Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E13 - Sangue Novo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 11:26 am

Estava confiante por ter acabo com dois malvadões ao mesmo tempo. Quero dizer, por nós termos acabado. Então do nada chega uma mulher armada da cabeça aos pés, atacando o homem de borracha congelado, ela se dirige a mim e começa uma conversa.

-Não muito bem, agora que vocês acabaram de esmurrar alguém que já estava fora de combate. Meio desnecessário, não acha?

Quanto mais falava, mais lembrava daquelas velhas chatas que dão lição de moral.

-De qualquer jeito, prazer em conhece-la, imagino que deva saber meu nome por não ter perguntado.

Não tinha certeza se o que havia dito era educado ou não, apenas me concentro na batalha ao redor. Ninguém parecia estar em sérios perigos e situação entre nós três não parecia muito confortável. Digo um "adeus" e me teleporto para minha antiga posição com Arco, mais para tirar um minutinho de folga do que para cuidar dele.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 11:59 am

Phobus está deitado em uma espécie de maca, no quarto só permanecem ele e o velho, o rapaz percebe que seus tremores aumentam a cada instante e a vontade de ingerir a droga o consome por dentro.

-Sabe que se as coordenadas que me passou estiverem erradas eu posso lhe infectar novamente meu caro...

-Eu não desejaria isso de volta, pode apostar...

O velho dobra a manga de sua camisa até os cotovelos então sua mão começa a emitir uma luz esverdeada, o velho crava a mão no peito de Phobus que solta um grito de dor, a luz que vem da mão do velho fica avermelhada e ele diz:

-Aguente firme garoto, estou arrancando isso de você...

-Arghhh, parece que eu vou explodir... Arghh a qualquer momento!!! Arghhh!!! – Berra Phobus.

O velho se põe a retirar a mão enterrada no peito do garoto e junto com ela ele traz uma gosma negra e pegajosa. Phobus não aguenta e desmaia. Nesse instante Grav entra na sala e diz:

-Então velho amigo, já sabe onde eles estão?

O clima tenso é cortado por Yong que toma a palavra em Inglês:

**-Você não teria essa audácia...**

Spark dispara um raio contra Yong que se desvencilha em um salto arrojado ele cai em posição de guarda e defende o primeiro soco que vem do garoto. Spark continuar a empurrar Yong contra as máquinas caça níqueis, porém quando o dono co cassino se encosta-se em um deles, ele segurado o braço de Theo o joga contra uma maquina trocando de posição com ele. Então começa a acertar fortes socos contra o garoto que lembra que fora Yong que lhe parara quando ele se desvencilhava dos seguranças. Os punhos de Yong começaram a tomar uma cor azulada e seus golpes a ficar mais fortes, Saprk começa a se esquivar de socos que amassam as maquinas onde tocam. Mesmo com dores Spark decide atacar, e aumentando sua adrenalina e potencializando seus membros superiores e inferiores dos dois trocam golpes até que Spark utiliza a maquina a suas costas como impulso para encaixar um soco Superman que lança Yong no chão.

Spark olha para Jolie e diz:

-Avisa pro seu amigo aqui que só que o meu filho!

TEENIMAC

Grav se levanta e mantém o seu foco em Harleem, ele não vê quando é pego por Bugarski, o presidente de Teenimac segurando Grav pelo pescoço e manipulando o seu campo magnético para não ser alvo do inimigo diz algumas verdades ao líder dos rebeldes. Grav não parece ceder com as palavras de Jones e esta a cada segundo com menos ar.

Titan tem seu oponente preso por Kaboom decide utilizar o seu potente Dempsey Roll, aumentando a cada instante a sua velocidade destrói todos os ossos de Grog com seu soco de vácuo, não deixando que ele use seu poder.

Vendo que as coisas estavam mais controladas Harleem corre para atacar Copie que está enfrentando Jinx e Nexus, a loira vê o momento em que Jinx toma um soco do oponente e cai no chão, Ela (Harleem), acerta sua faca com força contra as costelas de Copie ele não pode se defender e vê a loira rasga-lo em um movimento bruto com um urro de dor, após o golpe a garota cumprimenta Nexus e Jinx como se não acabasse de ferir brutalmente uma pessoa. Nexus não se importa e finaliza Cópie com seu soco giratório.

Kiya se vê em vantagem e com a sua velocidade cria uma cortina de fumaça que mascara o seu chute, Vorx que não tem como defender o golpe perde um dente e têm seus óculos arrancados do rosto ele parece inconsciente. Krisys atende o chamado de Kaboom que não percebe que a garota em alta velocidade o tratou.

Suporte do alto segue de desvencilhando dos ataques inimigos e vê quando Eagle dispara contra o sujeito duas flechas prontamente defendidas pelo seu escudo, ele se volta para a garota e diz:

-Então você também que se juntar ao jogo?

E esse é o momento exato para que Suporte ataque, ele dispara contra o inimigo uma rajada de energia após tentar em vão manipular enxames de insetos para atacar seu oponente. O tipo acerta as costas do Inimigo que caí a frete de Eagle e desaparece.

Ainda sob efeito da manipulação de feromônios que Suporte ativara, Tigre se sentindo ameaçado decide atacar o Grog que vem em direção a Esther e Kiya, ele em um salto atende as costas do inimigo com sua garra o forçando a se virar para que seja sumariamente morto por uma mordida em sua jugular. Por mais agradecida que esteja Kaboom se sente ameaçada pelo humanoide que segue em seu jantar recém abatido.

Gadget segue até o corpo de Spay e após ser repreendido por Hugh decide não fazer experimentos com a garota, ele olha pelo campo de batalha e não vê mais sentido na luta, seu pensamento somente é encerrado após ele ver o corpo de Blood Ice cair a sua frente, ao toma-lo nos braços ele nota que o rapaz se transformou novamente em sua forma humana e que está ardendo em febre.

Tremor vê o corpo de um dos Grog’s morto e pede perdão pelo seu feito, ele vê que Bugarski tem as coisas sob controle e decide reconstruir o muro utilizando o seu poder, ele segue com o processo se projetando ao alto a medida que o muro se ergue.

Preso sob o controle de Bugarski, Grav balbucia:

-Não serei o único a vir atrás de vocês, sabe que fez muitos inimigos...

E desmaia ainda preso por Bugarski.

OBS: POSTAGEM LIBERADO PARA INTERAÇÕES ENTRE OS PERSONAGENS PODEM SER FEITAS ATÉ AS 17HS DE SABADO DIA 28/03.
CADA PERSONAGEM PODERÁ POSTAR ARTÉ 3 VEZES.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Harleen
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 18/03/2015
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Harleen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 1:42 pm

Quando Nexus prepara o golpe, retiro a faca das costelas de Copie e dou dois passos para o lado direito, saindo da rota de colisão do corpo de Copie, prontamente respondo Jinx, arfando as palavras entre os dentes sem um descanso após a correria.

-O prazer é meu, não conheço nenhum de vocês, não sabia que deveria perguntar seus nomes, eu devo ?

Tudo estava cada vez mais confuso, olhei ao redor ainda com a tensão da batalha, meus olhos dançaram pelo local registrando possíveis ameaças até pararem em Bugarski e seu rosto me pareceu incrivelmente familiar.

Era similar, similar de mais, mas ao mesmo tempo diferente, não sei se minha mente buscava desesperadamente um rosto amigavelmente conhecido ou se aquele seria realmente Bosanski.

Hesitei por um segundo, piscando os olhos perturbados de forma desordenada, então corri ao seu encontro.

Joguei todo o peso do meu corpo contra seu peito, desequilibrando levemente Bugarski, possivelmente se tivesse mais do que 1,67 eu o levaria ao chão, imediatamente o envolvi em meus braços, pela primeira vez em todos esses anos sem uma grade entre nós. Levei os meus lábios ao encontro de sua face direita dando um úmido e caloroso beijo.

-Eu sabia que iria me encontrar, nunca duvidei, está tudo muito confuso, não sei o que fazer.

Pronunciei as palavras junto com algumas lágrimas que escorriam dos meus olhos, impossíveis de serem contidas, aninhei minha cabeça no ombro de Bugarski sentindo seu cheiro não familiar, mas por fim, tendo a nostálgica sensação de segurança em seus braços.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Titan
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 470
Data de inscrição : 11/08/2013
Idade : 28

Suprema Card
Nome Civil: Nero
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 3:37 pm

Titan após vencer seu inimigo olha para o corpo no chão

-Você seria útil em Teenimac pena que escolheu invadir nossa cidade.

Então Titan ve um rosto novo que corre em direção a Jones  e o beija imediatamente Titan olha para Kaboom

-PUTA QUE PARIUUUU FUDEO DE VEZ TODOS A SEUS POSTOS, HORA DE COLOCAR O PLANO KABOOM BOOM BOSS EM AÇÃO.
BLOOD CRIA UM CAIXÃO DE GELO PARA CONSERVAR O CORPO DO JONES, GADGET EMPRESTA SUA ARMADURA PARA PODER IMPEDIR QUE O JONES SEJA EXPLODIDO PARA LONGE,TREMOR REZA PELA ALMA DA NOVATA, SUPORTE COMECA A FALAR E DEIXA A KABOOM COM SONO, KRYSIS CORRE E LIGA PARA O PAI DO JONES AVISA QUE O FILHO DELE MORREU COMO HEROI, TODO O RESTO SOME DAQUI CORRE PARA SOBREVIVER.
E VOCÊ NOVATA REZA POR TODOS OS DEUSES DO TREMOR E DA KRYSIS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bugarski
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 637
Data de inscrição : 15/08/2013

Suprema Card
Nome Civil: Jones Statäinhoffen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 5:10 pm

Grav não oferece mais perigo e acaba por desmaiar após proferir palavras que me fazem pensar. De fato tenho muitos inimigos, alguns por motivos que desconheço, outros muito óbvios. Mas o mais relevante é o que ele diz sobre outros virem. Não posso mais me manter apenas em Teenimac e em missões com os outros. Chegou a minha hora de ser mais que um líder e me tornar um estadista.

Ainda envolto naquele cenário de destruição, solto o corpo de Grav e peço via comunicador que Roger compareça no campo da batalha. Antes de passar suas função sou acometido por uma surpresa: A garota que me ajudara corre em minha direção e se joga em mim. Quase me desequilibro e ainda recebo um beijo úmido o que me desembaraça. É fácil perceber o rubor de minha face, que sinto como se queimasse. Bato levemente nas costas da garota(que tem um abraço m muito bom) e digo com dificuldade:

-Err...por favor err...acho que esta me confundindo com outra pessoa...

Titan soa o alarme do terror: Kaboom. Olho para minha mulher com espanto nítido, mostrando o meu no olhar:

-EU não fiz nada!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tigre
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 93
Data de inscrição : 22/03/2015
Localização : Indeterminado

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 8:19 pm

O instinto voltou a me dominar - como sempre - e vou devorando tranquilamente o cara que ataquei. Carne fresca é ótima, independente de sua origem. Muitos podem falar que me entreguei a minha natureza felina, mas o que posso fazer? Era isso ou eu não durava nem 1 semana naquela floresta. Infelizmente, você não pode fazer suas escolhas. É a vida. Você pode planejar o quanto quiser o seu futuro, pode tentar de diversas formas evitar que ele chegue num ponto determinado, mas a vida, cara... A vida é uma caixinha de surpresas! Sabe quais são as chances de tudo o que você planejou na sua vida funcionar EXATAMENTE como você planejou? Essas chances são próximas de 0%! Na maioria das vezes, por falhas nos planejamentos. Quando o planejamento é perfeito, o dia-a-dia dá um jeito de alterar. Se você não planeja, está mais suscetível à interferência do cotidiano. No meu caso, foi isso. A invasão... Aquilo ainda ecoa na minha cabeça. "Fuja, meu tigrinho". Acho difícil que eu esqueça essa frase algum dia.

Num certo momento, após terminar de devorar o corpo da pessoa, sinto que o perigo passou, e percebo os restos daquele corpo. Me levanto, com partes de meu pelo na região do focinho, da boca, das mãos e das garras com manchas de sangue. Começo a lamber meus dedos sujos, até que olho para a menina que ajudei - mesmo que sem querer.

- Você está bem? - pergunto, com minha voz rosnada, mas sem esperar alguma resposta.

Caminho na direção do meio daquele campo de batalha, deixando as marcas vermelhas de minhas patas no chão, por ter pisado na poça de sangue ao lado do corpo do que matei. As pegadas - para quem as olhasse - eram exatamente as de um grande felino. Sempre foram assim, embora minhas mãos também tenham ficado um pouco mais "patificadas". Olho para o nada, e solto um grito, bem rosnado, quase soando como um rugido.

- Alguém consegue me ajudar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gadget
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 526
Data de inscrição : 18/08/2013
Idade : 29

Suprema Card
Nome Civil: Peter Heinz
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sex Mar 27, 2015 9:59 pm

Então como previsto as coisas se acertaram, então Blood Ice cai em com alta pirexia elevada, aproveitando o alarde de Titan completo.

A agrura foi tão intensa que Hugh teve uma hipertermia

Como ele voltou a sua forma humana, parece a situação é bem ruim.

Kiya, preciso ajuda aqui, ele parece estar com problemas sérios

Não sou um medico ou mesmo um enfermeiro, mas tenho total ciência do quanto ele está mal, mesmo não tendo a aptidão para cura-lo, com um comando simples trago um traje do meu laboratório e o organizo em forma de maca, para colocar Blood e facilitar o transporte para Krisys.

*No mundo atual, o julgamento imparcial das eventualidades pode causar a morte, já tenho uma ideia de como resolver !*

Nero preciso de sua ajuda, quero desenvolver uma liga metálica forte o suficiente para não ser destruída com um soco seu, mas que seja leve o suficiente para que eu possa carregar, o que acha dar uns socos acachapantes em algumas placas metálicas que irei criar ?


Acompanho Krisys até a enfermaria, vejo que há alguns novatos mas pelo visto mais uma psicótica e um homem-fera, nada que chame minha atenção.

_________________
ITENS:
 



A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 12:09 am

Apos todo a luta faço curativos mais bem trabalhados na senhorita Esther, então mais um ferido aparece, faço os primeiros diagnósticos no senhor Hugh, Peter traz uma maca tecnológica que será de grande auxilio então vejo o senhor Jones, antes de seguir para a enfermaria vou em sua direção

Gostaria de ser medica aqui em Teenimac, quero me aprofundar nestes conhecimentos, tenho a permissão ?

Em sequencia vou até próximo ao senhor Nero

Você poderia ser meu mestre novamente ? Preciso ficar mais forte e consequentemente mais rápida, mas agora tenho que cuidar dos feridos

Me despeço do senhor Nero enquanto sigo com Peter para tratar os feridos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Harleen
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 18/03/2015
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Harleen
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 9:41 am

-Onde estão ?

Pergunto de uma forma quase infantil, enquanto tateio meus dedos pelo corpo de Bugarski em busca dos bolsos.

-Onde estão os chocolates.

Questiono abrindo um largo sorriso, escuto o que Titan diz, mas suas palavras não me fazem nenhum sentido, tantos nomes.

-Quem diabos é Jones ?

Então um pedido de ajuda rouba a minha atenção, olho para o homem tigre, podia sentir o desespero em sua voz, percebi que não era a única no local com um passado difícil, é fácil não reparar nas pessoas, é fácil na maior parte do tempo seguir o dia a dia de forma automática, vivendo de forma alheia a tudo que ocorre ao seu redor, é difícil pedir ajuda a desconhecidos, eu só faria em casos extremos, espero alguns segundos na esperança de alguém mais consciente do que eu se manifestar.

Saquei a faca da cintura, ainda estava parcialmente banhada em sangue fresco, girei a faca entre meus dedos e segurei pelo dorso da lamina, mantendo o cabo na direção de Bugarski, peguei as mãos dele e guiei até a empunhadura da faca.

Então me aproximei lentamente de Tigre, mantendo minhas mãos a vista, caminhando em passos leves, tomando o cuidado de não portar nenhuma arma, sem fazer contato visual direto, não queria parecer uma ameaça, na verdade, acabo de perceber que estava inconsequentemente vulnerável.

-Dia difícil, não?

Disse enquanto me aproximava, cheguei até 20cm de distancia entre nossos corpos, perto de mais, podia sentir sua respiração ofegante e a pelugem rajada diante dos meus olhos, me sentido completamente vulnerável por estar desarmada diante de um homem tigre enorme.

-Shiiiii, vai ficar tudo bem, vamos tentar respirar, tudo bem?

Lentamente encaminhei minhas mãos em torno de sua nuca alisando os pelos de forma circular entre os meus dedos, tive que me esticar e ficar na ponta dos pés, em seguida encaminhei gentilmente sua cabeça ao encontro do meu peito.

-Feche os olhos e respire, respire de vagar, pode ouvir meu coração? conte-me qual o problema? vamos cuidar um do outro, o que acha?

Segurei sua enorme cabeça e finalmente o olhei nos olhos, tendo os meus tão perdidos e desorientados quando os dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tigre
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 93
Data de inscrição : 22/03/2015
Localização : Indeterminado

Suprema Card
Nome Civil:
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 1:34 pm

Percebia a menina se aproximando de mim e recuava um pouco, meio assustado com tal aproximação. Querendo ou não, sou um animal selvagem. Com a aproximação dela, fiquei meio acuado, até me abaixei um pouco, começando a rosnar. Sua voz era calma, ela tentava me acalmar, mas eu estava meio tenso ainda. Num certo momento, porém, ela começou a fazer carícias na minha nuca, aquilo me acalmou de uma maneira incrível. Me abaixei, ela fez com que minha cabeça se encostasse em seu peito. Me sentei na posição felina, e fiquei com meus olhos fechados, enquanto recebia aquela carícia. Depois ela segurou minha cabeça, eu fiquei a olhando, movendo minhas orelhas e recomeçando a falar. Minha voz era animalizada - até mesmo aterrorizante para alguns. Tudo o que eu falava soava como um rosnado forte. As palavras eram mescladas com grunhidos. Um verdadeiro animal falante.

- Consigo. Mas tenho problemas... Não sei há quanto tempo estou nas matas. Não sei onde está minha família. Não sei o que aconteceu nesses anos que fiquei na floresta. Eu estava com minha mente tomada pelo meu instinto. Ainda sinto estar muito assim. Preciso de ajuda. Não sei se quero voltar a meu estado selvagem. Tenho medo do que posso fazer. Nunca fui humano, meus pais tentaram me criar como um, mas meu instinto é mais forte. Eu preciso de ajuda, preciso de controle. - digo.

Enquanto estou ao lado dela, estico uma de minhas patas e começo a lambê-la, como se fosse a coisa mais natural possível. De todos ali, eu era o único sem vestimenta alguma. As diferenças eram notáveis. Mas o que eles faziam ali?

- Onde estou? Em que ano estamos? O que está acontecendo que eu precise saber? - pergunto, me deitando nos pés dela, enquanto lambo a região do peitoral.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 296
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 2:46 pm

Assisto enquanto empiricamente o seu corpo desaparece de minha percepção. Tal ação, logicamente, deverá ser explicado a partir de suas capacidades de invisibilidade ou similar. Entretanto, essa suposição se apoia em minha premissa inicial. Isso pouco importa na equação, do alto, eu posso ver o cenário acalma - se. Aonde havia violência, apenas existem perguntas no agora. Seguindo o pioneiro da filosofia analítica, ás vezes elas podem ter mais importância do que suas respostas plenamente ditas.
Eu entendo essa mentalidade. Ela move meus olhos por quando observo, discretamente, a arqueira que lutou ao meu lado em um passado recente. Em um esforço sutil e silencioso meu olhar tentará confirmar se a mesma apresentaria, visivelmente, cicatrizes ou danificações de sua intervenção. Em ultima analise, tal movimento seria carregado de pura racionalidade e respeitado. Nulo de qualquer víeis irracional em meu olhar, se é que isso existiria realmente aqui.
É algo rápido e, como já dito, discreto de acontecer. Quando menos espero, decido descer meu corpo até o solo. De preferência, visaria fazer minha aterrissagem a mais calma e sutil que eu possa imaginar. Caladamente, como objetivo tomaria um posição mais distante de onde poderiam se localizar aos demais. Embora, tentasse estrategicamente, ficar em um canto que me permitisse ouvir atentamente aquilo que fosse ou não dito. Limitando - me, em um primeiro momento, ao papel de observador distante e inerte das causalidades presentes.
* Bem, isso foi inesperado. O líder, sendo vitima de uma atitude de contato labial, acredito que não foi a mais sábia das decisões para os envolvidos. Porém, racionalmente falando, essa cena me trouxe possíveis informações uteis sobre a recente senhorita que apareceu nessa expressão. Ao insola - lá como uma variável matemática, eu posso concluir que, devido os fatos que acabaram de acontecer, que existe uma grande possibilidade da mesma não nós conhecer. Caso o contrário, muito provavelmente não teria feito o que fez. Uma vez, assumindo isso como evidência, posso aprofundar minha tese inicial. Como causalidade de nossa fama anterior, é difícil teorizar um cenário que a mesma não tivesse acesso a informações da All Star. Isso, indica a possibilidade do individuo analisando não ter tido contato com meios de comunicação. Pelo menos, neste tempo especifico. Sendo as apostas mais racionais inicialmente, é ter sofrido algum tipo de afastamento da sociedade neste espaço temporal. Teoricamente.*
Eu esculto as palavras de Titan. Mas, por motivos óbvios, tomo a decisão que o melhor seria não me envolver nisso. Profissionalmente e seriamente eu busco analisar, com um olhar frio percorrer com meus sentidos os arredores. Minha face gelada não era vitimada com uma alteração sequer quando vejo, mudamente, a senhorita desconhecida, em minha percepção, tentando se aproximar do tigre que aparentemente surgiu como um novo dado para ser analisado e deduzido. Por uma pureza de racionalidade, escolheria visualizar sua interação de forma discreta e, visando, ser imperceptível.
* Algo é preocupante nesse quadro geral. Duas variáveis que não tenho ciência e escassez de conhecimentos para determinar sua intenção, ainda. Perdoe - me Kim, eu não tenho confiança em sua irmã ou em seus asseclas. Dito já em meus pensamentos, que suspeito que existe algo mais aqui. Muitas coincidências em um singular evento, até segundo diagnostico, irei considerá - lá como uma possibilidade em minhas teorias. Entretanto, não sou hipócrita, reconheço que no agora não sou exatamente o exemplo de confiança a se ter. Não sou herói, minhas atitudes me convêm.*
Nulo de emoção, seria essa face que imagino que tenho nesse instante, enquanto vejo o envolvimento das duas peças desse xadrez que preciso averiguar. E, pelo meu desgosto na introspectividade, eu preciso de maiores quantidades de informação para completar essa minha ambição. Então, calmamente e tentando esconder qualquer sinal de sentimento ou intenção possível, viso me aproximar dos dois. Mais precisamente, em uma posição que uma distância de segurança fosse visível. Com minhas pernas eu ficaria firme, timidamente e rapidamente formando as palavras que direi:
- Com sua licença, se não estou enganado, as formalidades não foram tomadas aqui. Peço desculpas por interromper. Porém, podem me chamar de Suporte. Perdoe minha audácia, mais queria ter ciência de que são você, senhor, e a senhorita. - Digo, com uma voz baixa e fraca. Mas, querendo ocultar perfeitamente, ambiciosamente o desejo de colher mais dados sobre os mesmos.
Ao fim, visaria esperar para ver se teria uma resposta das duas figuras. Em seguida, discretamente, iria tentar estudar os corpos dos inimigos que restarem. A procura de qualquer pista que identificasse como conseguiram chegar aqui, assim como sua origem e identidades. Buscaria, principalmente em seus bolsos ou qualquer lugar que pudesse ter a capacidade de esconder algo importante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nexus
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 161
Data de inscrição : 26/06/2014
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 4:10 pm

Depois de acabar com o resto de Copier, percebo que existe algumas pessoas novas na área. Um deles era uma mulher que têm contato carnal com o Bugaro e o outro parece um tigre, nada de estranho. O que? um TRIGRE? Estico meus olhos para fora do rosto surpreso. Era realmente um tigre que estava a minha frente, nunca pensei viver o suficiente para ver meu animal favorito de perto.

Meus ferimentos não importavam mais, corro na direção do tigre e me estico tentando me amarrar no corpo do mesmo. - É tão peludo, macio e listrado. Que coisa linda. - Tinha decidido que passaria o resto do dia agarrado naquele belo animal.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kaboom
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 16/08/2013

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Sab Mar 28, 2015 5:05 pm

Ok. Tudo acabou bem. Exceto meu braço e costelas. Respondo ao Tigre:

-Estou bem querido! Obrigada pela ajuda. Sou Kaboom, e você?

Olho para meu marido e vejo algo que me deixa possessa. Uma mulher, bela e loira por sinal, abraçando-o e beijando-o. Não me contenho e energizo minhas esferas restantes.

-Expliquem-se! Imediatamente! Ou vão haver corpos espalhados por aqui!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   Dom Mar 29, 2015 5:15 pm

BH

Depois de algumas horas Phobus se lavanda em uma cama, ele olha para a sua mão que não treme mais, ele se lavanta e sai do quarto encontrando Scarlet e Tornado sentados em duas poltronas, eles se levantam assim que o vêem. O velho entra na sala e diz ao garoto:

-Se sente melhor meu caro?

-Muito melhor, como não me sinto a muito tempo, porém agora tenho que ir...

-Pensei que você iria se juntar a Grav e os outros.

-Não percebe? Está os enviando para a morte...

Então Phobus e os outros se diregem para a porta e saem no meio da noite.

JAPÃO

-Você têm direito Theo, mais aqui as coisas estão boas.

-Cala a boca Jolie, você não entende, não quero que ele fique longe, já deu, eu vou levá-lo pra casa, onde ele está?

De tras da mulher surge um garotinho de cabelos negros e olhos verdes uma cópia de Spark.

-Ele é meu papai mamãe?

TEENIMAC

As coisas parecem ter seu final definido, todos os inimigos estão derrotados, e as coisas parecem voltar ao normal, bem só parecem pois Harllem que após responder Jinx parte contra Bugarski e o beija, sem reação o presidente de Teenimac se desvencilha nitidamente encabulado.

Titan ao ver a cena se disidpera e pede por ajuda, enquanto Gadget pede e recebe a ajuda de Kiya que começa a prestar os primeiros socorros a Hugh ainda inconsiente.

Após se libertar de seu frenesi Tigre olha apara Kaboom e lhe pergunta o seu estado, a primeira dama responde e logo depois se Depara com a cena do beijo. Ela se prepara para atacar Jones quando uma Canário pousa no meio do campo, dela descem Spark e um pequeno garotinho de cabelos negros e sorriso fácil.

-E ai galera o que eu perdi?

Roger chega e com sua equipe de limpeza leva todos os inimigos capturados. Todos riem após ver Bugasrki de desvencilhando como pode das esferas lançadas por Kaboom, enquanto Suporte e Nexus se preocupam em conversar com os novatos.

Todos voltam para o interior de Teenimac onde retomam o seus afazeres naquele dia.

FIM DO EPISÓDIO
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E13 - Sangue Novo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E13 - Sangue Novo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» T4E13 - Sangue Novo
» S.P.E. - O Novo Começo (Crônica Oficial)
» O Meio-Sangue Filho de dois deuses
» Novo Evento - Xadrez Mitológico
» A vida de um meio sangue.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: