Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E14 - As Diretrizes de Teenimac

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Dom Mar 29, 2015 7:21 pm

Ao final da batalha todos retornam até a grande cidade. Hagi auxilia a todos que lutaram e encaminha os feridos para o hospital. Todos se recuperam bem, na medida do possível, usando dos mais avançados métodos de recuperação.

Bugarski segue até Harleen e Tigre, levando-os para um passeio em Teenimac onde ele inicia a conversa:

-Não tive tempo para conversar com vocês, meus irmãos. Já havia percebido a sua presença, garota, mas precisava de uma boa desculpa para contatá-la sem que Kaboom me arrancasse as partes íntimas. Já você, amigo felino, parece que chegou agora. Se não sabem, esta é Teenimac, a primeira República Mutualista do mundo. Aqui compartilhamos o interesse em manter a paz entre humanos e mutantes, uma utopia realizada onde cada qual tem sua função social estabelecida. Como podem ver, a cidade está bem estruturada, graças a esforços grandiosos de nossos cidadãos. Gostaria muito que ficassem, pelo menos por um tempo. Vou levá-los até aposentos que pedi para vocês.

08 de Outubro de 2016, Teenimac

Os muros de Teenimac são reconstruídos com o apoio de todos enquanto a República desfruta de momentos de paz, principalmente Spark, que pode acompanhar seu filho, desejo antigo. Harleen e Tigre se habituam no local, recebendo visitas diárias de Bugarski com sua pequena filha Esther. Bugarski sempre se mostra bastante cordial, mas algo é estranho em seu semblante, uma preocupação que parece crescer diariamente.

Nas noites é possível ver que o presidente de Teenimac sempre vai, sozinho, para o centro Tecnológico. Nem mesmo Titan, vice-presidente, ou mesmo Gadget e Suporte, os responsáveis pelo local, sabem o que o presidente faz lá dentro.

Alguns dias passam e isso se torna rotineiro. Até que um dia, o presidente Bugarski convoca o conselho para definir as diretrizes de Teenimac perante o novo cenário. A reunião ocorre na praça principal para que todos estejam cientes dos rumos dos novos tempos. Bugarski toma a palavra:

-Todos estão vendo que a guerra se tornou um problema muito grave, tão grave que bate a nossa porta. Daremos um basta e não ficaremos mais omissos nessa equação. Damos hoje a nossa diretriz rumo a guerra! Montaremos equipes de resgate a mutantes; equipes de contra ataque; equipes de infiltradores; equipes de defesa; e equipes como a antiga All Star, atuando em esferas protecionistas aos direitos reservados a todo cidadão. Esta não é uma guerra humano-mutante, mas sim, uma guerra contra a vida na terra. Já chega de manter-nos exclusos em nosso território.

Boa parte da multidão aclama seu líder em sinal de aprovação, embora alguns se mantivessem sem mostrar reação. Ao final da reunião, Canis convoca:

-Iremos convocar as equipes num sistema de inscrições, macacada! Venham até a praça e escolham as equipes em que considerem se encaixar melhor. Agora se não quiserem, minha casa ta um lixo, podem limpar lá de vez em quando!

Val carrega até o centro da praça um mural onde há escrito:

1-Missão resgate:
Local: Presídio Municipal de Brasília, DF
Objetivo: Resgatar Maria Ângela


2-Missão infiltração:
Local: Sede da Nova Igreja, Belo Horizonte, MG
Objetivo: Recuperar dados adquiridos sobre os mutantes


3-Missão força tarefa:
Local: Porto Alegre, RS
Objetivo: Parar o avanço das tropas da Igreja, em apoio ao Estado aliado


Hagi se coloca ao lado do mural, em uma mesa servindo como um alistador.


OBS: -Os jogadores devem se inscrever em uma missão que achar mais interessante. Não há limite de inscrições para cada uma delas, portanto, não há necessidade de se realizar as três missões.
-O jogador que não postar será designado a uma missão a escolha do mestre.
-As postagens devem ser efetuadas até as 18 horas de terça feira, dia 31-03
Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Dom Mar 29, 2015 8:43 pm

Após algum tempo do termino da batalha acordo, não lembro que me ocorreu caminho para minha residência para descansar.
Passando um tempo ocorrer uma reunião, onde e apresentando, um novo sistema, isso me agrada muito, tomando a frente de todos vou ate mural onde Hagi se encontro.

Nem vou ler as outra missões, estou indo para Porto Alegre.
Hagi me arruma um acento no Canario13.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Dom Mar 29, 2015 9:23 pm

Após tudo aquilo que havia acontecido, mal tive tempo de responder para o rapaz voador que havia vindo me perguntar, ou para a menina que tinha ajudado a salvar. O rapaz que, aparentemente, exercia alguma função de liderança, mostrava aquele lugar para mim e para a menina que havia me acariciado. Eu observava tudo, mas ainda caminhava mesclando o andar bípede com o quadrúpede. Não caminhava como um plantígrado, mas sim um digitígrado.

Depois, fui levado a um quarto numa parte da cidade, mas me sentia desconfortável ali. Aquele espaço pequeno, fechado... Me sentia preso. Não conseguia me acostumar àquele lugar, mesmo com as visitas constantes do já identificado Bugarski, e sua pequena que aparentemente gostava de me ver, acho eu. Por mais que eu tentasse, ficava pouquíssimo tempo preso ao quarto, gastava meu tempo explorando cada canto daquele lugar novo e desconhecido. Também ajudei a controlar a população de ratos do local... Isso eu fiz com muito gosto. Não chegam perto dos animais que já cacei na floresta, mas tá bom. No quarto, havia leite e ração. A ração é muito gostosa, e o leite então, nem se fala! Obviamente, era tratado como um gato, mas eu meio que pedi por isso. O quarto era até que adequado - embora pequeno para mim - e conseguia dormir no chão, aninhado.

Alguns dias depois que retomei - muito parcialmente - minha consciência humana, fui acordado por fortes sons. Aparentemente, vinham duma área próxima de onde eu estava. Me levantando e me espreguiçando, não vesti nada - não preciso disso - e corro na direção do som, usando mãos e patas para me locomover. Chego num local próximo ao som, sem me aproximar mais, pois aquilo poderia me atordoar devido minha audição ser muito aguçada. O tal do Bugarski dizia algo sobre uma guerra... Contra a vida? Esse cara é louco? Precisava questioná-lo sobre isso, era muito estranho. E todos aprovavam aquilo!? Estão todos loucos? Posso ser um felino quase por inteiro, mas sei muito bem que a vida deve ser preservada, e não eliminada!

- Esse cara deve ser louco - sussurro pra mim, aumentando os grunhidos para não ser entendido.

Uma premissa da caça - que eu acabei de inventar - é de que, as vezes, para pegar sua presa, você deve se camuflar, se infiltrar. Eu precisava ter maiores informações, mas sequer sabia o que estava acontecendo. Preciso primeiro pegar alguma missão pelo jeito, para depois conseguir mais informações.

Chego na banca, tento me colocar de pé, ficando bastante encurvado. Olho para Hagi, e aponto um de meus grandes dedos com garras, apontando para o número 2.

- Não faço a mínima ideia de como isso funciona, mas acho que dá pra ir nessa 2 - digo, muito rosnadamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Dom Mar 29, 2015 11:47 pm

Eu estou deitado em minha cama. Se eu tivesse que adivinhar, diria que haveria acabado de arvorecer o novo dia. Caso o contrário, acho que eu já poderia sentir mais intensivamente minha conexão com a rede. A calmaria, mesmo que menor, nunca poderia me trazer a paz mental. Eternamente há de restar, mesmo que insignificantemente, um sinal. Um único elemento, insignificante o suficiente para arruinar essa ilusão e arrastar - me para a realidade fria. Aonde um singular pensamento, por minimo que seja e fosse, era vulnerável a minha insanidade e sentença de todo dia.
Não, não foi sempre assim. Por quando coloco minha cabeça enfiada bruscamente em meu travesseiro, recusando - me ha levantar por mais algum tempo, é impossível e inviável que eu não parasse para recordar, reimaginar o que, uma vez, foi o meu real. Relembrar que uma vez contemplei a escada dourada para o paraíso e ela tinha um nome, era Kim. A sensação de ter meus pesadelos sem importância naquele momento, o lembrete do que uma vez vive com minha família. Todos arrancados de mim, pelo fogo que os consumiu metaforicamente. E, certamente, pelas chamas que ainda ardem em meus sonhos ruins.
Eu queria continuar deitado. Porém, minhas funções políticas assoam o alarme. O barulho bagunça meus ouvidos e a tecnologia é reconhecida naturalmente pelo meu cérebro. Em outras palavras, sou obrigado a despertar completamente mais uma vez. Arrastando - me, desleixadamente, para fora de minha cama, até que os dedos de meus pés tocassem, calmamente, a frieza desse chão. Movimento pelo choque térmico inicial de meu corpo, andaria casualmente em direção ao meu banheiro particular.
Sentiria a água em contato com a pele de meu rosto. Esfriando, momentaneamente, minha face e limpado aquilo que quero esconder. Minhas mãos capturam a toalha ao meu lado, esfregando - a em um ato fugaz para terminar meu serviço e objetivo. Sem mais, o resto das potencialidades não mereciam atenção. Em um relativo espaço temporal, estava vestido adequadamente para um evento publico e politico como esse. Era praticamente como vestir uma mascara de introspectividade repetidas vezes, em um mesmo e banal processo estocástico.
Eu estou em meu canto, em minha obrigação política de ser vitima desses gritos estéricos e altos demais para meu gosto. Entretanto, eu não estou em posição para julgar essa massa populacional e suas devidas reações. É humanamente esperável, considerando o contexto em que estou instalado, que a maioria dos vitimados com esse discurso, o aprovem empolgadamente. Porém, eu faço justamente o inverso do esperado. Me contentando ficar em silêncio, analiticamente estudando os motivos que, teoricamente, poderiam ter influenciado essas declarações recentes.
* Inteligente, meu amigo.  Nada menos esperado de um líder. Palavras fortes para incentivar liderança, acho que serve para permitir uma miragem de controle da situação para sua cidade. Astuto, devo admitir. Está reagindo como pode, atacando em muitas frentes de uma singular guerra. Mas, esse também é seu obstaculo. Muitos lados, representam demasiadas e distintas variáveis em uma mesma equação. Por natureza, algo mais difícil de se manter em controle. Em um cenário como esse, senhor Presidente, é necessário ir além de reagir, é preciso agir e se defender ao mesmo tempo. Usando - me dessa premissa em minha tese, eu posso encorporar neste pensamento o peculiar fato de está, em minha percepção, usando suas noites no centro tecnológico. Por mais, que eu desconheça o intuito de suas idas, a simplista evidência de ter escolhido isso a passar mais tempo com sua família, me chama atenção. Meu amigo, pelo que conheço de seu perfil, isso não se adequá perfeitamente. Ao meu ver e considerando suas manobras, aparentemente, mais pró - ativas, não me assustaria que suas idas tenham um objetivo mais militarista, seja definitivamente ofensivo ou defensivo. Politicamente, tem o dever de zelar por seu território. Apenas, espero que não descubra do meu envolvimento nos Acordados, este é um problema que resolverei em solidão. Mesmo que tenha que quebrar seu sistema para conseguir alcançar meus objetivos. Para todos os efeitos, essas suposições são puramente teóricas, sem fundamento verdadeiramente prático.*              
Esses pensamentos tem seu ponto final quando me encontro em necessidade de me inscrever em algumas das missões designadas. Profissionalmente ando discretamente até o quadro, visando ler cuidadosamente a totalidade de minhas opções. Em seguida, como me pareceu o mais lógico e racional, faço o caminho, com uma expressão nula de emoção estampada em meu rosto, em direção para me inscrever. Devidamente escolhendo a segunda missão, mais precisamente, a de infiltração.
Ao fim dessas causalidades, visaria me retirar do local para colocar, adequadamente, meu traje e assim, esperaria o momento correto para partir, caladamente e reservadamente, para a missão colocada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 10:23 am

Titan aproveita os dias de paz para treinar e socializar com os habitantes de Teenimac

Após o chamado de Jones que inicia um inflamado discurso.

-Ae sim chefe um chamado para a guerra de verdade huahuahaua bora Teenimac hora de mostrar que somos a evolução.

Titan ve a placa colocada com as três missões após analisar Titan vê um nome que chama sua atenção

-Ae Jones essa tia aqui meu avô falou que foi a única a nos defender no congresso,então se ela é nossa amiga não posso deixar ela presa não é mesmo huahuahaua fico com a missão de resgate
Voltar ao Topo Ir em baixo
Harleen
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 18/03/2015
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Harleen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 10:48 am

Não tenho idéia do motivo de Bosanski agir de forma tão estranha, a verdade é que nunca havia tido contato com ele entre outras pessoas, noto que as pessoas se dirigem a ele por outros nomes, John, Bugarski.

As pessoas aqui em Teenimac vivem em celas maiores e muito mais confortáveis comparadas com as quais eu cresci, mas o mais imprecionante é o fato de não haver grades nas portas, observava as pessoas pela janela durante a noite, elas pareciam ter o livre arbítrio de abandonar suas celas no momento em que bem entenderem, e a maior parte delas não parecia estarem prontas para o combate.

Tudo isso contraditoriamente me colocou a beira de um ataque de pânico.

Não estava vestindo cole e botas de combate, vestia um pijama, de um verde muito claro, com gatinhos sonolentos desenhados por toda a sua extensão, não estava conseguindo dormir, prendi meus cabelos estavam me incomodando soltos sobre minha face. Com a ajuda de dois espelhos ficava observando o código de barras em minha nuca, percebi enfim que tinha em minha nuca um número de série, da mesma forma que o controle da televisão, andei observando discretamente e notei que as pessoas não tem um número de série.

Quando ouvi a multidão eu observei pela janela, descidi me juntar a eles, observei minhas roupas de combate no cabite e achei apropriado me juntar a multidão sem aparentar estar pronta para o combate, então sai de casa usando pijama.

Ouvi Bosanski falar, obsrrvei vário rostos conhecidos, pessoas que lutaram ao meu lado, mas não sabia se deveria falar com eles então me mantive em silêncio e entrei na fila.

Quando chegou a minha vez, observei os papéis sobre a mesa, e seus símbolos místicos e complexos para meus olhos. Eu sei atirar com um arsenal quase ilimitado de armas, sei escalar prédios e sei lutar, mas nunca ninguém me encinou a ler nada alem de números.

Olhei para o homem atrás da mesa e disse.

-Quero me unir a equipe de resgate, será que chove ?

Em seguida forcei um sorriso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 11:05 am

É uma surpresa para mim que você Nero não escolha parar o avanço da força da igreja, mas estou em duvida, se sigo para o resgado ou vou recuperar dados

Vejo os alistados para a equipe de infiltração, resgate e força tarefa

Bom, vocês vão precisar de alguém para desativar os alarmes e bolar planos na equipe de resgate, estou com vocês, vou ao meu laboratório montar algumas provisões

Vou ao laboratório e me preparo para a partida, antes vou ate Krisys, a agarro pela cintura e lhe aplico um beijo de "cuidado na escolha" então sigo novamente para o laboratório.

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 2:36 pm

Feliz, é como me sinto ao lado das duas pessoas que eu mais amo, Letícia e Tim, os dias com eles são os melhores que eu tive em anos, e a cada hora que passa vejo que Letícia é a mulher certa para estar do meu lado.

Os dias passam e aos poucos vou retomando a minha rotina de treinos, não posso me dar ao luxo de me descuidar, ainda mais que estava fora quando o ataque aconteceu.

Bugarski nos chama para ouvir um de seus discursos inflamados, as pessoas realmente o amam aqui, ele realmente é um líder nato, seria uma pena mesmo ele se aposentar como planeja.

Escuto tudo com atenção, tá bom a quem eu engano, tenho deficit de atenção e hiperatividade, na verdade ouso algo do tipo, "blá, blá,blá, guerra, blá, blá, blá, missão.

Depois vejo o Ursinho carinhoso pregando um mural com missões e decido por meu nome na missão mais vazia, hahaha, com Hugh Irenia vou fazer parte da Força Tarefa.

-Preparem seus an*s NIC (Nova Igreja Católica), tô afim de descer a porrada nuns anti-mutantes....

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 2:49 pm

Conheço enfim o filhinho de Theo, Tim Valentin, e ele é a cara do pai, coisinha mais fofa da Eagle!

Gosto muito de criancinhas, tá certo que é filho do meu namorado com outra, mais acho que devo fazer o papel de mãe dele agora, e cuidar para que ele seja um homem bom, além de resar pra que ele não tenha puxado o pai hiperativo.

Levo o garoto aos lugares que uma mãe levaria seu filho, parques, piqueniques, para brincar com Estherzinha e James, me divirto, afinal sempre quis ser mãe.

No entanto nem tudo são flores, e após o anuncio de Jones, sinto um aperto no coração de ter de deixar Tim e partir em uma missão, sigo junto a Theo e decido por escolher a equipe de Infiltração.

-Amor, acho que não conseguiria enfrentar um exercito como você e o Hugh pretendem, vou com os infiltradores.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 6:28 pm

Vejo tudo atentamente, até que Peter me beija e segue para seu laboratório, as vezes fico muito confusa com suas atitudes, ele se mostra indecifrável então vou até o senhor Humberto e esclareço as duvidas em relação as missões, mas já tenho pre definida a missão de resgate, a senhorita Maria Ângela pode precisar de tratamentos médicos então irei com a equipe de resgate

Que os deuses nos ajudem

Parto em direção ao gabinete, tenho algumas coisas a pedir o senhor Jones
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Seg Mar 30, 2015 7:24 pm

Jones está perdoado. A garota loira parece um pouco perturbada, coitadinha. Mas que não caia mais nos braços de meu homem pois terá sérios problemas...

Me querido parece estranho, mesmo que de uma forma positiva, aproveitando nossa pequena e, consequentemente, a mim! Mas ele some no meio da noite e ninguém nunca sabe o que ele está fazendo!

Os dias passam assim, estranhos mas gostosos, até que Jones resolve usar sua lábia com aqueles discursos inflamados para o povo. Honestamente, ele é muito bom nisso! Mas dessa vez foi meio chato...

Com as informações vou até Hagi e digo sem pestanejar ao ler as opções.

-Bombas são úteis em... deixa eu ver... missão força tarefa, nerd!

Me preparo para a viagem logo depois de entregar Esther a seu pai:

-Cuide bem dela, cherié! Volto logo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tremor
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 259
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 29
Localização : BELO HORIZONTE

Suprema Card
Nome Civil: Gregório Martinez
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Ter Mar 31, 2015 1:10 pm

Aproveito a paz momentânea para colocar as orações em dia e ajudar a consertar o que foi destruído na ultima ofensiva inimiga, minha fé vem sendo colocada em prova missão após missão, tenho de fazer o necessário para nao errar e nao gerar mais mortes.
_Jones tenho de me esforçar para nao gerar mais mortes, evolui muito como mutante mas nao como ser humano desde que cheguei aqui, preciso me controlar e fazer o certo, sei que matei para salvar a minha vida, mas tenho de fazer isso apenas em último caso.
Escuto a recomendação de Val em silêncio e tomo uma atitude.
_ e tentadora a oportunidade de arrumar a sua casa mas vou ir na missão 3 alguém tem que atrapalhar Hugh irenia e esse alguem sou eu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Ter Mar 31, 2015 5:16 pm

Os dias seguintes parecem calmos, os novatos começam a se entrosar com o pessoal e eu como sempre, fico visando os pelos do Tigre. Me alisto na missão numero Two, seria uma boa oportunidade para aprender mais sobre o Tigre, apesar de tudo também não estava com vontade de ir em uma missão suicida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Ter Mar 31, 2015 7:57 pm

Vários mutantes se inscrevem nas missões, o que agrada a Bugarski que observa tudo de longe. As equipes ficam definidas assim:

Equipe de Resgate: Titan, Gadget, Krisys e a novata Harleen;

Equipe de Infiltradores: Suporte, Eagle Eyes, Nexus, Tigre e Jinx;

Equipe Força Tarefa: Kaboom, Blood Ice, Spark e Tremor.

Roger acompanha a equipe de força tarefa; Hagi acompanha a equipe de infiltradores; e Bugarski acompanha a equipe de resgate.


Missão de Resgate – 08 de outubro de 2016

18:45 hs, Hangar 1 de Teenimac

Titan, Harleen, Gadget e Krisys recebem seus uniformes, uma novidade para Harleen. Bugarski toma a palavra, com sua filha no colo:

-Vistam-se e partam, essa missão é de suma importância, precisamos de uma aliada como a sra. Etienne. Harleen, este computador de pulso serve de comunicador, rastreador entre outras coisinhas. Acostume-se a ele, será seu companheiro sempre, cortesia de Gadget. Agora voltando: Maria Ângela está mantida em cárcere no novo presídio de Brasília, bem na praça dos três poderes. Como vão resgatá-la? Fica a critério de vocês. Agora vão! Boa viagem!

O equipe de resgate entra no projeto de Gadget que imitava a aeronave de Han Solo.

19:30 hs, Brasília, DF

A réplica da Millenium Falcon desce em frente a praça dos três poderes, em Brasília. Ninguém se importa com a nave que chega devido a um grande movimento, como uma onda, de manifestantes pedindo a liberdade de Maria Ângela. È possível ver vários homens empunhando cartazes com o nome da mulher, normalmente acompanhados com palavras honrosas sobre liberdade e igualdade. O cenário é hostil, vendo que em frente ao presídio novo há uma horda da cavalaria militar, usando de todo o tipo de truculência para barrar o avanço dos manifestantes.

Os tripulantes saem da aeronave e logo são reconhecidos. Ao que parece, a equipe que chega é ovacionada. Os nomes de Titan e Gadget são entoados, relembrando a histeria da época da All Star Team. Isso acaba por chamar a atenção das câmeras que foca a exaustão os mutantes. Com tanta atenção, a manifestação acaba por se calar.

O clima no local é similar ao momento que precede um duelo em filmes de faroeste. Segundos parecem horas e a intimidação do grandalhão Nero é perceptível ao analisar a cavalaria, onde homens e cavalos tremem, em notável desespero.

A portaria do presídio se abre e de dentro uma voz decreta:

-Saiam todos da frente! Não iremos libertar ninguém! E agora é entre nós e os All Stars!

Do presídio saem figuras conhecidas dos ex-membros do INACAM: o dono da voz é Blockbuster, acompanhado de Poison, Edna e de um homem muito similar a Bugarski, velho conhecido de Titan e Harleen, Bosanski.

A multidão se dispersa, deixando um descampado entre as duas turmas de mutantes.

Missão de Infiltração – 08 de outubro de 2016

18:30 hs, Hangar 3 de Teenimac

Hagi acompanha Suporte, Tigre e Eagle Eyes entregando um traje novo a Suporte e dois uniformes novos, um para Tigre e outro para Eagle. O telepata então informa:

-Estes novos uniformes possuem dispositivos de camuflagem. Ele pode se adaptar à coloração ambiente, o que pode ser extremamente útil, use com sabedoria. Não poderei dar mais informações agora, pois tenho que resolver algumas coisas. Boa viagem camaradinhas!

A bordo da Canário7, a equipe de infiltradores parte para Belo Horizonte.

19:30 hs, Belo Horizonte, MG


A Canário7 pousa em um campo de futebol desativado. A grama alta conforta os pés de Tigre, como a estepe aveludada que já conhecera em dias felizes. O ar seco provoca irritação na garganta nos demais, acostumados à umidade amazônica.

Após se estabilizarem, Hagi envia uma mensagem telepática (novidade para Tigre):

*Olá companheiros! Vamos às coordenadas: vocês estão em uma zona erma, segundo dados coletados. Belo Horizonte se tornou um cenário fúnebre, acostumem-se. Dois quilômetros a sudoeste se encontram a sede da igreja. Sua fachada é um réplica de Notre Damme, guardadas as devidas proporções. Espero que não hajam Quasímodos ou Frolos lá dentro... Pois bem, precisam se infiltrar e roubar dados, só isso. Se possível repito, se possível, não causem problemas. A missão é de infiltração, portanto esperamos que sejam furtivos. Sem Titan e Tremor isso não deve ser assim tão difícil, não é mesmo? Ao entrarem no prédio perderemos o contato, portanto, não contem mais comigo. Boa sorte camaradas!*

No computador de pulso de cada um salta um holograma indicando com exatidão o caminho a ser percorrido. Todos acabam seguindo-o e se deparando com a grande sede. Escondidos nas sombras todos podem ver que o prédio é bem vigiado em sua entrada principal. Nas laterais hão portarias vigiadas por dois inquisidores cada , todos fortemente armados. No topo do edifício pode-se ver uma movimentação suspeita de holofotes apontados para o alto.

Missão Força Tarefa – 08 de outubro de 2016

18:15 hs, Hangar 11 de Teenimac

Roger espera a chegada da força tarefa. A primeira chegar é Kaboom após entregar Esther a Bugarski. Blood Ice e Spark chegam logo depois e por último, com dificuldade e apoiado em sua bengala, chega Tremor.

-Em cima da hora! Seguinte senhores, senhora, o presidente ordenou que eu lhes passasse tais recomendações. A igreja tem crescido muito no Sul e, como o Rio Grande do sul planeja a emancipação e se aliou a Teenimac, se tornou um alvo. Minerva Vargas é a líder aliada mas parece estar sitiada em um pequeno nicho onde se defendem com tudo o que lhes resta de forças. Vocês irão chegar e fazer um estrago nas forças inimigas para que nossos aliados possam respirar. Boa sorte, milordes, milady!

Roger faz sinal de reverência enquanto a equipe entra na Canário13, com o piloto Sr. Valter de volta a ativa:

-Cambada de viadinho! Vamo embora enquanto eu vou estar comendo a mãe de vocês.

19:30, Porto Alegre,RS

A Canário13 chega após uma viagem confusa. Sr. Valter parece dormir na pilotagem, o que não é nada anormal para nenhum dos quatro, membros antigos do extinto INACAM.

O cenário na cidade é familiar aos quatro: um longo caminho de destruição por onde passam. Os sons ao longe são de uma batalha, mas nada que remeta a algo além disso.

Na cidade cai uma tempestade vinda do Sul. Nas ruas a enxurrada leva um grande volume de água até o mar.

Seguindo mais adiante, a equipe pode ver um cerco a uma grande área, onde reconhecem de costas inquisidores, paladinos e alguns que lembram bastante o Arcebispo.



OBS: -As postagens devem ser efetuadas até as 18 horas de quarta feira, dia 01-04

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blood Ice
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 421
Data de inscrição : 19/08/2013
Idade : 26

Suprema Card
Nome Civil: Hugh Irenia
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Ter Mar 31, 2015 10:30 pm

Chegando em porto alegre, a chuva cai sem medo, tomando a frente congelando agua, faço uma rampa e alçam um boa altura, la de cima começo atirara rajadas de gelo, logo em seguida pulo para meio da lutas congelando tudo a minha volta usando a chuva com reagente para ampliar a minha força, juntando ao gelo procuro usar as técnica de luta que aprendi para finalizar o maior numero de inimigos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Ter Mar 31, 2015 11:20 pm

Algum tempo depois de ter feito aquela inscrição, um cara me acompanha, junto de outros, para um local estranho para mim. Havia uma nave ali, eu via vez ou outra algo parecido passando pelos céus noturnos, enquanto ficava aninhado próximo a um rio. Minhas lembranças são cortadas assim que o cara que nos acompanhava me entrega uma roupa. Faço uma cara de nojo na hora, e rejeito vestir naquele instante, ficando apenas a segurando, enquanto a encarava e escutava a explicação. Só que... Eu sou um caçador, um felino. Eu sei não ser notado, poxa.

- Não quero vestir isso... - murmuro, olhando para as roupas

Vejo todos entrarem na nave, e os sigo, entrando nela caminhando com minhas mãos e patas, deixando as roupas em meus ombros. E, dentro daquela nave, começamos todos uma viagem. Dentro dali, fico muito tenso, começo a regredir a meu estado natural aos poucos, por causa do medo, a ponto de ter que ser tranquilizado. Não gosto de locais fechados, ainda mais quando estes locais estão voando.

Algum tempinho depois, chegamos no nosso local de destino. Ao pousarmos, sou o primeiro a descer da nave. Sinto a grama alta em minhas patas e em minhas mãos, aquilo me agrada muito, me traz um pouco de meu instinto animal, comigo chegando até a soltar alguns grunhidos e rosnados, e me deitando lateralmente no chão. Mas a diversão dura pouco por que, de repente, começo a ouvir vozes na minha mente. Na hora, encosto minha cabeça no gramado, e coloco minhas mãos nela, urrando.

- Para com essas vozes! - digo, num tom animal demais para ser entendido. Em pouco tempo, percebo que a voz é do mesmo cara que nos acompanhava, ele passava algumas informações importantes. Informações essas que seriam ótimas para que eu pudesse me reencaixar.

De repente, um troço começa a emitir uma imagem. Aquela tecnologia eu tenho certeza que não existia antes de eu ir para a floresta. Mantenho o uniforme no meu pescoço, e amarro aquele negócio que emite imagens na minha cauda. Vou seguindo os outros, pois há muito que não sei acompanhar mapas. Num certo ponto, chegamos próximos à sede, onde tento me manter escondido em sombras, igual a um caçador. Fico movendo minha cauda, como se fosse atacar, mas me mantenho parado, esperando os outros decidirem quando atacar.

- E então, quando vamos? - pergunto. Ainda não estou com o uniforme, e nem pretendo usá-lo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 12:41 am

Partimos sem problemas e chegamos a Brasília, não esperava uma movimentação tão grande a respeito de Maria Ângela, mais uma vez a fama nos torna foco da situação, estou muito bem acompanhado pelo tanque de guerra de Teenimac, uma psicótica e minha Krisys, um resumo de nos bomba relógio, tantas personalidades conflitantes, mas ainda sim temos a vantagem chamada experiencia esta vantagem é totalmente anulada ao vermos velhos conhecidos, a surpresa desta vez é um homem parecido com Jones.

Nero acha que dá conta de Edna e Blockbuster ? Kiya tenho um pedido a fazer, pode ser arriscado, usar sua velocidade para entrar no local e resgatar a mulher enquanto seguramos a confusão

Não sou líder, apenas fiz sugestões aos dois, meu problema é com a garota nova, não sei suas capacidades mesmo entendo seus poderes, há algo alem do físico presente, o mental, a capacidade de se manter firme em situações complexas. Com a voz alta começo a conversar com os opositores enquanto ativo o meu sistema de defesas e com o visor de meu traje vou analisando os tipos de energia no local e suas variações.

Edna e Poison, porque o Carlos Eduardo ? E quem é o novo individuo ? Bom gostaria de pedir nossa passagem de forma pacifica e diplomática, claro que se for um problema para vocês terei que pedir conselhos ao responsável mais próximo, ou seja, o vice-prefeito Nero

Vou caminhando de forma a sair da zona em que possa causar algum perigo para os aliados ou pessoas presentes, fazendo a atenção se voltar para mim

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Harleen
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 18/03/2015
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Harleen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 1:16 am

Visto o uniforme que me deram, por mais que meus pijamas sejam socialmente adequados não são feitos para lutar. Coloquei o comunicador que Bugarski me deu em meu pulso esquerdo.

Retornei rapidamente para casa antes de partir, Peguei a M16 em meu armário, quatro cartuchos extras de munição, conferi se as novas tiras de nylon da bandoleira estavam firmes e por fim parti.

Não me importava em estar em uma nave, já fiquei presa em lugares menores, era simplesmente indiferente. Passei a observar os presentes na nave, dançando meus olhos entre Titan, Gadget e Krisys, pensava em coisas sobre amizade e companheirismo, coisas das quais eram assuntos entre Bosanski e eu, agora eu me questionava se algum dia teria algo próximo com esses desconhecidos.

Saquei a minha faca da cintura e passei a observar meu próprio reflexo sobre o aço bem polido, meus cabelos haviam crescido, eu prendia parcialmente em tranças para evitar a constante e rebelde travessia entre meus olhos. Observava meu reflexo e não me reconhecia, era como estar dividia entre minhas próprias partes.

Pisquei os olhos repentinas vezes de forma perturbada e desordenada, eu não sentia nada, nem adrenalina, nem medo, nem raiva... e isso estava me enlouquecendo, levei a faca ao encontro da parte interna da coxa direita, deslizando a lamina em um movimento preciso e gracioso, abrindo um corte de um palmo de comprimento e não mais do que um centímetro de profundidade, na esperança de trazer para o físico aquilo que não podia lidar.

Senti o sangue escorrer por minha perna e o ardor sobre a nova ferida, sorri de forma maníaca, sorri em desespero, lambi meu próprio sangue sobre à lamina, sentindo o gosto quase metalizado, guardei a faca em um movimento rápido, engatilhei a M16, tinha meus lábios parcialmente sujos com o vermelho de meu próprio sangue, não me importei em limpar, posicionei a empunhadura de madeira do fuzil em meu ombro direito, passando minha cabeça entre a bandoleira da arma, uma arma grande de mais para minha estatura, eu sabia disso e não me importava.

Senti o chão tremer sobre meus pés, a porta se abriu semicerrei os olhos por conta da claridade e então pulei da nave.

Observei rapidamente as pessoas ao meu redor, a multidão, eu estava caçando meu alvo, por fim coloquei meus olhos nos inimigos e todas as minhas verdades ruíram, minhas mãos fraquejaram e libertei o fuzil de meus braços mantendo-o preso a mim pela bandoleira.

Passei a caminhar lentamente em direção aos inimigos, passei as mãos sobre a face, buscando devolver meus olhos para a realidade e borrando o sangue de meus lábios sobre a face.

-BOSANSKI !

Gritei, buscando a confirmação auditiva para a certeza de meus olhos, tudo se tornou muito confuso, e apenas caminhava em direção a Bosanski sem mais estar preparada para o combate.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 9:53 am

Titan entra na nave e vai para a missão ao chegar na cidade percebe a confusão que vai cessando a medida que ele e Gadget são reconhecidos

-Ola todo mundo então não queremos atrapalhar a festa de vocês, so precisamos salvar nossa amiga e vocês podem continuar.

Então Titan ve uma porta se abrir e uma voz mandar todos saírem

-Então acho que não demos um memorando oficial mas a All Star acabou tipo não somos mais cachorros do Inacam Huahuahua

Quando Titan vê os ditos inimigos fica surpreso ao ver Edna e Bosanski

-Sr. Edna muito bom vert a senhora, a quanto tempo não é mesmo então a senhora já esta considerado a a idéia de me treinar

E ai Bosanski sumiu seu bosta me deixou sozinho para carregar o Jones bêbado loco huahuahuah

Poison e ai tudo joia com voce também, como está o fantoche e o armor?

Blockbuster lixo traidor como sempre huahuahua

Sério vocês três pessoas de tão grande valor estão junto de um traidor mercenário porque?


Titan vê a novata andando em direção ao inimigo e a segura a tirando do chão

-Ai Harleem foco na missão, você está aqui para cumprir uma ordem do Jones não para sair andando feito besta em direção ao possível inimigo.

Titan escuta o plano de Gadget

-Tipo mano acho que você esqueceu o poder dela né, nem eu tiro ela do lugar fácil, e o Block deixa para a Harleem e bom para ela aquecer.

A outra coisa Gênio o cara que você não conhece ė o Bosanski ele chegou no inacam comigo Jones e Kaboom, ele é tudo o que o idiota do destructor tentou ser e mais um pouco então subestima ele que é morte certa, isso vale para vocês duas também.


Titan se vira para os inimigos

-Então senhora Edna, Poison e meu parceiro Bosanski porque temos que brigar, so queremos a senhora Maria Angela, ela foi a única que ficou ao nosso lado quando tudo estava indo contra, então porque vocês a querem atrás das grades, ela sera muito mais útil a nossa causa mutante livre.

*Cara fui tão Jones agora huahuauau*


Titan termina de falar e fica preparado para esquivar ou contra atacar um ataque em potencial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 10:35 am

O meu corpo parado enquanto pisa nesta grama, com dificuldade em senti - lá em sua totalidade, graças a proteção esperada de minha armadura. Os ventos pesados e secos que eu respirava, deixando que meus próprios pulmões lutassem para puxar seu próprio oxigênio nesta atmosfera, aparentemente, abandonada e órfã do conceito da vida. O seco era uma característica que, relativamente tardiamente, precisei me adaptar gradualmente. Um processo que me deixou uma herança indesejada, um incomodo e inconveniente em minha própria garganta.
Independente dos acontecimentos de respeito interno, minha face recusou - se a perder sua faixada de profissionalismo e frieza no olhar. Mantendo - se sempre atento até achar o momento aonde nenhum dos fatores terciários mostra - se expressividade em sua equação. Em outras palavras, o agora ideal para ouvir atentamente as prenuncias que forçam seu caminho na privacidade de meus pensamentos mais rasos e insignificantes. Era como um eco no interior de meus ouvidos, batendo as instruções e informações para a missão desnegada. Ou seja, nada que eu não esteja acostumado.
Como um profissional, de maneira séria percebo em meus pensamentos as maquinações sutis que fazem o meu computador holográfico receber seu mapa. O que para os demais, imagino ser um fato beirante ao banal, para mim é uma considerável pertubação silenciosa e mental. Imagine, vivenciar e sentir cada código, cada número e combinação tendo sua vez,alterando - se em conjuntos binários, até que a resultante fosse um mapa estático na beira de meus olhos. É uma insanidade muda, para dizer o minimo.
Porém, como estão minhas sensações é um simples ponto impotente quando se leva em conta o quadro geral. Aonde minha introspectividade visa ocultar e sacrificar qualquer indício de emoção em meu rosto. Sobrando apenas, uma visão extremamente cautelosa olhando para o caminho que deve ser percorrido com atenção, discrição e principalmente, com uma mudez mortal existente em meus lábios durante este percurso e além.
Os passos se encerram, quando uma base torna - se visível para mim. Adotando as sombras, em um instante que meu lado nerd assume os pensamentos, eu não posso deixar de, sutilmente, senti - me como o Cavaleiro das Trevas. Nada disso importa no desfecho, segundos que se passam e eu ignoro o silêncio, ou ás vezes, palavras do exterior que eu possa ter a impressão de escultar enquanto tento, analiticamente, estudar a situação de uma maneira não abstrata.
* O intuito da operação é, obviamente, a furtividade. Para está obviedade ter exito, é necessário um entendimento dos recursos e cenários apresentados. Nesta premissa, devo primeiramente perceber o elo mais fraco do alvo. Possivelmente, uma das portarias protegidas por duplas. Racionalmente, seria suicídio do objetivo utilizar a entrada da frente. O que deixa nossas opções limitadas as entradas secundárias. Pois bem, após determinar o elo mais fraco, taticamente devo retirar da equação qualquer fator tecnológico que, potencialmente, poderia ser capaz de denunciar nossa investida. No desfecho, a eliminação do fator nomeado como guardas pode ser necessários. Em uma nota lateral, a ação peculiar dos holofotes está para os céus. Essa, embora possa ser nossa melhor chance, ainda me pergunto exatamente o motivo disso.*
Ao encerrar o calculo de estrategia em minha mente. Com um movimento discreto e veloz, viso ver o que chama tanta a atenção dos holofotes que, aparentemente, declinam seu papel de segurando em visão de seu próprio solo. Visando ser uma ação fugaz, logo iria voltar meu foco para a prioridade principal. Caladamente e sutilmente, tentaria confundir os alarmes, sensores e câmeras presentes em todo o meu alcance, com a esperança de que esse ato tivesse o poder de nós auxiliar em uma aproximação discreta, fazendo com que os mesmos sejam incapazes de perceber nossa presença e de nossas potenciais ações com o uso da manipulação tecnológica. Em seguida, tento observar todas as entradas, buscando determinar aquele que estivesse mais distante e vulnerável em comparação com as demais.
Inicialmente, inerte e ocultado, esperaria que algum membro pudesse tomar alguma ação. Caso não, iria, primeiramente, me focar em tentar disparar feromônios para instintivamente, manter os guardas longe da entrada escolhida. Em sequência, iria me concentrar mais uma vez, confiando que graças aos meus poderes as câmeras não poderiam registrar nenhuma destas atitudes, fazendo então uma tentativa de usar a manipulação hormonal, focada em qualquer guarda que sobresse na entrada escolhida, para que o mesmo caísse em um sono rápido de poucos minutos. Um que, espero, parecesse ser um caso de cochilar em pé no trabalho.
Independente do meio, iria avançar mudamente e discretamente quando o fator de segurança fosse eliminado da entrada escolhida. Caso fosse unicamente necessário, iria ativar a camuflagem até a entrada. Visando, usar minhas habilidades para tentar abrir a porta sem acionar os registros ou qualquer outra parte do sistema. Por fim, antes mesmo de pisar dentro da sede, me esforçaria para tentar eliminar qualquer alarme, sensor ou câmera que pudêssemos encontrar no caminho interno. Deixando - os como no exterior, com suas gravações segundos antes de sofrer alteração, visando usar as antigas para enganar qualquer vigilância.
* Tigre e Nexus, dois fatores que devo tomar cuidado e estudar cuidadosamente. No cenário do ultimo, o mesmo tem um histórico, desonroso ao meu ver, de frustar minhas investigações. Uma constante, que não seria bem vinda nesta operação*
Sem emoção, tentaria me ocultar em uma posição escondida da base (Se estivesse usando a camuflagem, a desligaria neste momento exato). Com o intuito de descansar meus poderes por alguns instantes. Antes de tentar, sem deixar registros mais tarde, conseguir os mapas desta base internos se necessário. Focando na tentativa de achar aonde se localizaria o objetivo e prioridade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 12:04 pm

Vejo a situação se complicar, Peter e o senhor Nero tomam a palavra enquanto a novata Haleen parte sendo segurada.

Antes de começar a correr reconheço Edna e Poiso e lembro da surra que levei, Peter que me perdoe mas não vou sair correndo feito uma maluca.
Ativo minha visão em câmera lenta, para que possa esquivar de um possível ataque, me mantenho calada e pronta para uma esquiva.

* as vezes penso que o cérebro dele deve falhar ou confia demais em si mesmo, seja qual for não serve em alguns momentos.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 2:31 pm

Seu Valter é o melhor piloto... Só que não! Estou toda avacalhada por causa deste velho infame!

Bem, não importa, hora da guerrinha. Vejo o que Blood faz e espero ele terminar. Sigo logo após seu ultimo golpe, pela mesma rampa que ele fez e usou, controlando meu corpo com minha destreza e saltando no meio da pancadaria, explodindo cada um dos inquisidores que Blood congelou, usando golpes de kung fu.

-Somos uma boa dupla quando não brigamos, Hugh.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tremor
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 259
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 29
Localização : BELO HORIZONTE

Suprema Card
Nome Civil: Gregório Martinez
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 3:35 pm

Esse seu valter e uma figura, descontração a parte vejo um horizonte de guerra, o melhor grupo para destruição foi o que foi formado.
_ Spark se quiser ir pra cima vai fundo so avisa para aqueles dois ali que vou destruir tudo que esta ali, mas so não posso fazer pois eles estão no meio da bagunça.
Faço um tremor ao redor de onde Esther e Hugh, para nao destruí los e acabar com os inimigos que estão ao redor, com a manipulação elevando parte da terra e movimentando de dentro pra fora, levando terra, fazendo tremores e levando quem estiver no chão.
_ Se quiser pegar quem ta voando Theo e bom pois contra esses não posso fazer nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Spark
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 30/11/2013

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 4:48 pm

Entro na Canério13 e me sinto em casa, essa navinha já foi pra um tanto de lugar com a gente, e quem pilota é o figuraça do Sr. Valter.

Chegando a cidade vejo que uma tempestade encharca a tudo e todos, o que pode ser grande ajuda na batalha.

Vejo que todos planejam atacar, Hugh, Ester e Gregório, depois eu quem sou o apressado do grupo, eles seguem com bons ataques, porém o que me chama a atenção são os "Arcebispos", se eu for de peito aberto posso me estrepar, mais se eu tiver uma ajuda...

Espero eté que um raio resgue o céu para intercepta-lo e redirecioná-lo contra as cópias dos "Arcebispos".

-Esse foi o cartão de visita da Força Tarefa Suprema!!!

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    Qua Abr 01, 2015 5:06 pm

Visto meu novo uniforme e sigo junto aos demais, na chegada recebo as orientações de Hagi.

Tranquilo, exceto pelo fato de Nexus e Trigre estarem nessa missão sorrateira, olho o gato gigante que até o momento não vestiu seu uniforme:

-Tigre, vista-se se não quer comprometer a missão, Nexus fique tranquilo também nos siga.

Olho para todo o prédio buscando o melhor ponto de entrada após me camuflar, tento usar minhas flechas com cordas para auxiliar o restante da equipe.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E14 - As Diretrizes de Teenimac    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E14 - As Diretrizes de Teenimac
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Diretrizes

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: