Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E19 - O Início da Grande Guerra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Ago 07, 2015 5:15 pm

Cinco corpos caídos ao chão. Minha pelugem coberta pelo sangue deles. O listrado deu lugar ao vermelho. E lá estava eu, ofegante, sentindo o gosto de sangue na boca. Olhava para os lados, via as coisas de outra maneira. Sentia-me totalmente diferente, mas não me era algo estranho.

Antes que pudesse tirar qualquer conclusão, fui surpreendido pela mensagem telepática do meu exército. Confesso que não estava preparado pra isso. E, nesse estado mental, as coisas só ficam piores. Me abaixei na hora, colocando as duas patas frontais na cabeça e me concentrando no lado humano para responder da melhor maneira possível.

- Aargh... Apenas... Por favor... Não matem... Podem dar um jeito nos soldados... Incapacitem-nos com seus poderes... Rrrargh... Não consigo... Estou voltando... - penso, esperando que eles estejam lendo minha mente.

Assustado ainda, e sentindo cada vez mais a fera me tomar, volto a forma de guepardo completo e corro de volta na direção de minha equipe. Chegando lá, retorno à minha forma normal, ainda com as mãos na cabeça, já indo pra perto de meu pai. Percebo ele assustado ao me ver muito sujo de sangue

- Pai... Me ajuda... Não dá pra controlar... Rrrrrrr*

Sinto novamente um abraço dele, mas dessa vez minha reação é regida pelo lado animal, que me força a me desvencilhar deste gesto carinhoso.

- Rrrarrgh... Não consigo... Conter...*

- Yanni, presta atenção! - Um tapa leve de meu pai me atingiu no focinho, e aquilo estranhamente me fez parar e me sentar quieto, lambendo a mão e a passando no local do tapa - Ah... Você sempre foi assim, bem misturado. As vezes agia como se fosse nosso bichinho de estimação, tenho muitas saudades desse tempo.. Pois bem, os tempos em que você ficou longe da gente te evoluíram. No entanto, essa evolução acabou passando do limite. Você tem dúvidas do que é, certo? Se deixe levar pelo seu animal interno, e mantenha seus pensamentos como o híbrido que você é.

- Rrrrr... Espera... Híbrido?*

- Olha, filho... Nem eu nem sua mãe somos humanos. Você tampouco seria. Sua mãe é uma híbrida, e eu também sou. Ambos de tigre. Nossas aparências humanas são temporárias, pois nossa biologia humana há anos é só aparente. Somos frutos de uma linhagem de mutantes metamorfos felídeos. Você, filho, é o ponto-chave de nossa evolução. Sempre em nossa espécie chega um ponto em que nossa forma animal se mistura com a humana, e depois assume a totalidade. Com o passar dos anos, isso foi diminuindo. Eu e sua mãe estamos começando agora, quase chegando aos 40 anos de idade, a nos tornarmos o que você já nasceu sendo. Você é o próximo estágio evolutivo. Quando achamos que você tinha morrido na invasão... Achamos que tudo estava perdido. Até tentamos... - Interrompo meu pai nessa hora, chegando perto dele e cheirando seu rosto, passando minha cabeça nele, sentindo os pelos que parecem já ter crescido dentro desse mesmo dia.

- Rrrrr... Acho que entendi... Só preciso aceitar... Rrrr... A fera...* - Sorrio e dou uma lambida na bochecha dele - Sabe, pai... Rrrrr... Senti tanta falta de vocês... Esses anos na floresta foram tão desesperadores... Rrrrr... - Me levanto dali e logo tenho uma ideia. Parto correndo, usando minhas mãos como patas, chegando até a área dos cinéticos.

- Rápido... Rrrrrr... Preciso dos fitocinéticos e dos aerocinéticos.

Quando o único fitocinético e os dois aerocinéticos chegaram, descrevi meu plano para eles. Eles pareciam atemorizados com minha presença ali, mas era bom que se acostumassem logo.

- Rrrr... Eu preciso da ajuda de vocês. Você, fitocinético... Rrrrr... Faça brotar do gramado o maior número de árvores que puder. E vocês dois... rrrrr... Aerocinéticos. Quero que deem o máximo de si e, juntos, gerem um tornado com força o suficiente para arrancar as árvores. Rrrrr... Guiem o tornado na direção do carinha que lançou plasma... Rrrrr... Isso vai ajudar o Don... Rrrrr... Eu me viro com o resto.

Dali, me transformo novamente num guepardo completo, e corro na maior velocidade possível sem atrito do ar, dando um pulo para tentar alcançar o tal do Bosanski. Novamente no ar mudarei de forma, dessa vez assumindo a forma de um leão completo. Pretendo derrubar meu oponente para ajudar o aliado que não sei o nome, mas que solta chamas.

- O animal está a caminho - penso, indo para o ataque.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Ago 07, 2015 5:51 pm

A cena de Suprema e Fim lutando e algo de impressionar, mas mesmo assim ainda a esperança para todos, Gadget começa a falar com Ohms, após termino eu completo a eles.

Ohms, eu sou empolgação mesmo.
Mas não tenho intelectual que ambos possui, e também não sou tolo de acreditar na filosofia de Peter aqui sobre tal comunidade para mundo.
Enfim acho que senhores não estão aqui para lutar, e não quero acreditar que você e um inimigo.
Sabe Ohms sou tolo o suficiente para acreditar que sou um herói e por isso vou deixar senhores.
Preciso salvar um padre de uma morte.


Congelo e saio do lugar indo em direção ao combate de Tremor, falo pelo rádio com Gadget.

Gadget, desculpa mas preciso salvar o padre, mesmo que estamos em guerra mas ele ainda pode ser salvo.
fique de olhos abertos com eles.


Usando uma armadura que forte com metal(graça ao treinamento adquirir essa capacidade com gelo) em uma decida rasante sobre o gelo, procuro pegar o padre e tirar ele da linha de frente com Metallica, e seguida jogo ele para longe e me viro para Metallica e falo.

Desculpe, senhorita Metallica em tira sua presa, mas com ouvir dizer antes, sou eu que tenho que salvar esse padre.
Mas Metallica por que voltou para lado de Fim?
Você conheceu no ideal, e nossa vila, por que deixar esse tempo de lado e juntar essa guerra para matar as raças que todos tentamos proteger?


Usando minha agilidade para possível ataques de Metallica procuro manter a distancia da mesma para que não seja atingindo tão facilmente pela mesma, uso um contra ataque com rajadas de gelo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Dom Ago 09, 2015 1:19 am

Cenário 1 – Teenimac

Ao perceber que sua primeira idéia não daria certo sem custar a vida de muitos aliados, Eagle Eyes toma um posicionamento de liderança, analisando com frieza a situação de Esther Rotschild. Passando para companheira sua preocupação, Eagle dá cobertura para Kaboom e pede um auxílio a Constructor.

-Agora não dá gatinha! Estou com dois problemas aqui. Um enorme e outro bem pequeno.

Impressionantemente, Kaboom acata com o pedido de Eagle sem pestanejar, se posicionando próximo a Celine para ser curada.

-Vamos lá, minha senhora. Chegou sua vez de se curar.

-Inutilmente, vai morrer como os outros, vadiazinha dos Statainhoffens! - diz Tornado, estando de frente a Kaboom

Celine inicia o processo de cura de Kaboom, mesmo com Tornado a se preparar. O Vilão reúne em cada uma das mãos uma grande massa de ar, carregando todo o tipo de destroços que é capaz, além de projeteis das armas do local.

Suporte, estático desde o início da batalha, encontra com Magma, sua antiga aliada.

-John, meu querido! Vai continuar desse lado ou vai se juntar a nossa causa? Venha, juntos podemos nos ajudar!

Sem nada responder, Suporte acaba despertando a ira de Magma.

- Você escolhe ficar do lado deles e não ao meu lado? Depois de tudo que passamos juntos? O que Kim acharia disso? Você é um traidor, John!

Magma encosta na armadura de Suporte e começa a derretê-la, despertando as máquinas conhecidas como Acordados:

-Proteger John Mycroft!

Os acordados começa a atirar sem remorso na direção de Magma, que repele os golpes ao entrar em seu estado transformado, se tornando lava. Alguns tiros passam e acabam acertando Nexus que, embora vivo, perde a consciência no meio da batalha devido a perda de sangue.

Eagle Eyes consegue acompanhar todas as cenas.

Cenário 2 – São Paulo

Tigre tem dificuldades em se controlar mas consegue passar recomendações a sua tropa. Ele encontra com seu pai, em busca de auxílio e acaba por escutar mais sobre si, entendendo que seu estado feral pode ser uma aliado e sua importância dentro de sua árvore genealógica. Após isso, ele ordena que o fitocinético e os aerocinéticos ajam em conjunto em auxilio a Don.

Os comandados de Yannick efetuam o ataque com perícia e exatidão, com arvores sendo arremessadas por um grande Tornado, nas costas de Mega. As árvores batem em Mega e se quebram, sem que Mega saia do lugar.

-Se isso é tudo que tem, Don, vocês estão perdidos!

Mega pega a árvore e acerta em cheio Don, que se adapta mais uma vez, tomando uma forma metálica instantaneamente.

-Você está lutando do lado errado Mega! Nós somos os heróis aqui!

-Não mina pra mim, Don! Vocês se aliaram aqueles garotos assassinos! Vocês são farinha do mesmo saco agora, traíram o ideal dos Canforas!

-Nada disso! Os garotos lutam pela paz que Fim quer destruir! Não te cegues, companheiro, lutamos pela paz!

-Não me tome como um tolo, velho! Heitor não é mais Fim, ele voltou ao estágio Supremo, é um defensor da paz!

-Você está cego, meu amigo, completamente cego!

Mega pega Don e o arremessa pra fora do estádio, mas para e olha para trás, encarando um homem de aparência estranha:

-Brain! Por acaso existe algum fundamento no que Don disse?

Tigre parte em auxílio a Sagitário, tomando sua forma de guepardo e realizando o mesmo movimento anterior, mas, dessa vez, não se torna um Tigre, mas sim um leão, acertando Bosanski em cheio, e derrubando-o.

-Obrigado garoto, juntos vamos parar esse bósnio metido a besta!

- Não me faça rir! O que um velho e o gatinho de estimação de Jones podem fazer contra mim?

Bosanski atira, de cada uma das mãos, duas rajadas de plasma. Sagitário não tem tempo de reação e é arremessado contra uma das paredes do estádio, apagando imediatamente. Tigre é protegido por uma barreira de terra que surge a sua frente, obra de Geo. Misteriosamente Geo desmaia em batalha.

Bosanski consegue chegar até Tigre e acerta uma sequencia de golpes bem executados e finalizando com uma rajada, jogando Tigre contra seu pai.

-Venham, gatinhos. O papai aqui vai adestrá-los!



Cenário 3 – Seattle

Após uma ação bem sucedida, Krisys continua a utilizar sua velocidade sem ser percebida. Ela consegue entrar na cafeteria e arrebentar a tubulação de gás, tornando a cafeteria uma grande bomba. Ela parte do local, levando algumas facas e colocando gelo em sua atadura. Ela retorna a batalha, exaurindo sua energia, correndo de um lado para o outro para não dar chance de ser notada.

Durante sua corrida ela arremessa pedras na direção de um veículo e Pastor não mede as conseqüências, disparando uma rajada óptica no carro, jogando-o pelos ares com uma grande explosão. Com seu plano dando certo, ela busca levá-los para a cafeteria para causar uma grande explosão, mas a combustão do carro acaba evitando que o som das pedras chegue ao ouvido dos dois.

-Eu avisei, hora de transformar Seattle em chamas!

Krisys pode ver a origem do poder de Franklin. Ele pega um isqueiro e o acende, gerando uma chama e controlando ela a bel prazer. A chama cresce em grande magnitude e ele a expande para todos os lados, queimando seu companheiro Pastor. Com as chamas partindo para todos os lados, o gás vazado na cafeteria acaba servindo para explodir o local, numa potência estrondosa.

As chamas expandem e acabam queimando Krisys em partes como braços, rosto(perdendo os cabelos) e pernas(a direita já não funciona). Pastor não resiste a ato e é consumido pelas chamas por estar mais próximo do local. Krisys além dos ferimentos, perde a visão do olho esquerdo(momentaneamente) mas consegue ver Franklin, ileso, em meio a um turbilhão de chamas e agora ele pode vê-la:

-Pobre Pastor, era um bom homem! Agora minha querida, vais ser sua vez de morrer, estou em meu auge!

As chamas no entorno de Franklin se expandem, lentamente, enquanto ele sorri, certo da vitória.

Cenário 4 – Lisboa

-Não me esnobe, maldito!

Phobus causa uma explosão telecinética, derrubando Bugarski ao chão. Ao lado de Bugarski, Titan enfrenta Alligator, com o réptil a morder seu pescoço, visando sua jugular. Lembrando de seu treinamento, Titan sorri, conversando com Jones. Ele usa seu potencial, conseguindo ficar invulnerável por cinco segundos, não permitindo que Alligator consiga penetrar sua pele. Nesse estado, Titan consegue abrir a boca de Alligator, tirando-a de si e enfiando seu braço inteiro dentro do oponente. Lá dentro, Titan deixa seu soco inglês, e segue puxando as tripas de Alligator com extrema força. Alligator cai e Titan tem suas tripas na mão.

-Cara, isso foi nojento!-fala Bugarski com seu amigo Titan

-Preste atenção em mim! Eu sou seu adversário!- diz Phobus, irritado

Bugarski se levanta e com apenas um movimento de mãos ele joga a cabeça de Phobus ao chão, diretamente. Bugarski também manipula o soco inglês de Titan, entrgando-o.

-Não Phobus, você não é mais meu adversário, você é meu saco de pancadas!

-Ei Nero, isso é seu. Você vai colocar isso na mão de novo? E Nero, solte logo estas tripas, que nojento!


Afetados por uma energia estranha a seus corpos, Jinx e Spark acabam por se entenderem sem muitas palavras. A garota cria um portal a frente de Spark, com seu outro lado dando para as costas do inimigo. Concentrando grande energia, mas sendo reduzida drasticamente, Spark encosta sua mão na nuca do oponente, eletrocutando-o. O toque vai exaurindo Spark, deixando seu choque cada vez mais fraco e sem conseguir tirar a mão do inimigo.

Gadget revela suas teorias para Ohms, que responde:

-Heitor sofre deste efeito, dessas múltiplas personalidades, Fim é apenas uma delas. Sua tese de remoção de personalidade é bem válida, mas isso causaria estragos permanentes no telepata. Suas máquinas fazem um belo trabalho, mas não estão detectando uma coisa. - Ohms aponta para a luta de Jinx e Spark contra o novo homem que entrara na ação -Aquele que seus amigos enfrentam é conhecido como Atômico e possui uma habilidade muito interessante. Além do óbvio, ter um dom de ser radioativo, quando mais ele se cansa, mais energia radioativa é emanada, se tornando uma bomba catastrófica. Se sua Legião ou alguém não salvá-lo, quase todos nós aqui iremos morrer

Blood Ice não escuta o que se passa e mostra seu lado heróico, partindo na sequência após um discurso romantizado. Ohms sorri e fala a Gadget:

-Realmente um tolo! Mas um tolo de bom coração! Talvez vocês realmente possam salvar o mundo!

Blood Ice toma sua forma de gelo e sai deslizando pelo cenário, em grande velocidade. Chegando próximo a Tremor, ele cria sua armadura de gelo, agora ampliada em defesa e tira seu amigo de combate. Ele se volta pra Metálica, que o responde:

-Pode levar esse lixo quando quiser, já estava me cansando de vê-lo. Não tenho que dar satisfação sobre minhas motivações, jovem.

Blood pode perceber nos golpes de Metálica que se seguem, certa hesitação, como se ela não usasse todo seu potencial. Com isso Hugh consegue se esquivar sem dificuldade dos golpes, aplicando vez ou outra, rajadas que são repelidas pelo aço de Metálica.

A luta de Hagi e Treze contra as cópias de Fantoche parece não ter Fim, com Fantoche se regenerando a cada perda de membro enquanto Hagi e Treze começam a mostrar certo cansaço.

Já no embate da família, pai e filha seguem com suas investidas espetaculares, mas Fim começa a impor seu ritmo, usando habilidades geocineticas e telecineticas, jogando sua filha ao chão e voltando ela pro alto.

-Desista Joana! Você não tem mais possibilidades de me vencer!

-É o que veremos, papai!

Enquanto é jogada ao ar, Joana usa a técnica de quebrar barreiras(similar a de Titan), e voa contra seu pai, acertando um soco que o joga a centenas de metro dali. Joana desce do vôo e mostra-se ofegante. Fim reaparece, lentamente

-Forte, mas imprudente, gastou muito das suas energias inutilmente!

-Tem certeza, pai?

Fim olha em seu rosto e percebe que ele sangra.


OBS:-As postagens devem ser efetuadas até as 19:00 hs de terça-feira, dia 11-08
-No cenário 1 a jogadora Eagle Eyes pode atuar em qualquer cena que quiser, sem ser notada no primeiro ato mas em apenas uma cena.
-No cenário 4 o jogador Gadget tem liberdade pra controlar a disposição de seus construtos e pode atuar em qualquer uma das batalhas
-No mais, bom divertimento.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Dom Ago 09, 2015 3:10 pm

Quando penso que nosso ataque havia sido efetivo, percebo Spark ficando cada vez mais fraco e saco minha arma rapidamente, mirando tiros na coxa do inimigo.

- Theo, cuidado!

Sabia que não ia conseguir segurar o portal aberto por muito mais tempo, então faço um movimento rápido e arriscado. Com minha mão direita guardaria minha metralhadora nas costas, enquanto usaria a outra para tentar tirar o braço de Spark do perigo. Após o fazer, pegaria minha faca com a mão livre e arremessaria ela no portal mirando as costas do adversário.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Dom Ago 09, 2015 6:46 pm

Metallica não mostra todo seu potencial, isso me intriga muita, então começo a falar.

Você tem razão senhorita, não deve explicação nenhuma.
Mas você esta mais areia, não quer lutar ou acha que tudo isso não vale apena?
Ou quem sabe esta lembrando do passado e todos os erros que cometeu, desperdiçando vidas preciosa para tu pessoa?


Falo com atenção nos movimentos de Metallica, para que ela não pega desprevenido e quando tenho a chance dou um soco com todo potencial possível para momento, aproveitando minha força de gelo que aumentou e minha destreza que esta mais alta, após o soco falo mais uma vez e ainda mantenho minha guarda alta.

Então Metallica, com esse seu corpo frio de ferro, meu gelo se tornara a fonte de calor para você lembra-se das suas emoções, das pessoas que você que viu morrer e do por que elas morram seja por bem ou para o mal
Antes do final dessa guerra você iria lembra-se disso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 10:32 am

Titan pega seu soco inglês de volta

-Hahahahah valeu Jones hahahahaha deixa de ser fresco cara ja te vi acordar tão cheio de vômito que isso aqui é limpo perto huahuahua.

-Cara vou ajudar o Spark e a Jinx não tenho mais o que fazer aqui e acho que você ja deve estar cansando de zuar com a cara do Phobus hahahaha so ele não reparou isso ainda.

Titan pega as tripas do inimigo e jogo contra o oponente de Jinx e Spark enquanto corre em direção a ele.

Ao chegar perto Titan tira Spark e Jinx de perto

-Huahuahua e ai gente vim brincar com vocês huahuahua.

Titan começa a falar com o inimigo

-Então cara não sei o seu nome mas ja enfrentei um inimigo tipo você o radiador e ele transbordava radiação era uma bomba em potencial hauahua.

-Mas vamos falar da realidade,cara olha em volta seu time esta praticamente derrotado.

-Meu chefe está brincando com o Phobus que me parece ser um dos mais fortes do exército do Fim, então cara pensa nisso não é melhor você se render e vir conosco como um novo aliado do que ficar nessa luta perdida e perigar perder a vida e se o seu poder for tão parecido com o do radiador você vai explodir e levar metade da galera aqui presente e não devo fazer parte dessa galera então acho que e meio perda de tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 10:14 pm

A garota entende o meu recado, ela é boa, dá pra confiar cegamente, porém meu ataque não surte o efeito desejado, e eu me vejo preso ao oponente e me sentindo mais e mais cansado.

Quando sinto o puxar de Jinx, entendo o recado dessa vez e tentando me manter calmo na eminência de perder um membro tento retirar meu braço de dentro do portal.

Quando Titan aparece, e num esforço para me manter acordado digo:

-Aê grandão... Cuidado, esse daí é do tipo..."sugador".... Acho que a Jinxzinha tem a vantagem nessa!

Me concentro em uma cartada que decidirá meu futuro nessa guerra, olho para os lados procurando um transformador, me arrasto até ele e concentro-me mais ainda para, como o meu oponente, "sugar a eletricidade dele e me Reabastecer, assim voltando para o jogo.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 10:44 pm

Graças a Deus Esther não se opõe ao meu comando, e procura por Celine para se recuperar, sigo ordenando os ataques até que sindo segura para dar uma boa olhada nos acontecimentos.

Só então percebo as baixas sofridas pelo nosso lado, me entristeço ao ver o corpo de meus companheiros mortos em batalha, deixando lagrimas rolarem em minha face.

No meio do turbilhão de acontecimentos, sinto medo de perder Spark pela primeira vez. Seguindo o olhar vejo que Kaboom se encontra em perigo, pois Tornado está prestes a ataca-la.

Sem pestanejar disparo continuamente sobre ele minhas flechas esplosivas para que ele perca o controle dos destroços e seja atingido por eles...

-Não nos subestime idiota! - digo furiosa.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 10:53 pm

a situação não poderia estar pior, em uma fração de segundo vejo todos os meus erros, toda minha historia e é provável que uma lagrima escorre dos meus olhos, em tempos antigos essa seria a hora em que eu seria salva, essa seria a hora que eu desistiria de tudo, mas algo aconteceu, eu pude mudar meu pensamento e com certeza eu cresci, eu fiquei mais forte e se pude sair dessa e viver quase dois meses sem uma das pernas devido ao acidente em minha primeira missão não é essa dificuldade que vai me derrubar. Giro com toda velocidade meus braços para dissipar o fogo, a cena não me ajuda muito e sei que devido a meus últimos golpes eu sei que ele sente a parte direita do corpo e isso pode me ajudar, não tenho condições de usar a perna direita que esta proporcionalmente do lado esquerdo dele, mas posso tentar. Lanço o peso do meu corpo sobre a perna esquerda e com ela e com as mãos dou um arrancão, como os corredores olímpicos, uso o máximo deste arrancão para me por a frente e apenas apoiar na perna direita e girar em um potente chute nas costelas do lado direito de Franklin. Sempre afastando as chamas com os movimentos dos braços

**Não continue com esse jogo que por tantas vezes me decepcionei ! Desse jeito eu te dou o troco e do meu mundinho eu te expulsarei ! Rá vive em mim**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 11:32 pm

Meu movimento até que funcionou bem, mas meu oponente não é como qualquer coisa que eu já tenha enfrentado. Apagou alguém bem mais forte que eu em pouquíssimo tempo. E me jogou em cima de meu pai, nos provocando. Por sorte, ele conseguiu se esquivar de mim, e me deu espaço para realizar a manobra de reposicionamento corporal. Comecei a rosnar para ele, e senti a energia animal me consumir aos poucos, enquanto voltava para minha forma normal. Olhei para meu pai, do meu lado, e ele também rosnava, mas não na mesma quantidade.

- Filho... Contenha-se... Você sabe o que deve fazer - meu pai disse, mas sem se mover, também ficando com a pelugem rala e inicial de seu corpo arrepiada.

Olho para ele e sorrio, ainda rosnando, mas começando a falar mentalmente, tentando mandar ordens para os telepatas repassarem.

- Seguinte: Passem para os teleportadores pegarem os curandeiros e irem na direção do cara que esse bósnio atirou contra a parede, e vão também na direção do chinês grandão que é nosso aliado também. Eles precisam curá-los. Os teleportadores e curandeiros precisarão ficar atentos, pois se caso eu ou meu pai precisemos, eles devem agir o mais rápido possível. Mandem os velocistas e os invisíveis atacarem esse bósnio. Os metamorfos, os miméticos e os híbridos precisam vir aqui para nos fornecer apoio. Os geradores de campos de força precisam fornecer apoio para todos os cinéticos. Quem tiver superforça e poderes ofensivos também deve partir para o ataque. É hora do ataque. E vocês, telepatas, unam-se aos ilusionistas para ajudarem nossos amigos. Coloquem ilusões nos soldados inimigos e aumentem as funções cerebrais dos nossos aliados. Quem copia poderes venha aqui e toque em mim, ou tentem tocar no búlgaro. Eu confio em vocês, vamos proteger nossas famílias e a todos aqueles que amamos. - passo as ordens mentalmente, esperando que eles entendam.

Depois de passar essa ordem mental, me mantenho com o animal externo bem visível. Sinto meu corpo ser modificado naturalmente, sem eu controlar, e vejo que meu pai também se altera. Ambos estamos nos tornando mais animais, porém sei que eu não estou fazendo isso e, a julgar pela cara de dor que ele faz, também não está fazendo isso.

- Ora, rapaz... - digo, rosnando, passando meu braço na frente do focinho - Engraçado que o gatinho aqui te derrubou com um só movimento - faço com um dedo o sinal de um. Minha intenção é distraí-lo ao máximo, para que meu exército possa agir logo - Você se diz tão bonzão assim, mas precisou dele se distrair um pouquinho pra derrubá-lo? Pois bem... - coloco as garras pra fora e vejo meu pai fazer o mesmo - Vamos ver se você aguenta com os gatinhos e os amiguinhos deles.

Espero o primeiro velocista atacar para, então, avançar contra o bósnio, junto de meu pai. Pretendo, com ele, atacar com as garras e usar as agilidades para esquivas. Acho que ele não pode nos atacar ao mesmo tempo.

O exército:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 10, 2015 11:47 pm

Causaria estragos em um telepata vivo, mas em uma maquina que tem a habilidade de imitar um telepata e por um filtro criado por três mentes brilhantes Fim pode ser removido facilmente

Vejo o átomo e a indicação de Ohms e então me comunico

Legião, prioridade omega, retirem Átomo da batalha, levem ele a uma altura suficiente para que ele fique desacordado mas não morra, nº1 a 10 vocês tem a função de não deixar que átomo toque mais o solo ate que não represente perigo nº11 a 47 a missão de vocês é absorver a energia liberada por ele e mandar em forma de disparos para o alto sem que hajam alvos nº48 e 49 a missão de vocês é reparar os outros robôs da legião nº50 sua função é analisar os níveis radioativos e prevenir que não soframos tais danos

Mantenho meu radar alerta para esse tipo de coisa

Eu gostaria muito de conversar mais com você Ohms, gostaria ate que pudesse te-lo como aliado, mas essa guerra deve parar e enquanto conversamos vidas se extinguem, uma ultima pergunta, como Fantoche é um de seus experimentos, o que ele é ? Um mutante ? Um construto ? Um hibrido ? Entendo se quiser não revelar seus estudos.

Espero a resposta de Ohms e então sorrio

Foi um prazer conhece-lo mas devo salvar vidas dos dois lados, infelizmente isso não vai ser resolvido com dialogo, se possível gostaria que depositasse sua confiança na nova geração

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Ago 12, 2015 8:09 pm

Celine é realmente um anjo. O dom da cura deve ser uma habilidade que cause comoção, tanto para quem pratica como para quem recebe. Mas isso não importa, tenho um inseto a minha frente que deve ser removido do campo.

-Não sabia que burrice era de teus defeitos, Tornado. Bater de frente comigo?

Tornado possui uma habilidade a qual não tenho muitas chances, mas não me importo, com Celine aqui eu sou capaz de vencer ate mesmo Constructor. Não penso duas vezes e uso minhas luvas para malear minhas opções, usando algo há muito esquecido: Minha espuma que prende e explode.

Arremesso a espuma contra Tornado, esperando prende -lo para em seguida surra-lo e apaga-lo, com golpes bem encaixados de krav maga.

-Não matem esse imbecil! Ele pode nos dar informações valiosas sobre Fim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Ago 14, 2015 7:13 pm

Tudo aconteceu muito rápido! Logo fui arrastado para uma guerra que começava em Teenimac. Realmente, não queria lutar, porém tinha o dever de proteger minha casa. Mesmo que o Teenimac tivesse nascido a pouco tempo, já me sentia bem ali e não queria ver as horas que passei trabalhando para construir uma comunidade se acabar assim.

Fui atingido por algo, não sei pelo quê exatamente, mas sei que me fez desmaiar, e eu tive um sonho assim por dizer. Ouvi a risada de Tornado, não suportava aquele desgraçado por coisas que ele fez no passado. Acordando, me esticaria até o lugar onde Tornado estava e aproveitando o quesito "surpresa". Usaria a mesma técnica que criei treinando com Treeze. Enrolaria todo meu corpo em Tornado formando uma esfera come ele dentro, ao contrário do que mostrei contra Treeze, não me jogaria em paredes. Tentaria comprimir o espaço deixando Tornado sufocado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Ago 17, 2015 10:45 am

Cenário 1 – Teenimac

O combate entre Kaboom, Eagle Eyes e Tornado se da de forma continua, o poder concentrado e maciço de ar manipula os objetos ao redor, causando dificuldades para que a espuma de Esther siga ate seu alvo, mas a pericia com arco unida as habilidades oculares de Letícia, que se adaptam a corrente de vento fazendo disparos explosivos certeiro, detonando os escombros arremessados por Tornado, isso da espaço para que a espuma de Kaboom encontre seu alvo

MAS QUE....

Tornado é silenciado por um combo de múltiplos golpes de Kaboom, preso o vilão não consegue reagir e acaba apagando.

Suporte, que ainda se mantem estático, não consegue se desvencilhar do ataque de Magma, então os acordados mudam a forma de ataque e os disparos começam a machucar a garota incandescente, ela grita quando alguns poucos tiros conseguem feri-lá.

Vamos John, acabar isso como tudo começou, JUNTOS !!

Um turbilhão de magma ilumina Teenimac consumindo Magma e Suporte juntamente com os acordados, Nexus se estica se salvando antes que virasse cinzas no local, mas é impedido de chegar ate tornado devido a exaustão e explosões que ocorreram no momento.

Eagle Eyes consegue acompanhar todas as cenas.

Cenário 2 – São Paulo

Yannick comanda com tamanha exatidão o exercido que acata cada uma de suas ordens, mas por algum motivo eles começam a desmaiar, um a um, sem efeito aparente, assim como acontecerá com Geo.

Tigre e seu pai partem para o ataque apos algumas palavras, mas são arremessados novamente contra a parede por um disparo energético.

Acha mesmo que Don está certo ? Acha que estou do lado errado ? Porque tantas duvidas ?

Não se exalte, Don é um velho tolo que não toma uma posição diferente da que escolheu, foco na luta

*É exatamente por conhecer esse lado de Don que começo a me convencer que ele esta certo...


Cenário 3 – Seattle

A situação no EUA não é diferente do restante do mundo, como um ultimo esforço a jovem velocista egípcia gira dissipando as chamas e fazendo com que o restante delas seja afastada por um instante, esse momento é o climax em que ela se propulsiona com o que resta de suas forças, aplicando um golpe nas costelas do homem de fogo, devido aos ferimentos já sofridos o homem vomita um pouco de sangue e cai desacordado, Krisys que se esforçou ao limite também cai respirando com dificuldade.

Bronson chega carregando um corpo

Esse tal de barreira até que deu um pouco de trabalho

ele joga o corpo no chão e ajuda Krisys a se levantar, a apoiando em uma parede para que fique consciente

Devo admitir menininha, você tem um pouco de fibra

Cenário 4 – Lisboa

Titan tenta uma conversa com Átomo, sem resultado, Spark começa a absorver a energia do inimigo e uma faca arremessada por Jinx acerta as costas do inimigo, Nero começa a sentir as ondas de radiação acertando sua pele, sem causar efeitos, então diversos robôs começam a surgir absorvendo a radiação e tirando o átomo do chão o levando a uma altitude em que apos um revesamento conseguem desacordar o alvo e deixar a situação estável, Gadget então se une aos três controlando os robôs que colocam o homem desacordado no chão.

Ohms e Fantoche são vistos chegando ao local caminhando.

Blood acerta um potente soco em Metálica que a faz recuar alguns passos e olhar espantada para o jovem russo, ela o golpeia ainda com certa hesitação, mas os golpes tem maior propriedade, um combate punho-a-punho segue entre os dois, Blood Ice percebe que Larissa não se concentra totalmente na luta, a garota mantem uma expressão vazia e de melancolia.    

A luta de Hagi e Treze contra as cópias de Fantoche continua, Hagi e Treze chegam ao seu limite e a quantidade de copias diminui bastante,  Treze gasta todas suas energias fazendo todas as sombras do campo de batalha devorarem as copias de Fantoche e como um compactador de ferro-velho as transforma em um bloco de madeira, Jason cai ajoelhado devido ao desgaste que se encontra.

Phobus faz novamente o movimento de explosão telecinetica

Isso de novo ?

Bugarski se protege sem dificuldade

Porra velho, já falei que você não é um oponente

Esse é o seu problema, nunca olha para os lados, eu não estava tentando te acertar !

Phobus aponta para trás de Bugarski, o búlgaro se vira, e ve Treze com um pedaço de metal atravessado em seu corpo

NÃO, ELE NÃO !

Treze cai ao chão vomitando muito sangue

É... desta vez eu estou literalmente ferrado...

o Professor Jason cai sem vida ao chão aos pés de Hagi, o grito de Suprema ecoa por todo o campo de batalha.

OBS:
-As postagens devem ser efetuadas até as 18:00 hs de quarta-feira, dia 19-08
-Bom divertimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Ago 18, 2015 4:47 pm

Titan conversa com átomo então vê o ataque de jinx

-Huahuahua sério Spark que a Jinx era a única que podia lutar com ele huahuahua furar um inimigo radioativo até eu faria huahuahua.

-Mas valeu a idéia Jinx foi um top ataque se não fosse uma bomba atômica ambulante seu ataque teria sido finalizador.

Então Titan vê os robôs de Gadget chegar

-Filho da puta, koe Gadget coloca esses robôs K.S para ajudar o Blood tinha tudo sobre controle aqui cara hahahahahaha.

Então Titan começa a ver a luta de Jones, que estava até divertida até que em um momento de ego inflamado Jones não pensa no entorno do combate o que causa a morte de Treze.

-Puta que pariu deu merda completa caralheo

*-sempre pensei que isso podia acontecer um dia, sou fiel ao Jones mas querendo ou não ele não é um combatente ele e um líder, a visão do campo dele tem pontos cegos*

Titan parte em direção a Jones parando perto de seu líder e fala com Phobus

-Hahahaha Phobus você está comemorando o que seu merda hahahaha,se eu fosse você eu começava a voar agora e so parava no sol cara hahahha você alem de ja ter perdido essa luta acaba de deixar o Jones puto da vida hahahaha imagina o que ele vai fazer com você agora que vai parar de brincar hahahahah foi bom te conhecer Draven hahahahaha.

Titan então fala com Jones.

- Vai la mano mostra o que seu treinamento resultou, faz igual o Yusuke quando vê a Genkai morta hahahaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Ago 18, 2015 10:33 pm

Nem foi KS, foi um assist muito bem empregado Nero

Faço um scan em Jinx e Spark

Vocês dois estão bem para continuar ? Jinx tem muito mais fibra do que eu imaginava, pela primeira vez você me mostrou que eu estava errado, meus parabéns pela sua evolução

Treze é morto em combate

Legião retirem os incapacitados de combate, coloquem o corpo de Jason em uma das naves e preparem uma eventual retirada, façam o possível para ver se há chances de salva-lo

A cada nova guerra, mais mortos, mais feridos e outras formas de pensar, nunca chegando a lugar algum

Hagi e Spark, precisam descansar ? posso pedir aos robôs que os levem para uma das naves

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Ago 19, 2015 7:16 am

Quase morro, então é isso que fazia Peter se preocupar tanto com as coisas, de certa forma estou muito feliz, agi sozinha e consegui sobreviver, mas quando o senhor Bronson me ajuda não consigo conter a emoção e nem as lagrimas que começam a cair

**eu ainda tenho muito o que aprender**

Preciso ficar mais forte...


Espero ate ter condições de fazer ações para talas e curativos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Ago 19, 2015 5:37 pm

Luta contra Metallica segue sem muitos problemas, o que custa certa estranhezas, mas meu foco para ela esta se esvaindo, após ver a morte de Treze, minha intenção e continuar a luta se acaba, mando uma mensagem para Gadget.

Mande seus robôs tirarem o padre do campo de batalha, ele será próximo a morrer se continuar assim.

Me afasto de Metallica dizendo a ela.

Quando estiver focada venha me enfrentar.
Por hora sua mente esta em outro lugar, não quero um possível vitória assim.
essa luta acabou.


Saio da frente de Metallica, mas sempre mantendo a guarda alta para que não seja acertado por ela.
E me coloco em uma posição fácil ataque a Phobus, e quando tiver a chance procuro finalizar o mesmo com um golpe para matar ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Ago 19, 2015 5:53 pm

Ao ver que o inimigo havia caído graças a ajuda de Titan e Gadjet, me abaixo para pegar a faca das costas do corpo, respondendo o elogio de Peter.

- Obrigada, eu acho.

Tento sorrir, mas as palavras "primeira vez" não eram exatamente amigáveis ao meu ver. Em seguida me viro para Nero, arremessando a faca de caça para cima e pegando-a em mãos novamente após dois giros completos no ar.

- Mas só para deixar registrado, você não iria encostar nele se não estivesse sangrando, trator.


Guardo a lâmina e volto minha atenção para Spark.

- Tudo bem aí, pegador?

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Ago 19, 2015 7:39 pm

Ao sermos atingidos, fomos jogados para longe de uma maneira incrível. Me levantei quase na hora, assim como meu pai, mas eu já começava a sentir um pouco os efeitos da rajada. E ver todos os que compunham meu exército desmaiarem me desesperou um pouco, pra não dizer um muito.

- Meu Deus... - digo, olhando para meu pai, com um semblante de assustado. Meus pelos estavam completamente arrepiados, eu estava ofegante e com as garras pra fora, além das orelhas abaixadas e com minha voz mais animal do que o normal. - Pai... Me ajuda

Vou até ele e sinto seu abraço paterno, o que me acalma um pouco. Nosso momento precisa ser rápido, pois estamos sob a mira de um cara com a capacidade de atirar laser contra a gente.

- Hum... Tenho uma ideia, filho, mas você vai ter que me ajudar com ela. Eu vou tentar acordar os curandeiros, tente distrair esse bósnio maldito. - Meu velho sussurrou para mim. Concordei na hora, e já comecei a me transformar num guepardo, mas sentindo meu corpo doer enquanto os músculos e ossos se reorganizam internamente. As dores são totalmente incomuns, pois não sinto meu corpo doer quando me transformo. Deve ser decorrência da rajada de plasma que tomei, ou alguma evolução cuja qual estou passando.

De repente, começo a correr em ziguezague, acumulando energia de minha velocidade, pronto para investir contra o bósnio. No entanto, minha ideia é ficar passando ao seu lado, cruzando seu caminho algumas vezes e visando me esquivar de qualquer rajada. Pelo menos até que meu pai consiga acordar alguém para curar o tal do Sagitário ou Don retornar. Após três passagens ao lado do bósnio, pretendo atacá-lo na altura das pernas, virando um tigre e tentando derrubá-lo. Derrubando-o, já pretendo ir direto com uma mordida em sua jugular. Heróis não matam, mas as vezes a morte é a única escolha. E não vejo muitas opções nesse instante
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sab Ago 29, 2015 1:19 am

Cenário 1 – Teenimac

Constructor e Armor Head cessam seus ataques ao perceberem os rumos da luta. O anão montando no gigante é o primeiro a se pronunciar:

-Pelo visto temos um lado vencedor. Reconheço a derrota e peço a gentileza de não haver oposição em nossa retirada.

Constructor olha para Kaboom e percebe que ela não está em condições de liderar. Chamando para si a responsabilidade, ele diz a Armor Head:

-Certo, pode ir embora com sua tropa, seu macaco de Bonsai! Mas Tornado fica!

-Ele não passa de um idiota útil... Que fiquem com ele. HOMENS! Bater em retirada!

Em pouco tempo as tropas de Fim partem em debandada das imediações do estado de Teenimac, sob o olhar vigilante de Constructor, Eagle Eyes e Kaboom. Aos poucos os habitantes saem do subterrâneo trazendo consigo a risteza de ver a destruição e os corpos espalhados pelas ruas.

Constructor continua fazendo as honras de líder e ordena:

-Vamos recolher os corpos! É o mínimo que podemos fazer!

Cenário 2 – São Paulo

Tigre e seu pai iniciam um plano e o garoto parte em zigue-zague para desfocar e incapacitar Bosanski em um possível ataque. Sem sucesso em mirar no oponente, Bosanski acaba por não atacar, deixando a estratégia de Yannick partir da hipotética para um ato perfeitamente consumado. O felino se joga nas pernas de Bosanski, tomando sua forma de tigre de bengala, derrubando o bósnio de imediato.

Mega se mostra confuso e, usando sua experiência na percepção após tantas batalhas, Don amplia a confusão do antigo companheiro:

-Erik, você me conhece! Você era um de nós! Você sabe que estou lutando pelo lado certo. Não existe porque nos atacar.

-Mas eu vi o que vocês fizeram...

De volta ao confronto entre Yannick e Bosanski, o jovem felino prepara uma mordida na jugular do inimigo mas, antes que efetuasse seu xeque mate, Tigre é surpreendido por um travamento de sua movimentação, se tronando estático. Uma voz ecoa pelas mentes de todos os presentes:

*A batalha acabou. Seguir com este embate não traria benefícios a nenhum dos lados.*

Tigre percebe um clarão momentâneo, que em sua mente parecia se tratar de um milésimo de segundo, mas, após o clarão, a única coisa que ele enxerga são as tropas aliadas e os incontáveis corpos ao chão. Don se aproxima de Yannick, percebendo sua confusão:

-Você conheceu o poder de Brain Eater, garoto. Ele é um oponente ao qual você ainda não está preparado para enfrentar. Sendo mais especifico, com a exceção de mim, todos vocês apagaram por vários minutos devido a potência telepática do inimigo. Você lutou bem garoto, mas agora me ajude. Temos muitos corpos pra enterrar e depois voltar a Teenimac.

O pai de Tigre se aproxima, ajudando a carregar os corpos e confirmando a Don que irá seguir até Teenimac.

Cenário 3 – Seattle

Bronson auxilia Krisys, usando as ataduras para auxiliar na cura da garota.

-Como se sente? Isso vai ajudá-la por ora. Você se saiu bem no fim das contas. Parabéns, heroína!

Aquarius e Magno surgem , sem aparentar cansaço ou qualquer elemento que sugerisse uma batalha. A senhora diz:

-Tudo resolvido, Bronson. Seattle está livre.

-Ótimo, Aquarius Como sempre, você e Magno deram conta do recado. Agora, vamos voltar a Teenimac e na viagem vocês me passam os relatórios.

Cenário 4 – Lisboa

A morte de Treze é um ingrediente inesperado para todos os presentes. Suprema fica transtornada com a morte do amado e é perceptível que sua energia transborda. Fim, logo a sua frente, não consegue reagir ao ataque despadronizado, mas extremamente contundente de sua filha, sendo arremessado para fora do campo de visão, mesmo se a visão fosse de Eagle Eyes.

Gadget, Titan e Jinx dialogam sem que tomem uma postura ofensiva, enquanto Spark e Tremor se mantém omissos na batalha, mas sem correr qualquer tipo de risco já que as frentes de batalha foram absolutamente reduzidas, tendo como últimos desistentes da luta as cópias de Fantoche, que desistem do embate contra Hagi para olhar na direção a qual Fim fora arremessado. Um dos robôs de Gadget carrega Treze para uma zona sem risco, mas sua morte é inevitável.

Blood Ice dá as costas a Metálica e tenta partir contra Phobus, mas é impedido por um potente soco de Larissa, fazendo-o cair de imediato, mas sem avarias em sua armadura.

-Você não entende nada mesmo! Olhe ao seu redor! Não é que não queira lutar com você. Só não quero ver mais mutantes mortos...

-Então feche seus olhos!

Suprema se volta para Phobus, consternada e com lágrimas incessantes, teimando em correr como um rio pelo seu rosto.

-Porque, Draven! Porque mataste Jason!?

-Ele já estava morto assim que decidiu vir a Lisboa! Assim como você, Suprema!

-Phobus está certo, filha.

Como se usasse um teletransporte, Fim surge às costas de Suprema e, com as mãos enrijecidas e esticadas, sem um mínimo de hesitação, ele ataca sua filha. A cena segue como se fosse em câmera lenta, e Bugarski, observando tudo, percebe o quão fora imprudente em deixar Phobus acordado, alimentando uma fúria nada útil em sua antiga tutora, levando Suprema a morte. Atravessando a filha com seu braço, Fim deixa transparecer, pela primeira vez em seu estado de vilania, tristeza:

-Me perdoe, filha, me perdoe! Mas você me obrigou a isto! Não pense que era o que eu queria...

-Pai...

-Feche os olhos, Joana! O seu tempo acabou aqui, desista de sofrer. Saiba que eu nunca deixei de amá-la, apesar de todas as nossas desavenças. Você morre como uma mártir, era necessário, minha filha.

Fim retira sua mão do peito atravessado de sua filha e fecha os olhos da filha, colocando-a suavemente ao chão. Metálica parte em sua direção e lhe aplica um soco, que Blood percebe de longe, ser um soco com toda a potência de Larissa. O soco arremessa Fim ao chão, há alguns metros, mas logo ele se recompõe:

-Já chega, Heitor! Eu passei a minha vida inteira me dedicando a sua causa! Pra que? Enquanto estive em Teenimac eu consegui entender, finalmente, que você nunca esteve do lado dos mutantes! Você só esteve do seu lado! Olhe para estes garotos! Eles lutam entre si e por si. E olhe pra você, não hesitou em matar a própria filha! Você é um monstro!

-Então você também foi corrompida...- Fim se vira pra Bugarski, visivelmente irritado, e continua -Isso tudo é culpa sua, Statainhoffen! Você me obrigou a matar minha filha! E agora consegue fazer minha mais fiel companheira, me abandonar! Vai morrer!

Fim parte contra Bugarski, violentamente mas, antes que possa acertar seu potente soco carregado de energia telecinética no búlgaro, Fantoche aparece em sua frente, recebendo toda a carga do golpe e evaporando, assim como suas cópias. Ohms, ao lado de Gadget, diz ao gênio:

-E assim chega ao fim a minha mais brilhante criação... Peter, Fantoche não era um ser vivo, mas uma máquina sem circuitos. Embora fosse composto de matéria viva, ele mesmo não possuía vida, sendo uma “coisa” alimentada pelos logaritmos digitalizados de uma vida anterior. Ele era irmão da mãe de Jones e um mutante fantástico, embora muito temperamental. Com a morte da irmã, ele culpou Bronson pelo ocorrido e se tornou um homem que desejava apenas duas coisas na vida: vingança de seu cunhado e proteção de seu sobrinho e ambas as coisas lhe foram negadas quando Bronson foi declarado morto e Jones fora enviado, secretamente ao Brasil. Após anos em completa solidão e vagando num vale de profunda tristeza, cunhado e sobrinho reapareceram, trazendo a Fantoche a esperança. Ele lutou contra Bronson um dia e eu estava lá. O líder Canfora não deu a menor chance a ele, tamanha era a diferença entre seus poderes, o que deixou Fantoche humilhado. Vendo aquele ser rastejando e praguejando contra Bronson, fui acometido por um forte sentimento de compaixão e, usando meu intelecto propus a ele aumentar seus poderes. Ele aceitou e consegui transformar seus desejos em equações algébricas e, hoje, ele conseguiu finalizar uma delas: proteger seu sobrinho. E eu finalizo aqui minha participação na história do mundo!

Ohms desaparece em altíssima velocidade, voando para nunca mais ser visto. Alheio a isso, Bugarski olha para Fim com cara de poucos amigos. Ele meneia a cabeça para a esquerda e, de seu corpo, explode um estrondoso pulso magnético que varre todo o campo, se abrindo como um globo. Todos os robôs de Gadget deixam e funcionar e também seu traje, além de todos os comunicadores, computadores de pulso e quaisquer outros dispositivos eletrônicos. Fim é afetado pelo pulso diretamente, sendo arremessado contra uma pilha de metal.

Em seguida Bugarski fecha os punhos, mirando os braços na direção de Phobus, que desmaia na hora. Bugarski manipula o campo magnético de Phobus e o leva até os braços de Titan. Antes de falar algo ele solta outra explosão magnética, desta vez devolvendo a energia aos dispositivos outrora desmagnetizados.

-Levem este cara para Teenimac! Todos temos contas a acertar com ele! Agora quero que todos vocês saiam daqui, imediatamente! Isso é uma ordem!

-Não quer que seus amigos o vejam morrer, Statainhoffen?

-Estou poupando-os de ver a surra que irá tomar, Heitor, mas já que insiste!

Bugarski reúne em suas mãos esferas magnéticas e consegue reunir ao redor de Fim uma quantidade de metal gigantesca, reduzindo-as em migalhas. Os metais são arremessados contra Fim, numa fina chuva, mas violenta. O corpo de Fim começa a ceder, sangrando pelo atrito das pequenas partículas metálicas.

-Isso é por Treze!

Bugarski então voa e acerta um soco magnetizado contra Fim, que não consegue reagir.

-Isso é pelo meu tio!

Com o outro punho ele acerta um soco ainda mais potente, fazendo Fim sangrar mais uma vez.

-Isto é por Suprema!

Juntando os punhos, Bugarski acerta um soco, jogando Fim para dentro da terra.

-E isto é por todos os mutantes que um dia você causou mal! Maldito filho da puta!

Bugarski olha para seus companheiros, ainda parados a observar como seus poderes evoluíram.

-O que estão fazendo aqui parados! Eu já mandei partir!

Todos partem em direção as aeronaves e naquele cenário restam apenas Bugarski e Fim, que se eleva do chão, colocando-se frente a frente com Bugarski:

-Você evoluiu, jovem! Confesso que tive medo por um instante, tamanha a força de seu ataque. Mas você sabe melhor que ninguém que não tem como me vencer!

-Na verdade, tenho sim. Mas vamos direto ao ponto, porque está com esta conversinha mole?

-Vocês me venceram hoje. Me tiraram bens valiosos e olhe só, só restou a mim aqui. Uma luta entre nós dois agora serviria pra que? Um de nós irá morrer e não poderá acompanhar o destino do mundo. E agora, Jones Stoichkov Statainhoffen, eu quero que você seja o único inimigo sobrevivente para assistir a meu triunfo, vendo eu matar cada um daqueles que ama! Você será a testemunha da minha vitória!

-Ou seja, você está batendo em retirada.

-Não, estou te dando a chance de ficar com seus familiares por mais alguns dias, pois vou tirar isto de você.
-Certo. Realmente não consigo enxergar condições para nossa batalha seguir, você perdeu e eu realmente acho que te matar agora será um desperdício. Mas nos aguarde, Fim, nós vamos acabar com você!

Fim voa para longe e Bugarski recolhe o corpo de Suprema, levando-o consigo até a aeronave. Logo, todos voltam à Teenimac.


FIM DO EPISÓDIO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E19 - O Início da Grande Guerra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
 Tópicos similares
-
» Lutas da 4ª Grande Guerra Ninja (Conhecidas - Possíveis)
» [Depois da Quarta Grande Guerra Ninja] #2 Dois anos depois...
» T4E19 - O Início da Grande Guerra
» [Depois da Quarta Grande Guerra Ninja] #1 Um ano depois...
» Shinobi do Ano 2011

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: