Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E19 - O Início da Grande Guerra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 11:05 am

Aproveito que cheguei mais cedo na cidade, dou uma volta bem "a paisana" sem mostrar meus dons de forma nítida, vou até uma das cafeterias que antes do comunismo eram famosas na cidade e com o computador de pulso vou tirando algumas fotos dos locais turísticos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 12:09 pm

Apos deixar Kiya na America tenho tempo de um breve cochilo que me traz mais lembranças

Lembranças:
 

Acordo em Lisboa

*Porque estou tão perdido em minhas memorias ?*

Pelo visto o primeiro a chegar, dou um pequeno sorriso ao ver a trupe de Teenimac

Sabia que estariam aqui, por isso vim Joana !

Apos a quebra da "surpresa" proporcionada por Jones

Tive que mudar algumas coisas

Então respondo a Hugh

Estes são a Legião, quando fico sem saber o que fazer, faço o meu hobby favorito, construir !

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 1:10 pm

Antes de partimos Hagi me diz algumas palavras, mas eu apenas concordo com a cabeça, não sabia como responder. Quando chegamos em Lisboa somos abordados por um exército e um homem de certa idade da um passo a frente, apresentando-os.

*Será que podemos mesmo confiar neles...?*

Meus olhos reviram todo o esquadrão, procurando por algo suspeito ou alguém diferente, talvez com medo, ou quem sabe com raiva. Queria apenas ter certeza de que todos estavam lá por vontade própria, realmente querendo nos ajudar.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 1:59 pm

Vivo um dia mágico, em família. Uma pena que este dia seja uma despedida e que, muito provavelmente, mesmo que saiamos da guerra vivos, sequelas deste embate vão perdurar por muito tempo em nossas vidas.

A despedida de Bugarski é triste para meu coração, mas seu discurso é entusiasta e acabo entrando no clima da multidão, respondendo como a maioria às perguntas de nosso líder. Quando ele se despede de mim, retribuo o beijo e lhe digo:

-Nós também te amamos, honey. Volte vivo pra mim!

Com Esther no colo vejo a nave partir e Constructor me faz uma pergunta a qual respondo:

-Vamos levar todos aqueles que não vão lutar para os canais subterrâneos. Certifique-se que terão provisões lá embaixo. Todos aqueles que vão lutar ficarão aqui em cima, conosco.

Toco o ombro de Eagle e digo:

-Não vou conseguir cuidar de tudo aqui sozinha e Constructor vai ser nosso conselheiro. Nomeio-a Eagle Eyes, a general de Teenimac.

Levo Esther até uma amiga de Teenimac.

As Matrioskas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 5:00 pm

Cenário 1 - Teenimac

Constructor responde a Kaboom

-Está certo. Vou me certificar se há provisões suficientes lá embaixo.

Após delegar uma nova função a Eagle Eyes, Kaboom leva sua filha a uma companheira para que ela cuide de sua filha durante a batalha. Todos aqueles que não vão lutar se encaminham para os canais subterraneos e os guerreiros se posicionam na superfície. Eagle Eyes se encontra com Nexus,Vulpine, Harleen e Damiani. Os cinco escutam Val e Canis.

-Devemos criar armadilhas para os inimigos que chegar, ficarmos camuflados.

-Isso seria muito manjado, claro que perceberiam tratar de uma armadilha.

-Mesmo assim, teríamos o elemento surpresa, já que eles não sabem onde estaremos. O contra ataque será surpresa.

-Realmente. O que acha, garotinha?

Constructor encontra Kaboom e diz:

-Temos provisões para mais de três meses aqui embaixo. Não há problema algum. Mas agora, temos que ir até o prédio onde guardam suas armas. Precisaremos de todas elas. Devemos armar os nossos soldados, imediatamente. Só preciso de uma ordem sua.

Cenário 2 - São Paulo

Tigre diz algumas palavras e sai em busca de algo que somente ele sabe definir. Don revela ao grupo:

-O animal está certo. Nossa guerra é contra aqueles que querem nos oprimir. Não vou tolerar o assassinato de inocentes! Vamos a obra!

Geo busca Tigre:

-Sei que você está a procura de algo, mas no momento precisamos de você. Vamos traçar planos de ataque, configurar o exército. Bugarski pediu pra que incluíssemos você nos grupos principais. Por algum motivo, ele confia em você.

Geo e tigre seguem então para uma tenda no meio do gramado do estádio. Lá se encontram poucas pessoas. Don começa:

-Bem, estamos todos presentes. Hora de nos organizarmos.Segundo os relatórios, temos aqui um contingente de cinco mil pessoas. Com este número poderemos atuar em diversas frentes, fazendo entrevistas e definindo os grupos com os quais poderemos trabalhar. Somos vinte generais no total, ou seja, teremos uma frota de 250 homens. Temos aqui os relatórios de cada um deles, fiquem a vontade para escolherem seus homens.

Na mesa disposta ao centro da tenda, são colocados computadores para cada um dos vinte membros. Nos computadores eles podem ver as fichas de todos os cinco mil homens, tarefa trabalhosa. Tigre analisa os nomes de dez soldados:

1-Roberto Machado
2-Cristiano Junqueira
3-Maurren Santorini
4-Tim Aprile
5-Franco Bartolomeu
6-Sara Carter
7-Winston Churchill
8-Ursula Gomes
9-Tony Harnell
10-Alexis Ocean


Cenário 3 - Seattle

Krisys anda pela cidade e pode perceber que das janelas ela é observada. Ela passa por estabelecimentos onde antigamente haviam cafeterias bastante movimentadas e só vê poeira acinzentada. O cenário lembra filmes apocalípticos. Numa das cafeterias fechadas ela se arrisca a entrar. Dentro do estabelecimento apenas os ratos se arriscam a aparecer. Em uma mesa ela vê um jornal datado há cerca de um mês. Na capa ela pode ver a imagem de Fim, em uma foto tirada na Conferência. A manchete: De volta ao Fim.

O jornal é sensacionalista, mas revela o medo da população americana em relação a esta ameaça. Durante a leitura krisys escuta, ao fundo da loja, o som de um metal caindo que, naquela situação, parece ensurdecedor.

Antes que possa ver do que se trata, as ruas de Seattle ficam escuras, como se uma grande nuvem negra tampasse o céu. Krisys olha pela vitrine e vê uma grande nave de tom púrpura. A voz lá de dentro acaba se mostrando, desesperada:

-E o apocalipse está chegando! Deus salve todos nós!

Da gigantesca nave começam a descer seres alados, vestidos de forma idêntica, mostrando um emblema que Fim costumava usar. Os seres descem com armamento pesado e começam a lançar bombas sobre a cidade. Uma das bombas cai frente a cafeteria onde está Krisys, explodindo todas as vitrines, mas sem arranhar a garota. Um homem esguio desce da nave e chega ao solo, afirmando:

-Matem todos, não deixem ninguém vivo! Faremos deste lugar o nosso quartel general!

O homem pega um lança granadas e mira na cafeteria onde está Krisys, sem percebê-la

Cenário 4 - Lisboa

Após se apresentarem a Bugarski, o exército é interpelado por Titan e Blood Ice. Bugarski apenas sorri e diz:

-Não se importem com nossos companheiros. Eles estão apenas a zelar pelo nosso objetivo. Sei que estão conosco. Agora por favor, relatórios, senhores.

Gadget revela sua tropa de Legiões e Suprema averigua um deles, perguntando:

- E o que estes legiões podem fazer, gênio?

Parte da tropa não se arrisca a andar próximo de Titan, assustados e acabam sofrendo o ataque do olhar desconfiado de Jinx, que não tem certeza quanto a fidelidade dos soldados. O mesmo faz Blood Ice, criando um impasse para Bugarski. O homem que os recepcionou diz ao búlgaro:

-Fica dificil trabalhar junto com tamanha desconfiança.

-Relaxe, meu amigo. Confiança não é exatamente o sentimento mais comum dos tempos atuais. Creio que também não sejamos unanimidade entre vocês. Aqui!

Oi?

-Foi aqui que travamos nosso último embate com Fim, claro, em solo lisboeta.Ele irá atacar aqui porque sabe que iremos pra lá. Vamos começar a operação! Chame a todos! Já tracei o plano!

-Já? Não está apressado, senhor bêbado?

-Não, nunca fui apressado, sou apenas o melhor estrategista de nosso tempo, professor!

Todos os presentes são convocados e Bugarski começa mais um de seus discursos(muito comuns ultimamente):

-Senhoras e senhores, estamos aqui reunidos para a guerra! Pode não ser o sonho de nossas vidas, mas é a realidade que enfrentamos. Temos um bom número de pessoas para apoiar nossa causa e um pequeno número de tempo pra agirmos. Mas já tenho tudo em mente. Algo que posso afirmar é que sei ler a mente de Fim e ele vai atacar neste ponto!- Bugarski mostra em um mapa - Foi aqui que ele matou nosso companheiro Sombra e eu conheci o poder de Suprema então, certamente, é aqui que ele vai atacar. Iremos eu, Suprema, Treze, Titan, Tremor e Hagi pra lá. Levaremos um bom número de homens pois tenho certeza que Fim trará seus súditos.

-A aeronave que nos trouxe está carregada de armamentos, aeronaves menores como a Canário13, equipada com grande potencial bélico. Cada um de vocês deve ir até a aeronave e se equipar com o que achar melhor para a nossa luta, só tenham bom senso.

-Blood Ice, quero que organize uma frota que atacará pelo flanco esquerdo após o início da nossa luta.

-Gadget, você tem sua tropa e disponibilizo a canário13 para que você nos auxilie nesta batalha.

-Spark e Jinx, conto com vocês para transformar o campo num ataque de formigueiro, ficando com a responsabilidade de coordenar o maior número de soldados.

Agora vamos!


Todos começam a caminhar até a aeronave.


OBS:- As postagens devem ser efetuadas até as 12:00 hs de segunda feira, dia 27/07
-Nos cenários 1 e 4 os jogadores tem o direito de criar situações, diálogos e personagens, desde que narrados em spoilers
-No cenário 2, Tigre pode fazer as entrevistas livremente, criando diálogos. Todos os dez nomes citados são personagens que o jogador tem o direito de criar desde seu poder até a sua essência. Se houver mais de uma entrevista e criação, por favor, separe em spoiler
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Sex Jul 24, 2015 9:28 pm

Titan parte olhando para todos os homens do exercito e resmunga sobre nenhum deles ter sido homem de se oferecer para uma frente


*Maricas agora ficam me olhando  com cara de medo merdinhas*

Titan escuta o plano de Jones

-Cara a morte da sombra parece que foi ontem é ate difícil acreditar que já faz tanto tempo lembro-me dele disparando aquela bazuca sem míssil no Fim e imaginar que tudo  voltaria ate aqui umas pardas muito loucas.


Bom pessoal  vamos acabar com o Fim para ter Inicio a nova era.
 
Titan parte em direção a nave
 
Alex:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Dom Jul 26, 2015 10:43 pm

Bulgaro da um grande discurso público, com isso eu tinha em mente que a guerra começou. Ele forma grupos e várias pessoas tem a liberdade de se juntar a guerra, porém eu decido que não devo ir, como já tinha citado várias vezes, não queria fazer parte de derramamento de sangue, já bastava as missões. Vou até a sala de reuniões e ligo uma das tv's para acompanhar em primeira mão o que acontece na guerra.
- Se algo acontecer, não seremos obrigados a participar como reforço? - Pergunto a Constructor. - A proposito, gostaria de treinar com o senhor. -
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 12:03 am

Ainda passava pelas áreas, farejando tudo, até senti um cheiro que me era familiar, até que o grandão - Geo, pelo que me lembro - foi me buscar. Soltei um rosnado a princípio, mas depois concordei e fui com ele para a tenda. Ele me disse que Bugarski confiava em mim... Por que será?

Lá dentro, estavam nove pessoas além de mim. Dessas nove, apenas conheço os que vieram comigo na viagem. Lá, começamos a conversar algumas coisas, e eu me mantinha sentado, em posição felina, observando tudo.

Depois, fomos dispostos a vários computadores, cada um com fichas e várias pessoas. Eu tinha dificuldades em mexer no computador, até mesmo pedi pra um deles pelo menos me dar já uma listinha que eu me virava depois. Foi aí que eles me deram uma lista com dez nomes. Sem prestar atenção direito neles, pedi para que alguém convocasse todos para as entrevistas. Um a um, fui chamando num espaço separado.

Entrevistas resumidas:
 

Depois desses 4, chegava a hora do quinto. Quando ele entrou, meus olhos brilharam. Vi que os dele também brilharam, mas ele estava tão... Diferente. Estava se parecendo comigo até. Várias partes de seu corpo tinham parte da pelugem tigrada, inclusive seus cabelos. As presas e os bigodes eram visíveis, assim como sua cauda. Ele tinha também duas patas. Seu corpo estava bem misturado, entre tigre e humano, mas com partes humanas visíveis. E eu tomei a iniciativa de perguntar, já com lágrimas nos olhos.

- Papai?

Obs.:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 7:49 am

Vejo que meu passei acaba agora, está na hora do trabalho, se tudo terminar bem volto a minha visita a cidade. O homem mira dentro da loja, minha sorte é que não fui percebida, então com minha visão para apoiar caso ele consiga me ver para uma provável esquiva, acelero a uma velocidade em que ele não consiga me notar então apos me mover dou um chute para que a ponta de sua arma seja voltada para o chão, me afastando antes da explosão.

*Espero que isso resolva*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 8:40 am

Lembranças:
 

A surpresa é notada e é um bom momento para dizer o que é a minha Legião

Joana esse exercito se chama Legião, é um grupo fortemente preparado para ajudar, salvar vidas humanas e mutantes sem causar grande dano, eles podem sim lutar mas sua prioridade sempre sera proteger e servir, uma ferramenta para evitar genocídios

A canário13 está sobre minha guarda isso é bom, vou fazer o que a muito devia ter feito MELHORA-LA

Pessoal criei esse micro dispositivo de comunicação, vai substituir o computador de pulso e os comunicadores que usamos, é só conversarmos que vamos escutar, alem de nos dar posições e na telinha do computador os batimentos cardíacos e como está o corpo do usuário ! Giovanna eu sei que tem dificuldade com tecnologia, se precisar de ajuda é só pedir

Vou até a canário e apenas monto uma armadura "sobressalente" e a equipo com o máximo de armas que puder sem ter os malefícios

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 11:06 am

Deixo Esther nas mãos de minha amiga e tenho que ser a responsável pelo local. Numa boa, cuidar de uma empresa é ate tranquilo. Mas cuidar de um país? Como isso cansa! Constructor dá um conselho e eu respondo:

-Mas é claro! Vamos usar todo nosso arsenal. Inclusive que todo o estoque de esferas aqui comigo, você pode providenciar isso pra mim, mestre?

Saio a procura de Nexus, Eagle e Damiani para traçarmos uma estratégia de defesa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 11:34 am

Após a divisão das equipes falo com meus companheiros.

*caros amigos sei que falei com tom desconfortável, mas quero sabiam que irei proteger quem eu puder com meu gelo e se preciso usarei meu meu próprio corpo para que nada acerte vocês, agora vão ate a nave e peguem o que precisar. "

Sigo ate a nave e pego alguns itens, uma arma, e procuro por alguns itens de recuperação (caso tenha pego algumas injeções de adrenalina),

"Após sair da nave um soldado me chama atenção, com os cabelos brancos, mas uma aparência de jovem.
(Parte acima seria espolier mas pelo cell não consegui colocar)"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 4:26 pm

Cenário 1 – Teenimac

Após deixar Esther com uma pessoa de sua confiança, Kaboom é interpelada por Constructor. A garota, fazendo as vezes de líder pede para o lendário Canfora disponibilizar armamento a todos, inclusive as suas esferas, grande arsenal de seu manuseio. Enquanto Constructor parte para sua tarefa designada, a garota sai a procura dos outros para organizar a defesa de Teenimac.

Nexus parte a procura de Constructor, o encontrando no depósito de armamentos. Lá ele sugere um treinamento e o senhor Dempsey responde:

-Você já treinou com meu filho e agora não temos mais tempo, jovem. Mas será um prazer treiná-lo após a guerra, se sobrevivermos, é claro. Quanto a sermos enviados como reforços, duvido muito. Estamos em uma guerra, de muitas frentes. Acredito que não teremos apenas estes confrontos e pode ter certeza, Fim vai atacar aqui. Não precisa se preocupar, a guerra já chegou até nós!

Kaboom chega até a localização onde se encontram os demais e percebe que eles conversam sobre um plano. Estrela Maior diz:

-Até que enfim você chegou, primeira dama. Estamos organizado uma idéia de defesa, mas ninguém além de Val apresentou uma proposta. Vamos macacada! Deem idéias!

Constructor, com a ajuda de Nexus, leva todos os armamentos disponíveis para a praça onde o exército de Teenimac está.

-Pronto, está tudo aí! Qual o próximo passo?

Cenário 2 – São Paulo

Tigre começa sua sessão de entrevistas, conhecendo os mais variados tipos de soldado, inclusive alguns que mexiam com sua percepção aguçada. Assim, o garoto foi fazendo suas entrevistas e, sem pressa, escolhia os duzentos e cinqüenta homens que integrariam o seu esquadrão.

Feito isso, todos os coordenadores são reunidos na tenda novamente e Don toma a palavra:

-Todos temos nosso esquadrão agora e podemos agir. Primeiramente, precisamos de uma diretriz. Alguém?

-Eu – se impõe Sagitário – Já nos organizamos como exército, primeiramente, mas precisamos de definir o que faremos. Não ficou muito claro pra mim o que faríamos, se seríamos uma espécie de batalhão reserva ou não.

-Na verdade temos liberdade pra escolher.

-Mas escolher o que, Geo?

-Onde atuaremos.

-Aqui mesmo, em São Paulo.

-Mas não temos nenhuma informação de que algo ocorrerá aqui.

-Por isso mesmo, a informação vazou, voluntariamente. Conheço bem Fim, fui eu quem o encontrou, quem o treinou. Ele sabe que estarei aqui e vai mandar seu pessoal. Sou um dos primeiros na sua lista de morte.

- Então quer dizer que isso foi combinado?

-Claro, Sagitário, ou se esqueceu que temos estrategistas na equipe? Vários focos, desfragmentamos o poderio de Fim.

-Mas também desfragmentamos o nosso.

-Completamente irrelevante. Quando fazemos isso, impedimos Heitor de atacar em frentes quais não teremos mobilidade para defender. Foi tudo muito bem pensado.

Um dos comandados de Don entra na tenda:

- Pois não, Cut.

- Avistamos uma nave diferente das nossas e detectamos homens de Fim e Dominic, juntos. Pousaram próximos ao sambódromo!

-Ótimo! Senhores, hora de começarmos! Alguém tem uma sugestão de ofensiva?

Cenário 3 – Seattle

Os seres alados atacam e gritos começam a surgir por todos os lados. O sangue tinge de rubro as ruas acinzentadas de Seattle e pessoas correm pelas ruas, antes de serem alvejadas pelos atacantes.

Krisys não tem como dar atenção demasiada a isto devido ao fato de ter que se defender. O homem mira na direção da garota, sem percebê-la, e ela atua com sua extrema velocidade, sem ser notada. Ela, de maneira habilidosa, desfere um chute no lança granadas, voltando-o para o chão. Sem pensar duas vezes, a garota sai da área de impacto da explosão para que não sofra qualquer tipo de dano.

O homem não tem a menor chance, pois já havia apertado o gatilho. A granada é atirada sob seus pés, explodindo parte do asfalto e ao homem, completamente. A ação chama a atenção dos seres alados que voltam todos contra a garota. São centenas deles, que miram suas armas contra a garota. Uma saraivada de tiros são disparados na direção de Krisys e nos arredores e mesmo com a sua velocidade, ela não será capaz de fugir de todos.

Quando os primeiros projéteis estão próximos da garota, misteriosamente, são travados no ar, como se Bugarski estivesse ali. De repente, as nuvens que impedem a luz solar de atingir o solo, vão se tornando mais densas, se precipitando. Elas vão se tornando líquidas e descendo vagarosamente até um único ponto onde Krisys pode ver uma imponente bola de água(similar a Genki Dama). No céu ela pode ver uma massa de ar tomando a forma de um homem, que diz:

-Acho que já está bom, Aquarius. Vou descer!

Durante a descida, o homem toma forma, completamente e Krisys pode ver se tratar de Bronson, o pai de Bugarski, líder dos Canforas. Junto com sua descida, a grande concentração de água é arremessada contra as figuras aladas, levando-as ao chão com imenso impacto, sem chance delas reagirem. Bronson cai e parece virar papel ao atingir o chão, se recompondo na sequência. Todas as balas caem ao chão e a nave de onde desciam as criatura é desfeita ao meio, caindo sobre Seattle e emanando uma enorme massa de poeira. Quando ela termina, Bronson toca o ombro de Krisys:

-O que faz aqui, sozinha, garota?

Magno desce, revelando que foi ele quem salvara Krisys. De dentro da cafeteria, sai um adolescente, magérrimo, de cabelos sujos e barba por fazer. Ele aponta para as costas de Bronson e grita:

-Fogo!

Uma imensa quantidade de fogo é atirada contra Bronson e Krisys, saindo direto das mãos de um jovem, que sorri com o ato.

Cenário 4 – Lisboa

As tropas se encaminham até a grande aeronave e começam a pegar as suas armas. A frota liderada por Bugarski, Titan, Treze, Suprema, Tremor e Hagi é a primeira a sair, se dirigindo até o local da antiga batalha, terreno amplo e vazio que nunca se recuperou daquele evento. Bugarski mostra suas mãos aos demais, revelando que está tremendo:

-Fazia tempo que não sentia isso. Como vocês estão se sentindo?

-Também não estou confortável, Jones.

-Muito menos eu! Tenho certeza que ele vai tentar me matar.

-Creio que isto não será um privilégio seu, Hagi.

-Com certeza não! Mas ele não irá conseguir. Hoje nós vamos pará-lo!

- E o que faz você ter essa certeza, Jones?

-Nosso exército. Veja só quantos de nós estão aqui. Veja só quantos de nós temos poder absolutos! Não vamos perder!

-Parece que você esqueceu quem é meu pai...

- E parece que a senhora já esqueceu que nós já o derrotamos.

-Mas agora é diferente.

-Sim, agora somos mais fortes.

Suprema meneia a cabeça em sinal de desaprovação, o que causa um sorriso em Bugarski. Após algum tempo de espera, é possível ver um bom número de homens marchando, até a direção do grupo. A frente dos homens se encontram Metálica, Phobus, Fantoche, um homem bem vestido, outro com um traje similar ao de Gadget e um híbrido humano crocodilo. O homem bem vestido se impõe a frente e solta um grito. As ondas sonoras fazem todos colocarem as mãos em seus ouvidos, causando imensa dor. O som cessa e a horda interrompe sua caminhada. É possível ver que Metálica faz uma cara de desconforto enquanto Phobus parece animado e mais corpulento:

-Meus queridos! Que bom reencontrá-los logo aqui! Lembram-se? Foi aqui que eu traí a confiança de vocês, seus idiotas! Agora estou do lado vencedor!

-Sempre idiota, hein Drei? Desde que foi pro lado do Fim a gente so ganhou de vocês! Quando estava do nosso lado a gente também perdia muito. Acho que você que é o problema, o fraco. Por usa causa sempre quem está a seu lado perde. Suprema, agora tenho mais certeza da nossa vitória!

O rosto de Phobus se mostra irritado e ele vocifera:

-Vai engolir estas palavras, seu filho da puta!

O exército de Draven começa a atirar contra o exército de Bugarski. Phobus manipula destroços contra a equipe de mutantes. Fantoche faz quatro cópias de si(agora são cinco) e Metálica corre em direção a Tremor. Antes que possa manipular Metálica, Bugarski tem que se desviar dos destroços jogados por Draven.

-Vamos, seu imbecil, sua luta é contra mim!

Um dos Fantoches ataca Titan diretamente, outro ataca Treze, dois atacam Suprema. O original, com a capa, observa Bugarski, de longe. Hagi diz:

-Pessoal, não consigo acessar a mente deles...

Blood Ice coordena um exército numeroso, pegando as armas com eles. Logo eles estão preparados para entrar no campo de batalha.

Gadget cria um novo traje, diferente de seu atual, além de melhorar a Canário13 e passar a todos um novo dispositivo de comunicação, mais discreto.

Jinx e Spark ficam na aeronave, com o maior número de membros do exército, a escolher suas armas. No novo comunicador as equipes de Blood, Spark e Jinx, além de Gadget, escutam a voz de Bugarski:

-Só pra avisar moçada: a batalha já começou!



OBS:-As postagens devem ser efetuadas até as 16:00 hs de terça-feira, dia 28-07
- No cenário 1 as armas disponibilizadas serão escolhidas pelos próprios jogadores e não há limite para a escolha, tanto na quantidade como na qualidade. Só tenham bom senso, pois não tem como carregar tudo de uma vez. Vocês também tem a liberdade criar personagens e seus diálogos, sem interferir no enredo do mestre, desde que narrados em spoiler
-No cenário 2 o jogador Tigre, em spoiler, continua com a liberdade criativa e narrativa com relação aos personagens nomeados e outros do exército disponibilizado, caso tenha a intenção de enriquecer a história. Não há garantias que o mestre usará a história criada, mas isso pode ocorrer. Independente disso, tudo o que for narrado sem interferir no desenvolvimento da trama pelo mestre, será considerado parte da história do personagem.(sobre Churchill, embora o nome seja o mesmo, é apenas uma homenagem à figura e a capacidade das pesoas de colocar nomes de figuras importantes sem nem saber de quem se trata – tive um grande amigo chamado Winston Churchill Santos e seus pais não sabiam quem era o primeiro ministro, só gostaram do nome)
-No cenário 4 os jogadores podem escolher as armas que vão usar de acordo com seus conhecimento, sem um limite de quantidade e qualidade, apenas o bom senso devem usar, já que não são capazes de carregar tudo o que imaginarem. Todos tem liberdade para entrar na batalha, lembrando que isso não é garantia de sucesso. Se quiserem narrar situações com membros do exército ou lembranças, tenham a liberdade para criar, desde que isso não interfira no enredo do mestre, lembrando, façam em spoiler.
-No mais, bom divertimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 7:28 pm

Um novo companheiro:
 

Blood sai da nave carregando um arma de longo alce e começa a movimentar o grupo, dando ordens para que os mesmo se coloquem em posição e atirem para matar os inimigos sem receio, Blood fica atento ao soldado que esteve em conversa, ao chegar com sua tropa blood ordena que todos façam ataque de longe e que nenhum deles atire antes do Blood.

Hugh pegar arma que ele carrega e mira na cabeça de Fantoches original e manda que um dos  soldado atire no homem bem vestido na cabeça também, Hugh atira quando a mira estiver pronta, após atirar Blood Manda que todos atirem nos soldados.
Após o tiro fico em guarda para possível ataque ao redor da minha tropa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 9:01 pm

A patota se reúne, ou seja, estamos cada vez mais próximos do massacre. Não sei porque Constructor fica me pedindo pra resolver tudo, quem é o Canfora aqui? Mas tenho que dar conta disso, meu amado deixou comigo o controle da cidade e eu não posso desapontá-lo. Olho para todos, em especial para Canis e Val. Mesmo se tratando de dois idiotas, são dois idiotas fieis a nossa causa.

-O próximo passo é o que Canis acabou de observar: Um plano de defesa. Temos que observar no que temos vantagem. Temos um bom numero de pessoas e poderes diversos. Analisemos nossas capacidades.

Paro pra pensar um pouco. Sem Titan como homem de frente, sem Bugarski pra planejar, sem Gadget pra usar seu intelecto pra criar situações... Não parece muito fácil traçar um plano, mas alguém aqui tem que fazer e alguém tem que decidir. Me posiciono a frente.

-Temos que deixa-los longe do subterrâneo e ao mesmo tempo impor nossa vantagem em terreno... Podemos atrai-lo ate a direção oposta dos subterrâneos com nosso poderio a distancia. Val, Canis e Damiani poderiam ficar escondidos em prédios, atacando aqueles que chegar deixando o campo afunilado e levando os inimigos a um ponto X. Podemos colocar armadilhas espalhadas por este caminho pra deixarmos eles cada vê mais acuados, nisso Eagle e Vulpine seriam perfeitos. Eu e Nexus ficamos com o contingente no ponto X para estraçalharmos nosso oponente. Celine fica mais recuada, pronta pra recuperar nossos feridos e Harleen ficaria a seu lado, atenta aos ataques que possam ultrapassar a nossa barreira. O que acham?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 11:39 pm

Escuto as palavras de Bugarski no comunicador e respondo:

-Segura a onda ai mané, quem começou a cuspidela da discórdia aí? Tú ou eles? Sua cara fazer isso Jones!

Saio da nave carregando duas espadas gêmeas nas costas, e digo à Jinx:

-Levarei o exercito até a batalha, porém entrarei pelo flanco do exercito de Fim, você tem algo contra?

Espero o posicionamento de Giovanna, e Grito com os soldados:

-Senhores, hoje será um dia para se guardar na memoria!!! Espero que tenham trazido sua coragem pois vão precisar dela! Me sigam para a vitória!!!!

Sigo na frente guiando o exercito para o local escolhido, pronto para atacar com rajadas elétricas meus oponentes!

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 11:56 pm

Sigo pelos corredores do subterrâneo preparando-me para a batalha, procuro no arsenal pela maior numero de flechas que eu conseguir colocar em minas aljava, assim como facas posicionadas nas minhas pernas.

Sigo até onde Esther se encontra, e me ponho as ordens dela, o plano apresentado parece consistente então digo:

-Sem problemas por minha parte...

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Seg Jul 27, 2015 11:58 pm

Titan ve e escuta Jones mostrando e falando sobre seu nervosismo

-Cara, você não tem idéia de como estou huahuahauauua ate dor de barriga ja tive e passou huahuahauauua porra podemos mudar o mundo depois de hoje e agora tem uma mina me esperando em Teenimac.

Titan escuta a conversa de todos

-hahahahaha suprema minha ex chefe fica tranquila o senhor seu pai vai querer matar todo mundo se ele puder hahahahahaha então fica tranquila hahahahahaha.

Titan após chegar ao local da luta

-caralheo porque existem tantos desses mutantes gritadores mo chatos huahuahaua.

Então Titan vê Phobus

-Koe Phobus seu âncora de time huahuahua onde você fica é so derrota huahuahua.
Me fala uma coisa os ossos de frango que eu quebrei ja estao no lugar huahuahaua.

Metallica você é tão genial e poderosa e talz porque você não coloca uma coleira no Phobus e deixa ele na casinha huahuahua


Titan vê um dos fantoches, antes de efetuar qualquer movimento, vindo em sua direção.

-Boneco filho da puta! Estou querendo destruir você tem muito tempo.

Titan espera o Boneco chegar perto para aplicar uma joelhada estilo Sagat. Na sequência ele segue com um soco e um chute intencionando jogar o boneco para longe e ganhar tempo para colocar seu par de soco inglês.

-Vai ser um ótimo teste destruir um de vocês para saber se meu treinamento deu resultados
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Jul 28, 2015 11:36 am

É bem interessante a pergunta do Senhor Bronson, mas eu não tinha ideia do porque, mas agora já tenho uma noção

Quero provar a mim mesmo que já sou capaz de ajudar a fazer a diferença

Vejo o homem que lança chamas em nossa direção, corro em círculos envolta dele para privar seu fogo de oxigênio, aproveito e vou deixando imagens para auxiliar no combate, assim que ver uma brecha o golpeio com minha faca para não causar queimaduras em mim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Jul 28, 2015 12:12 pm

Relaxa Jones já estamos indo

Vou em direção a batalha, chegando faço um scan na área e para minha surpresa alguém com um traje bem parecido com o meu isso não é de se estranhar, meu poder é algo raro, mas não é impossível de ter similares. Ainda em voo scaneio o traje de meu "sósia" já definindo seus poderes de combate e defesa. Aterrisso proximo ao meu alvo

Seria um desrespeito de minha parte começar um ataque sem antes identificar quem é você, como já deve saber sou Peter Heinz e você seria ?

Aciono o modo defensivo enquanto busco brechas para realizar um ataque, deixo a Legião sobre aviso prévio para agirem assim que necessários

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tremor
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 259
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 29
Localização : BELO HORIZONTE

Suprema Card
Nome Civil: Gregório Martinez
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Jul 28, 2015 3:27 pm

Chegando a Lisboa vejo que o ambiente e hostil e não há nada no local, nada para nem para chamar àquilo de cidade, o ambiente causa um certo estranhamento e o búlgaro chega até a ratear e sentir um temor pela batalha, mantenho minhas orações mentalizando os livros de salmos em que Davi mesmo estando em menor número e já cansado clama ao senhor com sua fé para sair vitorioso da batalha.
Vejo caminhando em nossa direção vários adversários que já até conhecemos, após um breve diálogo de bugarski , suprema e o outro qualquer sou alvejado por ataques de metálica, faço uma proteção de terra ao meu redor para me proteger dos ataques e tampo meus ouvidos contra os ataques supersônicos do outro adversário.
_ A gente vai ter que lutar contra esses peões do fim até quando bugarski? Esses caras só vem pra atrapalhar, acho que fim deve se lembrar da última vez em que éramos bem mais fracos e o vencemos, ele deve com todo a sua superioridade ainda nos temer.
Fortifico a proteção de terra deixo uma brecha para enxergar os inimigos, tento visualizar metálica, e faço uma manipulação de terra para controlar a terra no local aonde ele esta e o contra atacar destruindo a terra ao seu redor e o alvejando com vários ataques com blocos de terra e tremores concentrados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Ter Jul 28, 2015 4:26 pm

Encontrar meu pai ali era justamente o que eu esperava. Mas ainda assim, a emoção foi muito grande. Senti o abraço dele, comecei a ronronar na sua presença, porém não havia tempo, eu precisava seguir com as entrevistas. Pelo menos havia convencido-o de ficar na sala comigo.

Muitos outros foram sendo entrevistados. Havia alguns com poderes interessantíssimos, como magnetocinéticos, hidrocinéticos, geocinéticos, miméticos animais, velocistas, furtivos, metamorfos, empáticos, curandeiros... Tinha de tudo ali, até mesmo humanos simpatizantes com a causa e um cara que parece ter sido enfeitiçado e que podia virar lobisomem. Claro, alguns estranhos também apareceram, como um cara que podia mudar a cor de objetos. Ok, isso é ótimo para um designer ou para um pintor. Mas o que ele faria num campo de batalha?

Outro que me chamou a atenção pela estranheza era um cara que garantia que podia comer de tudo. Pedi para ele me mostrar isso, e lá se foi minha caneta. Espantei ele a rugidos. Outro que foi lá era um humano simples, não sabia manusear armas, não era bom com diplomacia nem sequer tinha alguma modificação genética imposta nele. Ele era só um humano normal. Segundo ele, um jogador de jogos de luta de mutantes. Dispensei ele, e apenas vi quando o tal lobisomem atacou e mordeu ele. Espero que ele esteja bem e não tenha sido, sei lá, contaminado.

Depois disso, todos nós voltamos a nos reunir. Pedi para meu pai ficar por perto, pois ainda queria conversar com ele. A presença dele ali havia me ajudado e muito. Só de vê-lo eu consegui tirar um pouco do instinto, até consegui voltar a caminhar sob duas patas. Quando o assunto é família, não há explicação lógica para as coisas.

Na área de reuniões, alguns deles discutiam estrategias, e eu ficava apenas olhando, até o momento em que parecia que era hora de eu falar.

- Sabem como eu faço pra caçar uma presa? Me escondo, observo o ambiente, observo meu alvo, até que... Um salto total e uma mordida na jugular - digo, ilustrando com mordidas no ar - rrrr... Isso se chama emboscada. Acho que é uma boa maneira de atacarmos. No entanto... rrrr... Um predador não ataca o desconhecido. Que usemos todos os nossos teleportadores e farejadores para descobrirmos o que é este inimigo, o que ele tem, e se podemos atacar 1x1. Minha equipe possui 5 teleportadores, 8 metamorfos, 4 miméticos e 2 híbridos, além de mim e de meu pai. Melhor reconhecer primeiro o que teremos pela frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Jul 29, 2015 2:52 am

Ainda estava entretida com a quantidade de armamento disponível quando ouço a voz de Bugarski, seguida de Spark perguntando minha opinião sobre seu plano.

-Estarei logo atrás de você.

Volto minha atenção para as armas e me deparo com uma arma muito parecida com a minha metralhadora e imediatamente a seguro, descobrindo que era um pouco mais leve que a minha e dou um tiro na direção do nada, percebendo que o coice era razoavelmente menor.

Deixo a minha metralhadora no lugar da que retirei e a coloco em minhas costas. Também pego cinco granadas e as distribuo entre meus bolsos de jaqueta e calça.

*Espero que não explodam aqui dentro.*

Sigo na frente dos soldados e crio vários discos, tentando inicialmente proteger o máximo de pessoas possíveis com portais refletores.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Jul 29, 2015 12:02 pm

Cenário 1 – Teenimac

Já munida de cem flechas dispostas em sua aljava e com seis facas empunhadas em suas pernas, Eagle Eyes concorda com o plano de Kaboom.

-Excelente plano, Rotschild! Alguém quer acrescentar algo?

A pergunta de Constructor não encontra resposta por algum tempo até que, bastante irritado, Canis se pronuncia:

-Eles deram pra isso agora! Ficam se escondendo, com medo da própria sombra! A loirinha tudo bem, mal chegou e já tem que segurar um rojão desses. Mas eu não sabia que Nexus, Damiani e Vulpine tinham virado viadinhos. Até a bicha do Valzack honra mais as bolas que tem!

-Calma mano!

-Calma porra nenhuma! Ficavam pagando de gatões e na hora que o bicho pega o que fazem? Enfiam um pau na boca e nada dizem!

-Parem com isso! – grita Celine - - Pode até criticar os garotos, mas controle esse seu vocabulário, Canis!

-Isso mesmo, vamos ao que interessa: seguir com o plano. Todos a seus postos!

Estrela Maior, Val, Constructor e Damiani ficam dispostos, cada qual em um canto da cidade. Celine alça vôo com Eagle Eyes para que a garota use sua visão aguçada, visando antecipar a chegada dos inimigos. Harleen e Vulpine montam guarda e Kaboom, Suporte e Nexus lideram, em um ponto central, o grande batalhão de Teenimac.

Após alguns minutos, do alto, Eagle pode ver, bem longe, dois aglomerados de homens surgindo, indo em direção ao posto de Damiani. Olhando nas outras direções, ela pode ver aeronaves pousadas e mais um grande número de homens saindo delas. Nos comunicadores Estrela Maior avisa:

- Vamos usar isso como nunca usamos antes. Não desanimem e comuniquem-se, desgraçados!

Cenário 2 – São Paulo

Tigre entra na reunião, acompanhado de seu pai, e escuta o breve e intenso diálogo. Ao ser questionado, o felino, visivelmente mais seguro ao lado do pai, se adianta, ronronando enquanto discursa. Sagitário é o primeiro a falar após Tigre:

-É uma ótima estratégia. Seu grupo parece ter sido montado com base instintiva, nada mal!

-Realmente é uma boa idéia, mas já fizemos uma emboscada ao vazarmos a informação de nosso agrupamento. Eles vão estar preparados pra este tipo de ofensiva, mestre Tigre – impõe Don

[b]-Mas pode dar certo...


-Pode, Sagitário. Mas não indo até lá, isso poderia reduzir nosso número. Usaremos iscas. Deixem que eles venham até nós, que gastem energia.

-Mas e a população?

-É um sacrifício que temos que fazer.

-O quê?!

-Ha!Ha!Ha!Ha! Estou brincando! Um de meus homens que servirá como isca tem uma habilidade muito peculiar: voltar o tempo em minutos em determinadas áreas. É claro que isso pode acarretar em problemas espaço temporais, mas irrelevantes neste caso e não temos nenhum gênio pra se preocupar com isso, não aqui. Toda a destruição que ocorrer durante o caminho, vai ser reconstruída, como se nada tivesse ocorrido e sem nenhum inimigo perceber.

-Mas como eles chegarão aqui?

-Bem, não chamam minha equipe de suicidas a toa. Eu irei com meu esquadrão. Precisamos de um bom teatro. Sem um de nós por lá, um Canfora ou um herói conhecido, eles perceberão a armadilha. Vou com minha tropa, simulamos a derrota e partimos em retirada, trazendo-os aqui.

- E depois?

-Continuamos o teatro. Geo e Sagitário, dois Canforas famosos, entram com sua trupe, junto com os demais, exceto a patota da família Aprile. O combate tem que ser bastante centralizado, permitindo que haja uma emboscada. Os predadores de Tigre já estarão cientes de todas as capacidades do inimigo e darão o bote final, fazendo com que os homens de Fim sejam obrigados a se render. Tigre, monte sua estratégia!

Todos concordam com Don, exceto Tigre, que não se pronuncia. Don sai pela tenda e Sagitário segue logo atrás. Sagitário pergunta a Don, longe da tenda, mas não o suficiente para que a audição de Tigre não escute:

Você confia mesmo neste garoto? Porque?

-Você sempre muito desconfiado, bom amigo. Não ouviste o discurso do garoto, logo quando chegamos? Ele é mais herói que qualquer um de nossos herdeiros! Embora seja senso comum não confiar em felinos, eu tenho certeza que podemos! Nos vemos em batalha!

Don segue com seu esquadrão para o sambódromo.

Planta do Morumbi:
 

Cenário 3 – Seattle

-E isso lá é motivo pra sair sozinha em zonas de guerra? Francamente, Joana só criou meninos mimados!

Ao receber a resposta ríspida de Bronson, Krisys é alertada pelo homem da cafeteria sobre o ataque de fogo. Usando sua habilidade, ela se desvencilha com facilidade do fogo e começa a correr em círculos, em volta de seu atacante. O movimento veloz acaba impactando a distribuição de oxigênio no local, impedindo que o fogo controlado pelo inimigo se emancipe. Desta forma, o ataque do oponente nas ilusões geradas pela movimentação de Kiya, não tem qualquer efeito, permitindo que a garota efetue um golpe de faca no rapaz.

Estranhamente, o golpe de Krisys, não consegue perfurar ou mesmo cortar seu adversário, como se ela esfaqueasse uma rocha. Batendo em algo sólido, a trepidação na faca atinge a mão de Krisys, causando-lhe desconforto e obrigando que solte a faca. Esse ato reflexo deixa a garota vulnerável e ela acaba recebendo em cheio a carga de uma rajada de plasma, sendo arremessada ao lado de Bronson

Kiya pode perceber que Bronson tem a consistência de uma tocha e o magro homem que alertara-a do ataque de chamas permanece atrás dele.

-Longe de mim questioná-la, senhorita, mas, se quer ser uma heroína você começou muito mal. Se eu não estivesse aqui este homem estaria carbonizado. Como se chama, rapaz?

- Drew Keaton, senhor!- responde o garoto, extremamente pálido e assustado

Drew Keaton:
 

-Suma daqui, Drew! Vamos cuidar das coisas agora.

O rapaz corre pelas ruas e bate em uma parede invisível, caindo ao chão.

O pirocinético se revela:

-Senhor Statainhoffen! É um prazer conhecê-lo! Me chamo Franklin e hoje, sou o que sou, graças a seu filho! - ele finaliza gerando uma grande bola de fogo

Franklin:
 

-Não me espanta. Tirando minha neta, aquele bastardo só cria idiotas!

Pastor surge ao lado de Franklin e Krisys descobre quem a alvejou. Por cima deles, nos céus, passam mais oito aeronaves como a que fora abatida, indo em direção ao sul de Seattle.

-Magno! Aquarius! Sigam as aeronaves, deixe que eu cuido por aqui!

Os dois seguem a ordem e Aquarius manipula uma grande quantidade de água, jogando rua a frente. A barreira que Drew Keaton batera é destruída e os dois Canforas desaparecem.

Bronson ajuda Krisys a se levantar. A garota sente algumas dores mas percebe que seu treinamento dera resultado, sem que nenhuma dor diminua sua capacidade no momento.

-Embora seja um motivo fútil, mostre pra si se sabe se virar, minha pequena. Eu vou cuidar do terceiro homem!

A bola de fogo é arremessada em Krisys.

Cenário 4 – Lisboa

Blood Ice, Jinx e Spark pegam suas armas na aeronave. O russo opta por uma Sniper fabricada em Teenimac, enquanto o brasileiro decide por carregar duas espadas celtas gêmeas. Já a garota do futuro troca sua metralhadora por uma similar, mas mais leve e de manuseio mais simples. Cada qual segue até seu exército designado, inflamando seus homens da melhor maneira que conseguem.

Gadget responde ao chamado de Bugarski e vai até o campo onde a batalha está sendo travada. Sem ser percebido, ele escaneia a área, obtendo o máximo de detalhes que seu scanner pode obter(informações em particular com o mestre). Ele observa um homem, trajado como ele, despertando sua curiosidade.

Titan e Tremor entram na batalha com tudo. Nero se antecipa ao fantoche enquanto Gregório gera sua proteção de terra e protege seus ouvidos. O vice-presidente de Teenimac acerta uma joelhada de muay thai no oponente, seguindo com um soco e um chute sem estilos definidos. O inimigo cai ao chão, despedaçado e Nero coloca seu par de socos ingleses. Já o padre cria tremores concentrados no solo que Metálica pisa, seguindo com pancadas de blocos de terra que manipula. Ao fim de seu movimento, Gregório faz um questionamento.

-Sua memória é fraca, vossa santidade!

Junto com suas palavras, Metálica salta, socando com potência catastrófica a armadura de Tremor. A armadura logo se desfaz, jogando o guatemalteco longe. Ele cai com ferimentos leves, como arranhões e cortes.

O exército comandado por Hugh chega ao local combinado. Do ponto mais alto, Blood ordena que seus soldados ataquem após o seu sinal. Assim , junto a outro soldado designado, ele atira contra a cabeça de Fantoche(o original, com capa) no mesmo momento em que Treze arranca as pernas do fantoche que enfrenta. O tiro de Blood perfura a cabeça do seu alvo e somente esta parte cai ao chão. A cabeça do fantoche despedaçado por Titan complementa o original que se abaixa, pega a cabeça caída e a regenera. Feito isso, Fantoche olha pra Blood, sem esboçar reação.

Gadget desce a frente de seu similar e tenta um diálogo enquanto ativa seu modo defensivo e deixa seu projeto Legião de sobre aviso.

O soldado designado por Blood obedece sua ordem e atira contra o homem bem vestido, mas a bala para no ar devido a ação de Bugarski.

O búlgaro desvia dos destroços arremessados por Phobus e diz:

Isso é tudo que tem, Drei?

Um forte pulso eletromagnético é expelido das mãos de Bugarski revertendo todos os destroços e projéteis contra Draven que se protege com as mãos. Antes que possam atingi-los, todos os projeteis e destroços atingem solo e Bugarski diz:

-Não tenho porque terminar isso. Você já não é páreo pra mim.

-Miserável!

-Já chega, meu filho! Ele está tirando seu foco, preste atenção e não se iluda com falácias!- a potente voz, facilmente reconhecível chega ao ouvido de todos e Draven interrompe uma investida certa.

Suprema acerta um potente soco em fantoche, desfazendo-o em pedaços. Ao escutar a voz sua face adquire palidez:

- Pai...

-Então resolveu contrariar seu pai mais uma vez, Joana! Devia ter enfiado umas belas palmadas em ti,quando criança. Talvez assim não fosse tão tola!

Fim surge do meio da multidão, causando calafrios nos dois lados da batalha. Em uma velocidade incrível ele se posiciona atrás do homem que Gadget procura um diálogo, segura-o pela cabeça e diz:

-Com licença senhores, vou interromper a conversa.

-Esta é a última chance, garotos! Unam-se a mim ou terão este destino!


Uma energia toma o corpo do homem até que ele se desintegra.

-É uma escolha simples.

Com um movimento de mãos, Fim arremessa Gadget ao lado de Blood Ice.

Spark e Jinx entram na guerra com o exército, esgueirando-se por entre as fileiras dos soldados de Fim, atirando rajadas elétricas e usando portais refletores enquanto seus homens usam armas de fogo. Ali a batalha fica tensa e a Legião de Gadget começa a trabalhar, salvando homens dos dois lados o que chama a atenção de todos que não sabem do que se trata, principalmente Fim.

-Mas que diabos são esses robôs? Ohms! Resolva isso. Tenho um assunto de família a tratar.

Os fantoches se refazem, inteiramente, e reiniciam o combate, só que desta vez o fantoche que atacara Suprema parte contra Hagi.

-Melhor prestar atenção em mim, padre. Ou vai ver seu senhor mais cedo do que imagina

Metálica corre na direção de Tremor, ainda caído.

O Fantoche original alça vôo e junto dele aparece um senhor de idade. Os dois param na frente de Hugh Irenia e Peter Heinz com o senhor a pronunciar em um português arrastado e pigarreado:

-Sugiro irmos a um local longe dos soldados. Deixem que eles lutem por si, por seus objetivos contra um exército. Entre nós vai ser melhor um dois contra dois em local ermo, sem vítimas indesejadas. Sou Ohms, um Canfora dissidente.

Fantoche e Ohms seguem até um descampado aguardando Blood Ice e Gadget.

Spark começa a tossir logo após uma fumaça rodeá-lo. A fumaça, aos poucos, vai se transformando em um homem que diz:

-Serei seu oponente, se não se importar. Me chamo Smog.

O homem bem vestido se retira do local indo de encontro a Jinx. Ele para na frente da garota e sorri antes de emitir um som que machuca os ouvidos da garota, atordoando-a.

Phobus, mais calmo, concentra uma enorme energia telecinética em seus punhos, partindo contra Bugarski e socando o búlgaro, causando uma enorme explosão. O homem crocodilo core na direção de Bugarski.

Fritz(homem bem vestido):
 

Smog:
 

Ohms:
 

Alligator:
 




OBS:-As postagens devem ser efetuadas até as 13:00 hs de quinta-feira, dia 30-07
- No cenário 1 os jogadores podem se comunicar e deixa seus postos em Teenimac. Apenas Eagle tem as informações sobre o exército inimigo. Também podem continuar, em spoiler, com a liberdade criativa e narrativa com membros do exército, sem garantias de uso do mestre.
-No cenário 2 o jogador Tigre deve dispor sua frota de acordo com as demarcações na imagem. Em spoiler, o jogador continua com a liberdade criativa e narrativa com relação aos personagens nomeados e outros do exército disponibilizado, caso tenha a intenção de enriquecer a história. Não há garantias que o mestre usará a história criada, mas isso pode ocorrer. Independente disso, tudo o que for narrado sem interferir no desenvolvimento da trama pelo mestre, será considerado parte da história do personagem.
-No mais, bom divertimento.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   Qua Jul 29, 2015 5:46 pm

Após o tiro sair pela errado, FIM chega ao local de batalha e se mostra todo seu potencial com real  vilão e super mutante que diz a lenda.

Blood se mostra tremendo a chegada de fim, mas como um susto ele toma o controle da situação e diz aos soldados.

Medo:
 

Vamos senhores, nosso maior inimigo deste da ultima guerra esta a nossa frente.
Não tenham medo lutem pelo sua vida vamos vencer.


Após o fim do discurso, Gadget chega inesperadamente ao meu lado e digo a ele.

Gadget  sentiu  saudades?

Após  dizer isso para Gadget,  dois inimigos chegam e nos desafias para lutar em outro lugar, e saem na nossa frente olho para Gadget e digo.

Vamos La gênio, comece a bolar nosso plano de ataque ae, usem suas habilidades para nos colocar passos a frente deles.
Vamos destruir eles.


Blood vai ate o local e começa a conversar com os inimigos para que Gadget tenha um tempo para elabora seu plano, sempre em estado de alerta para possível ataque.

Fantoche o aconteceu ao confraria?
Morreram?
Se não me diz ae onde esta aquele bastardo do Armor Head?
Me chamo Hugh Irena, conhecido com Blood Ice, meu amigo e Gadget.
E qual seria o motivo para deixar os canforas senhor Ohms?


Última edição por Blood Ice em Qua Jul 29, 2015 8:18 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E19 - O Início da Grande Guerra   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E19 - O Início da Grande Guerra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Lutas da 4ª Grande Guerra Ninja (Conhecidas - Possíveis)
» [Depois da Quarta Grande Guerra Ninja] #2 Dois anos depois...
» T4E19 - O Início da Grande Guerra
» [Depois da Quarta Grande Guerra Ninja] #1 Um ano depois...
» Shinobi do Ano 2011

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: