era assim e não sou. Estava afundado na insanidade da tristeza ou, quem sabe, bebendo da ansiedade dos segundos que existiam sucessivamente em minha própria impotência.
Impotente era meu sinônimo no passado e meu conceito no presente agora. Vivendo em uma lembrança, acordado pela eletricidade viva trazida por uma variável inesperada. A dor era o remédio que me mantinha na sanidade dessa realidade, evitando que eu voltasse para lembrar e me embriagar nas memórias de anos que se passaram.  Recordando - me aos poucos que não tinha o luxo de esquecer as circunstâncias perigosas que me encontravam ou entrar na ignorância com meus deveres neste tabuleiro. Mesmo com minha face batida contra esse solo, eu ainda podia sentir a perigosidade se formando e conectando - se através de minha conexão e ligação.
Sentia as peças se mexendo e o sistema em funcionamento. Eu entendia os números, eu os via serem traduzidos em meio a movimentos e ações. Eu assistia os algorítimos que controlavam suas decisões e a matemática que ditava a existência dessa maquina programada, controlável. É um segundo apenas, a equação da situação e possibilidades parecia em seu controle e a balança pesava em seu favor. Porém, nesse minimo segundo, a equalização de sua soma estava sendo abalada. Minha mente estava lá, sentindo as frações de seu corpo serem abertas e danificadas. Eu estava aqui, quando suas pernas batiam perante a dificuldade de conseguir um caminho lógico para seu equilíbrio. Ele estava em desvantagem e somente por um instante, a vantagem parecia soprar em nossa direção. Porém, o que antes poderia ter significado uma virada nessa partida de xadrez, mostrou - se só uma miragem tática passageira.
As maquinações que maquinavam seu interior, eu tinha ciência de sua totalidade naturalmente. Eu sentia suas articulações se locomovendo, concentrando energia através de seus caminhos e armamentos. Eu sabia que a partir daquele momento pouco tempo de reação me restaria, seria segundos entre viver ou ser alvo de seus disparos. Então, com as mãos pressionadas contra o solo, visaria me levantar atravessando qualquer remanescente da dor recente que meus ossos foram vitimas. Eu estava em pé, relativamente firme sobre a terra solida e destruída desse cenário rodeado pelo aroma banal da fatalidade e traços de destruição material. Em resumo, é como está em meio de uma realidade com cicatrizes de uma guerra. Excerto, que essa guerra ainda não terminou devidamente.
Agora, eu podia ver empiricamente com meu olhar frio os disparos vindo em minha direção. Eu tinha um mínimo período entre o instante inicial e o instante final. Ou seja, minha pessoa. Eu não mostrava desespero em minha expressão, tão pouco demonstrava alguma emoção que não fosse seriedade ou profissionalismo na situação. Friamente, buscando acionar a capacidade de voo da armadura em conjunto com uma tentativa de melhorar os recursos evasivos do traje, com o obvio objetivo de tentar esquivar da ofensiva primária do inimigo. Esperando, com isso, alcançar uma boa altura e posição, dentro dos possíveis padrões do contexto inserido, segura.
* Atacar diretamente não seria exatamente sensato devido as minhas condições e atributos. Dando razão ao meu codinome, irei ser uma espécie de suporte para os demais a considerar no tabuleiro. Um Guardião, por maior que seja, ainda é em sua essência programado e dependente da função de seus sistemas.  Por consequência, dependente da causalidade entre eles. Por exemplo: Sensores avariados significam uma maior incapacidade de mira e declinação da percepção da proximidade de outros fatores em potenciais. O mesmo, pode ser dito da locomoção. É uma questão de prioridades, a minha no momento não é fazer um ato heroico e sim, manter minha integridade física enquanto procuro auxiliar na detenção dessa potencialidade fisicamente colossal.*    
Com essa mentalidade, busco, ainda na altura e posição segura, fechar meus olhos, soltar meus dedos e me concentrar em entrar no sistema do Guardião. Mais precisamente, focaria meus esforços em seus sensores. Tentando danifica - lós o máximo que eu pudesse com meus poderes, com o intuito de anular ou declinar seu sistema de mira, bem como sua percepção e sensoriamento que pudesse indicar a aproximação de ameaças próximas. Após essa tarefa, concentraria o resto de minhas forças em uma estratégia nova: Tentar invadir seus sistemas, visando avariar suas partes e funções locomotoras o máximo que meus poderes conseguissem naquele momento. Entretanto, invés de tentar usar apenas a Manipulação Tecnologia, tentaria usar a telecinesia tecnologia em conjunto no processo, para desmontar qualquer peça que não estivesse ligada exatamente ao sistema ou que fosse mais complexa de declinar com a manipulação primária.
* Eu auxilio no xeque. Eles, faram o mate.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 3:11 pm

Me esquivo do disparo rapidamente. Vejo o senhor Nero agindo e aproveito sua ação, corro em direção a perna, aproveitando as costas de Titan como inicio.

Com licença senhor

Enquanto a perna está tombando a uso como ponte correndo em alta velocidade até chegar em um dos buracos da fuselagem. Procuro rapidamente pelos sistemas e tento cortar os fios.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 3:14 pm

O maldito alem de ser um traidor crava uma faca em mim, me sinto insultado por isso mas não posso perder tempo, esquivo do disparo e aproveito que Spark destruiu um dos olhos do robô para rapidamente destruir o outro.

Tremor, deixe de ser inútil e comece a travar os movimentos do robô

Em seguida aproveito o movimento de Titan e uso um disparo no gigante para ajudar a derrubá-lo.

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tremor
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 259
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 29
Localização : BELO HORIZONTE

Suprema Card
Nome Civil: Gregório Martinez
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 3:46 pm

_ Esse cara e um grande idiota mas achei legal esse lance de enfiar a faca em você Peter.
Escuto as palavras de Peter e começo a travar o robor com movimentos de terra tremores e movimentação de manipulação golpeando as pernas do megazord e me defendendo dos tiros com escudos, faço o possível para tentar derrubar o gigante com movimentação tentando fazer o puxão de tapete nele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 3:51 pm

-Mais um traidor?! Vou criar uma tese, vai chamar síndrome de Gemini...

O gigante é o único alvo. Até porque Thomas entra por entre uma fenda que criamos. Dificilmente ele sairá desta vivo, uma pena, apesar de ter sido um filha da puta ele era bom com piadas e trocadilhos.

Um laser contínuo corta a cidade de Manaus tendo a todos nós como alvo

-Desviem!

Voo longe do golpe do guardião gigante e vejo as ações de alguns companheiros. Com isto, ao esperar alguns segundos, uso minha manipulação em larga escala, comprimindo toda a sua camada metálica para que o inimigo não seja nada além de sucata inerte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 6:14 pm

Depois de receber um golpe de Blood Ice, fico com bastante raiva. Em todas as missões acabava sendo espancado por ele, mas essa era a gota d' água. Fiquei muito tempo sem revidar.

Corro na direção de Blood e tento acertá-lo com um soco giratório. Talvez fosse melhor para ele dormir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 6:16 pm

Hora de acabar com o show. Uso minha destreza para desviar do laser, mas visando a aproximação, atenta aos tremores de Tremor, pra não ser pega pela ducentésima nona vez!

Quando chegar a uma distancia onde minha mira se faça eficaz analiso a entrada de Kiya no elemento.

*Porra Krisys! Saia logo daqui senão vai morrer junto ao idiota do Quorton!*

Ao ver Kiya do lado de fora, arremesso o restante de minhas esferas na fenda(cerca de 35 esferas) para explodir o robô de dentro pra fora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   Dom Mar 08, 2015 6:39 pm

A ilusao do inimigo cria acaba sendo muito convincente e acabo por batendo muito em Nexus, mas desta vez eu nao queria, mas penso.

* Foi uma otima desculpa, essa, valeu Quorton, fez algo de bom hoje.
Mas dessa vez eu nao vou perdoar você.*


Congelo meu corpo fazendo armadura, começo a criar um chão de gelo a minha frente e uso com impulso para ganhar velocidade e atacar com tudo Quorton.
Mas sou surpreendido por uma ataque de Nexus, procuro desviar do ataque dele, em seguida faço um ataque no mesmo, mudando a direção de ataque de Quorton para Nexus, procuro usar toda a velocidade e atingir ele, em seguida congelo o braço que ele me atacou e quebro o mesmo, e falo com ele.

Desta vez eu nao queria atacar você, mas pela sua ação e desrespeito que já vem de muito tempo espero que aprenda a ficar sem braço por isso.

Em seguida, vou atacar Quorton, usando rajadas de gelo para que inimigo não fuja dos outros ataques.

OBS: Bem pessoal, como nao puder ver nenhuma das mulheres que conheço do jogo pessoalmente hoje, deixo aqui meus parabéns para todas mulheres do jogo pelo seu dia.
Kaboom, Krisys, Jinx e Eagle Eyes.
desejo a todos vocês tudo de bom.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» T4E10 - A Nova Igreja e o destino da LAM
» T4E11 - A Nova Igreja e o destino da LAM - Final
» Templo de Ashur (Loja Maçônica de Nova York)
» Abertura da nova Loja de Armas - Promoção de 50%
» Aberta a nova temporada de roubalheira!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: