Geração Suprema


Antes da criação temos a Destruição.
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-seFAQBuscar

Compartilhe | 
 

 T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Dom Jan 25, 2015 3:17 pm

Os grupos se dividem de acordo à sugestão de Hagi.

Jinx e Eagle Eyes assumem as suas posições, como se dividissem uma liderança. Krisys parte como de praxe, sempre obediente e Suporte, alheio a tudo isso, não dá demonstrações de respeitará a liderança de mutantes menos evoluídos.

Os quatro seguem, sorrateiramente, pelo local e conseguem ver que vários guardiões, paladinos e alguns Centuriões seguem numa mesma direção, o que dá a entender que a equipe capitaneada pelos membros mais antigos(e não presos) já começara a sua investida para a atuação dos quatro.

Hagi manda uma mensagem:

*Pessoal, perderei o contato com vocês assim que entrarem na instalação, há alguma coisa que interrompe meu sinal lá dentro. Seus objetivos são:
1-Resgatar os companheiros presos;
2-Interromper o que é feito lá dentro;
3-Destruir o que impede a minha telepatia no local.
Usem esta ordem de importância, nesta ordem de prioridades. Boa sorte a todos! Confiamos na sua nerdice, Suporte!*


A entrada do laboratório não está desguarnecida, mas o contingente de guardiões é muito pequeno para representar algum problema. Com sugestões de Suporte os guardiões seguem para seu novo protocolo: o conflito informativo.

Os quatro entram no laboratório que é assim(o primeiro Piso):

mapa:
 

Na sala da administração existem vários arquivos; na secretaria há um computador ligado; na direção há uma pilha de documentos em diversas línguas; no almoxarifado há medicamentos anestésicos e equipamentos cirúrgicos.

OBS:-Todos os locais do mapa são acessíveis, inclusive as escadarias.
-As postagens devem ser efetuadas até as 10:00 hs de terça-feira, dia 27-01, de acordo com o horário de Brasília.
-Neste tópico jogam apenas os quatro citados: Jinx, Eagle Eyes, Krisys e Suporte.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Dom Jan 25, 2015 8:38 pm

Isso deveria ser uma equação equalizada, antes de minha entrada. Se eu tivesse que chutar, diria que as três devem ter experiência em conjunto. É apenas um teoria, teorizada através de suposições e conhecimentos parcialmente prévios. O método de sua separação, somente serve para fortalecer a suposição. Não que eu realmente me importasse com isso, eu estava ocupado demais com meus pensamentos e lembranças para notar qualquer fato mais profundo.
Meus olhos não se encontravam centrados e, tão pouco, se encontravam em repouso. Era mais como uma olhar frio, uma frieza dentro que trabalhava com antigas evidências. Era complicado definir, era quase como uma voz nas profundezas de minha psique. Um fantasma sem forma, dizendo e relembrando meus erros na Ferox. Lembrando o que eu era, a bomba muda que tanto citava nos primeiros anos.
Eu achei que tinha superado esse conceito simplório há tempos. Mas, nesse instante, revejo que fazer isso não é tão simples. Eu tento esconder, em meio os milhares de números e equações que existem entre os segundos de minha consciência, os fatos dessa não confiança e dúvidas que penetram essas conclusões. Essa insanidade que se cria e falece momentaneamente. Entretanto, acredito que será em vão. O telepata é forte e inteligente demais para cair nisso. Muito mais do que eu mesmo era.
Suas palavras terminam de ecoar em uma parte de meu cérebro. Eu me mantenho sério, com um rosto que nenhum sentimento ou expressão deixava - se em liberdade para respirar e transparecer. Em outros termos, era somente minha cara mostrando sua banalidade introspectiva. Independente disso, não demorou muito para meu corpo iniciar a missão de invasão. Não foi uma tarefa difícil para mim, muito pelo contrario, pareceu algo quase natural.
Em um pequeno espaço de tempo eu era capaz de sentir. Notar o movimento de seus sistemas. Serventes da causalidade dessa programação. Era claro e obvio o que estava perante aos meus sentidos. Relativamente grandes e atentos, além de familiares. Esses eram os Guardiões que guardavam está entrada, um objetivo inicial. Não acontece tão simplesmente,mas, aconteceu. Seu sistema foi dobrado e rapidamente não era mais uma ameaça nessa equação. Eu não falo, só continuo silenciosamente até entrar no laboratório.
Acho que esse deve ser o primeiro piso. Meus pés com dificuldade sentem o chão e meu cabelo, obriga - se a sentir o vento controlado desse ambiente laboratorial. Um conhecimento deve ficar em luminosidade, eu respeito cada um dos membros que coexistem aqui. Tanto. Porém, acho que isso não aparenta em minha face.  É melhor assim, se distanciar da explosão é o melhor a se fazer  para sobreviver a uma explosão. Ou, eu.
* Percebendo que no processo, algumas peças inimigas se moveram. Se a dedução achasse correta, a distração já deve ter começado. Devemos ter um tempo limitado para agir. Sem meu incomodo recorrente, essa missão pode correr com maior naturalidade. Por quando, isso não é um motivo para negar meu auxilio.*      
O saber é um fator de importância. O cuidado e ser cauteloso não fica atrás. Com os olhos cerrados, viso focar na respiração e em seguida tocar esse solo. Numa tentativa de sentir e, em seguida, alterar o sinal de qualquer câmera ou sensor que pudesse existir nesse local. Com o objetivo de deixar nossa presença aqui sem evidências ou alarmes escondidos.
Ao encerrar essa tentativa, procuro me colocar totalmente em pé mais uma vez. Casualmente, busco observar os detalhes do lugar, esperando para assistir como o resto da divisão irá funcionar.Então, finalmente, iria começar, com o olhar sempre atento, a me locomover com cautela. Primeiramente, procuro ir em direção a algum computador nas proximidades. Um link físico deve, teoricamente, facilitar a interação com a rede.
* Eu posso sentir pela rede. Acho que deve ter um computador em funcionamento de proximidade. Isso significa que seu usuário é capaz de ter saído em um período minimo de tempo ou apenas, está em outro local ou nível. Mas, de qualquer maneira, devo me manter atento.*  
Calado, ando em uma velocidade normal até um monitor, se encontrar. É uma questão de prioridades, descobrir o estado e condição dos presos e qualquer outra informação de qualidade. Na esperança de usar o computador como link, visaria acessar a rede com a ambição de entrar nas câmeras e suas filmagens. Em uma tentativa de localizar aonde estariam localizados os presos. Após isso, me concentraria em procurar o que fazem nessa instalação e pistas sobre o que poderia está impedindo a telepatia. Obviamente, buscaria encontrar isso através dos registros do computador e, por extensão, pela rede.
Importantemente, não esqueceria de manter cuidadoso e observador dos arredores no processo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Seg Jan 26, 2015 5:07 pm

Era meio estranho estar em uma missão com Suporte, ele era como o centro de seu próprio universo, sua própria realidade, onde ninguém mais existia. Nunca havia visto ele conversando com alguém, mas por algum motivo imagino a voz dele como a daqueles guardiões-robô. Ele seguia sempre atento, como se a qualquer momento um tigre furioso de dez metros de altura pudesse ataca-lo se ele piscasse alguma vez.

*Que cara estranho, gostei dele*

Quando finalmente chegamos no laboratório, Suporte simplesmente caminhou para dentro, esperava que milhares de armas fossem aparecer do chão mas ele apenas seguiu em frente e eu o segui. Dentro havia um curto corredor, que levava para duas salas em lados opostos, e antes disso uma entrada para outro cômodo, seguido pela escadaria, que estranhamente ia para baixo.

-Acho que a gente devia começar pela direita, ver se...

Quando o homem começa a andar na outra direção, suspiro e digo para Krisys.

-Kiya, acho melhor você ir com ele, parece que existe algum tipo de relacionamento entre vocês.

Então paro por um segundo.

*Mesmo que unilateral*

Sigo em direção das escadas.

-Hey Letícia, que tal ficarmos juntas? Se separar nem devia ser uma opção, mas já que estamos aqui...


Entro na sala que havia antes da escadaria, que se mostrou ser algum tipo de Diretoria Escolar, com armários e várias gavetas cheias de informações pessoais sobre os alunos.

-Eureca.

Não tinha sobre o significado dessa palavra, mas parecia algo como "AE CARAI". Começo a vasculhar sobre os prisioneiros e outras coisas úteis, como fotos deles, não necessariamente vestidos.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Seg Jan 26, 2015 7:18 pm

Finalmente recebo a mensagem de Suporte o que nos ajuda a achar o caminho, já encontrando todos recebemos a ordens de nos dividirmos. Hagi nos põe no grupo de infiltração o que parece óbvio, seguimos jundo a Suporte. Não vejo necessidade de me desculpar pelas palavras que usei, apenas sigo a missão que me foi dada.

Ao chegarmos os Guardiões da entrada não se mostram ameaça para Suporte, que nos deixa o caminho livre, lá dentro sigo com Jinx, e enquanto vasculho um dos armários digo a ela:

-Acha que eu fui uma vaca com o Suporte amiga? Acho que eu descontei nele a raiva que o Theo me fez passar, mais ele não falava nada também...


Procuro algo que contenha informações sobre o "programa" que realizam aqui.

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Seg Jan 26, 2015 8:05 pm

Invadimos o laboratório sem problemas, vejo senhor John andando se preocupando com os arredores, vou ate o almoxarifado, tento ser o mais furtiva possível e recolher alguma bolsa para que possa carregar os medicamentos e anestésicos, podem ser uteis no futuro. Vou com cautela até a escadaria próxima da sala onde estou, ainda furtiva faço uma observação para garantir a segurança. Volto para o Hall, não vou seguir sozinha afinal nosso sucesso será o destino do senhor Jones e senhor Peter, aguardo a equipe terminar de recolher informações, uso minha velocidade e cautela para ficar de guarda e alerta-los caso haja algum perigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Ter Jan 27, 2015 11:02 am

Suporte toma a iniciativa dentro do prédio, se mantendo calado e sério, o que causa desconforto entre os outros que não estão acostumados a sair em missões com o indivíduo Mycroft. Cauteloso, ele coloca suas mãos ao solo e procura desativar, usando sua habilidade tecnopata, acessando a rede do local. A ação o faz perceber uma rede precária, com poucos códigos, que nada conectam além de câmeras de vigilância e uma rede de alarmes. Sem perder tempo ele consegue mudar seus comandos para que não sejam detectados. Mantendo seu aspecto solitário, mas que não quer dizer que seja egoístas, como pensara Eagle Eyes, Suporte vai até a secretaria, onde há um computador, para descobrir informações. O computador é ligado em outra espécie de rede, o que preocupa John. Nesta rede o conteúdo também é precário, sem informações importantes, exceto quanto ao espaço do laboratório. John descobre que o laboratório é um complexo de 6 andares, sendo 5 subterrâneos. Ele consegue baixar o mapeamento dos dois primeiros andares inferiores.

Jinx segue com Eagle Eyes até a sala da administração, remetendo-se em períodos anteriores. As duas começam a revirar arquivos enquanto conversam. Os documentos são variados, normalmente em línguas quais não entendem. Eagle busca encontrar o que é o programa que está sendo desenvolvido no local e, junto a Jinx começam a criar teorias sobre o que se trata ao verem documentos com fotos estranhas, similares a procedimentos como lobotomia e autópsia. Mas as informações em línguas distintas não permitem que elas entendam exatamente do que se trata. Elas então guardam alguns documentos consigo e seguem até Suporte.

Krisys segue até o almoxarifado e encontra uma bolsa onde ela coloca anestésicos e medicamentos diversos, dos quais possui vasto conhecimento, graças as aulas de Hagi. Ela segue até a escadaria ao lado da sala da administração e percebe que o andar subterrâneo não contém vida ou mesmo guardiões. Sem querer seguir sozinha por prudência, ela volta até os companheiros, que agora se encontram no Hall.

Suporte passa a equipe os mapas que possui via computador de pulso. Krisys informa sobre o andar abaixo e Eagle Eyes junto a Jinx mostram os documentos que assustam Krisys(a única que entende aquela linguagem, o latim). Krisys lê que está escrito:

“Experimento modular 3
Sêneca Violett – exposição a radiação nivel A+
Procedimento realizado em: Matriz de São José
Obs: Apresentou falhas na adaptação, mostrando-se agressivo contra mutantes, inquisidores e civis. A radiação A+ fez surgir uma protuberância em sua nuca. Recomendamos ter cuidado e passar pelas formas de decantação.”


Primeiro Piso Subterrâneo:
 

Segundo Piso Subterrãneo:
 



OBS:-Todos os locais do mapa são acessíveis, inclusive as escadarias e os novos locais. É de conhecimento sobre a disposição de materiais espalhados apenas no primeiro piso.
-As postagens devem ser efetuadas até as 10:00 hs de terça-feira, dia 27-01, de acordo com o horário de Brasília.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Ter Jan 27, 2015 11:59 am

ERRATA:
As postagens deverão ser efetuadas até as 10:00 hs de quarta-feira, dia 28/01, e não dia 27 como o mencionado na mestragem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Ter Jan 27, 2015 5:09 pm

Fico assustada com o que vejo e me preocupo cada vez mais com o senhor Peter e senhor Jones, então volto a atenção para o grupo e repasso o que li e completo ainda com a voz tremula

Teremos problemas

Respiro fundo e sigo o grupo e alerto já em tom normal

não será inteligente seguirmos sozinhos, pelo que consta neste documento os perigos vão só aumentar

Quando reparo que estou falando muito respiro fundo e me calo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 12:12 am

Acho que sou discretamente e silenciosamente grato pelo pouco barulho que meus sentidos receberam de fatores externos. Embora, em última analise, esse fato se mostrou irrelevante para a resultante final. A escassez de informação não é favorável nesta situação. Porém, isso não significa que minha ação foi em vão. Em meio às teorias que posso fazer, uma evidência concreta e útil salvo - se desta limitada rede. Os mapas e plantas achadas é o que estou me referindo. E, após devidamente analisa - lãs com meus olhos, as transmito aos demais membros.
Eu me lembro de andar e, agora, está parado e calado. A seriedade e profissionalismo é como uma máscara ideciflavel. Tão enigmatica quanto essas palavras parecem ser para mim. Ou, assim, eu imagino. Eu concluo isso, pois, estou vendo papéis que aqui foram trazidos. Talvez, tivesse algum conhecimento útil entre essas linhas e, mesmo assim, estou longe de compreender em sua maxima totalidade.
É irônico. Acho que estamos no que poderia ser nomeado de hall. Curiosamente, nosso ponto de início e, atualmente, nosso ponto de fim. No mínimo, até as novas direções serem, devidamente, decididas. Eu me mantenho mudo, banalmente introspectivo para os arredores. eventualmente, falas chegam aos meus ouvidos. Sua reação farcial já a trairia, dizendo que, possivelmente, algo de ruim ou surprendente existia no papel. Seu discurso somente confirmará essa teoria e achismo.
* Primeiramente, o fato das redes serem menores e, por extensão, sem uma conexão extensa, é capaz de indicar uma espécie de estratégia inteligente. Isso impediria ou dificultaria invadir seu sistema completamente. Por quando, um possível erro pode ter nesta equação. As câmeras, elas podem ser a solução. Isso não é tudo, o fato de mencionarem radiação, é um indicador forte dessas experiências. Pensando melhor, radiação é capaz de causar mutação ou alteração em um organismo. Teoricamente, deveria poder ser usado para estimular mutações ou aumentar jà existentes dentro de um indivíduo.*
Eu espero não parecer um sociopata ou psicopata neste instante. Eu tenho ciência que a maioria das pessoas possivelmente exportaria alguma emoção sobre a luz dessas descobertas. É o comportamento esperado delas. Porém, o meu é justamente o contrário nos segundos que se seguem. Eu mantenho o rosto cheio de frieza, os lábios em silêncio e os olhos com objetividade e racionalidade. Com um gesto calmo e discreto de cabeça, eu viso confirmar, silenciosamente, minha aprovação sobre a questão da não separação do grupo.
Controlado e cautelosamente, busco com educação e respeito assumir a iniciativa. Eu sei que a prioridade da missão necessita de informação. Logicamente, alguns riscos precisam ser tomados para isso. Com essa mentalidade, procuro descer ao primeiro nível. Obviamente, antes de começar tal ato, visaria invadir e alterar qualquer sensor ou câmera para não detectar nossa presença neste subsolo.
Em seguida, andando lentamente e a procura de analisar os arredores com atenção e detalhismo antes de iniciar meu verdadeiro movimento neste xadrez. Buscando a concentração e foco, tentaria entrar focando apenas da rede de câmeras e vigilância sem adicionar prováveis alarmes.  A segunda parte seria: tentar deixar minha cyber mente (em sua, teórica, velocidade de  processamento do computador) analisar as gravações recentes e antigas. Detalhadamente e cincuricamente. Em obviedade, em procura de pistas e conexões nesse esforço.
Eu devo ter alguma habilidade de dedução congnitiva, é o momento de utiliza - lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 3:35 am

Damos uma geral no primeiro andar e começamos a entrar no subterrâneo, o que é meio previsível já que ninguém seria capaz de fazer experimentos ilegais em um terraço chique de hotel. Decidimos que seria melhor se ficássemos juntos e começamos a vasculhar o primeiro piso subterrâneo. Então decido responder a pergunta de Eagle.

-Amiga, sinceramente, eu acho que ele não ficou nem um pouco magoado com você. Eu nem tenho certeza se ele tem coração, muito menos sentimentos. E outra, se o que você fez foi ser grossa, então eu sou uma sequóia.

Eu podia ter certeza que aquilo fazia sentido na minha mente e era realmente engraçado, mas quando eu disse em voz alta soou extremamente retardado. Apenas continuei com o grupo, revistando todas as gavetas e armários que aparecessem na minha frente, pois não queria segurar vela pro Suporte e seus computadores.

-De acordo com o mapa do Suporte, o andar abaixo de nós é onde eles fazem os experimentos, então antes de irmos, tenham certeza de que estão prontos. E se alguém achar algum saquinho de plástico pra mim, obrigada.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 4:35 am

Vasculhando junto a Jinx encontramos diversas fotos e documentos que não entendemos, sorrio para ela assim que ela me responde, é ótimo ter uma amiga para me acalmar nessas horas, rs.

De volta ao hall onde encontramos os outros repassados à Kiya os documentos dos quais ela nos alerta sobre os perigos do local, não deixo de me preocupar com Jones e seu plano suicida.

-É como Jinx disse, temos de estar preparados para prosseguirmos, e priorizar o salvamento dos garotos!

Analisando o mapa que Suporte nos sede, decido por permanecer próximo a Jinx e fazer guarda à ela munida de flechas atordoantes, vejo o longo corredor e digo:

-Temos que chegar até o Elevador, acho que será a forma mais rápida de salva-los...

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 9:05 am

A equipe, reunida, traça os atos a seguir.

Krisys após repassar o que sabe aos outros recomenda prudência e união, para que não coloquem o objetivo da missão em risco. Suporte concorda em não se separar, silenciosamente. Eagle Eyes e Jinx, após se entenderem com piadinhas infames e com acidez tipicamente feminina.

Os quatro prosseguem ao primeiro nível subterrâneo e seguem com suas tentativas. Krisys permanece junto a Suporte, este que, pouco ruidoso, tenta invadir sistemas para encobrir o ato da equipe, o que é feito com louvor. Com sua cyber mente ele busca gravações de até 1 mês atrás. As informações não são muito precisas, mas ele consegue ir juntando o quebra cabeça em sua mente num espaço de tempo relativo. O que parece bastante tempo em sua cabeça, no tempo real, não passa de poucos minutos.

No tempo em que Suporte trabalha em sua cyber mente, Jinx e Eagle seguem a vasculhar o andar, auxiliadas pelo mapa fornecido por Suporte. Elas passam pelas salas de Triagem e Decantação onde há apenas materiais cirúrgicos e medicamentos diversos. Passando ao lado do almoxarifado elas põem ver pela grade(área vermelha no mapa) algumas prateleiras cheias de caixas quais não conseguem enxergar do que se tratam. Na sala do supervisor elas encontram mais papéis de línguas variadas mas agora várias em inglês(idioma que dominam). Em um dos documentos que Eagle Eyes lê em voz alta, Jinx tem um flashback(embora seja do futuro). Ao escutar, da doce voz de Letícia, o nome “Carl Keaton” ela parece entrar em transe. Letícia a acorda do transe, assim, elas se reúnem com Suporte que já tem um resultado de sua busca.

Os quatro seguem ao andar inferior, via escadaria e encontram tudo apagado. Krsys vê que existem tubos por onde passam cabos de condução elétrica mas Suporte não detecta nenhuma rede tecnológica que possa usufruir, apenas sente um sinal fraco vindo de mais abaixo, onde não consegue adentrar.

Flashback de Jinx:
 


Informações de Suporte:
 




OBS:-Todos os locais do mapa são acessíveis, inclusive as escadarias e os novos locais. É de conhecimento sobre a disposição de materiais espalhados apenas no primeiro piso e no primeiro piso subterrâneo.
-Sem citar como as luzes não serão ligadas e não poderão enxergar nada(exceto Eagle Eyes)
-As informações contidas em spoiler são conhecimentos específicos que não precisam ser externados, caso seja de escolha dos jogadores. Apenas os citados nos spoilers possuem tais informações.
-As postagens devem ser efetuadas até as 12:30 hs de quinta-feira, dia 29-01, de acordo com o horário de Brasília.(a mudança no horário se deve por motivos de força maior)

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 4:01 pm

As coisas estão cada vez mais estranhas, pego alguns remédios aqui também, ainda cautelosa busco identificar os tranquilizantes, caso os inimigos que encontrarmos forem fortes ao menos terei uma forma de "driblar" a diferença de poder.

Faço um sinal com a cabeça para o grupo mostrando que serei a batedora da o grupo, sei que deveria ficar junto ao grupo mas também tenho a chance de acelerar e retornar sem causar muito perigo

Uso minha velocidade juntamente com minha visão para não ser pega por possíveis ataques ou armadilhas. Vou a sala da direção, banheiro e corredor voltando ao grupo e passando tudo o que vi, em seguida vou até a sala do produto final, e volto rapidamente apenas para descrever a todos o que vi, mostrando assim o caminho mais seguro a tomarmos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 9:40 pm

Tenho uma espécie de Flashback sobre a minha infância, que abria um enorme leque de possibilidades sobre meu passado, que até agora eu não tinha nenhuma recordação. Se esse Keaton estava velho e desacordado quando eu tinha dez anos, imagino como ele veio parar aqui.

*Talvez simplesmente seja melhor ignorar, quem sabe seja só minha imaginação*

Não estava segura sobre contar para os outros, apenas sigo para o próximo andar com minha faca em mãos. Algo estava me intrigando muito desde que Suporte havia mostrado seu mapa, todos os andares tinham a mesma sala protegida por grades, a última estava cheia de caixas fechadas. Percebo que nosso caminho estava completamente domado pelas sombras e me viro para Suporte.

-Esse seu relógio não pode iluminar nosso caminho? Nem que seja com aquele mapa, não podemos prosseguir sem luz.

Espero por sua resposta antes de continuar. Ao andarmos pelo corredor a primeira sala aparece.

-Devíamos chegar todas elas, e juntos.

Não espero por respostas antes de abrir a porta, atenta e com minha boa e velha faca de caça.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qua Jan 28, 2015 9:44 pm

Enquanto leio alguns dos documentos percebo que Jinx viaja em meio a pensamentos, encosto a mão em seu ombro e digo próximoao seu ouvido:

-Um doce pelos seus pensamentos amiga. Wink

Ela parece acordar então seguimos para o encontro de todos, luta repassamos as informações que coletamos, eram seguida descemos para o andar inferio, onde tudo está no escuro, ao menos para eles, como vejo bem, sigo a frente do grupo, armada, e prestando atenção a tudo que possa ser ameaça.

-Suporte o que acha de seguirmos a procura de Jones e os outros, visto que essa sim éa nossa prioridade?

Sigo em direção a, escadaria que segue descendo.

-Vamos?

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qui Jan 29, 2015 10:16 am

Eu me concentro em meus passos. Lentos e discretos. Eu foco na respiração, calma e controlada perante essa situação. É como está as cegas, sem nenhum indicio muito forte para indicar uma direção ou caminho lógico. Eu estou em evidente desvantagem neste cenário, um sentido a menos poderá fazer toda a diferença.  Eu tenho completa ciência disso e, por consequência, sei que devo lidar com esse fator em breve.
* Posso sentir um sinal. Distante e, por extensão, fraco. De qualquer modo, sou incapaz de conseguir me aprofundar no mesmo. Existem muitas possibilidades para justificar esse fato. Mas, nenhum deles é a prioridade agora. No de mais, não tenho êxito em indentificar uma rede tecnologia neste cenário. Isso é capaz de ser uma estratégia, a falta de tecnologia e sistemas tornaria a tarefa de invadir ou investigar esse laboratório, consideralmente, mais complexa. Levando em peso as informações que consegui das câmeras: Se apenas parte das pessoas retornam para cima, em soma, aquelas que pareciam ser convidados ou funcionários.  Poderia significar que as experiências ou similares continuam aqui. Se assumimos isso como correto, possíveis ameaças podem está aqui. Presos ou pior.*
Após esses pensamentos, sou capaz de ouvir falas me mencionando. Mal posso ver seus rostos devido ao breu da circustância. Não sou muito acostumado a receber perguntas assim. Porém, mesmo que minha face esteja séria e fria. Busco com um pouco de timidez na voz,bastante polidez nas palavras e com um tom baixo respondê - lãs:
- bem, sua afirmação está correta. Entretanto, peço permissão para acrescentar mais um fato em suas palavras: O tempo é crucial, a equipe de distração não é eterna. Agora, sobre a luz, farei o possível.
Em seguida, educamente, retorno à ficar calado. Eu tentei ser objetivo. Agora, visaria me concentrar e tentar gerar e lançar feromônios de alarme para percorrer e ficar no andar pelo vento. Em tese, seria similar aos lançados pela formiga: eu tentaria utiliza - los para me alertarem se algum perigo fosse detectado nesse local.
Discreto e sempre tentando ficar atento. Visaria usar e alterar a luz do computador de pulso para servir como espécie de lanterna. Buscando não deixar tão forte, a fim de não chamar tanta antençao. Por fim, procuro me guiar pelo mapa e seguir o grupo. Quando possível, viso procurar atentamente alguma pista sobre a localização dos presos ou sobre o que poderia está impedindindo, teoricamente, a telepatia aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qui Jan 29, 2015 12:56 pm

Em mais um ato a equipe de Infiltradores se porta bem, com situações até surpreendentes como a voz de Suporte ser ouvida.

Krisys sobe as escadas até o primeiro piso usando sua extrema velocidade. Ninguém chega a perceber o fato dela ter feito isso, tão veloz é seu ato. Subindo até o primeiro piso ela consegue ter acesso as dependências do almoxarifado(Que nos andares inferiores não são acessíveis por meio de portas ou afins). Usando mais de seu conhecimento adquirido, ela consegue encontram substâncias tranqüilizantes, equipando-as em seringas e guardando em sua mochila Aproveitando, ela faz uma varredura nos dois andares superiores, descobrindo que não há nada de incomum por enquanto. Logo ela está no segundo piso subterrâneo, ao lado dos companheiros..

Jinx, recuperada parcialmente de seu flashback, pede para Suporte auxiliar com a luz de seu computador de pulso, o que o garoto faz imediatamente usando sua manipulação e aumentando consideravelmente a potência luminosa. Suporte também aproveita e lança uma espécie de sonar com seu controle hormonal, tornando o espaço ao seu redor reconhecível quanto as vidas no local, descobrindo que não há vida além dos quatro infiltradores.

Eagle eyes segue na frente do grupo, munida de sua excelente visão, mesmo que na escuridão. Ela percebe Jinx abrir uma porta e é a única a perceber que se trata de um crematório. Lá, além do cheiro e de um grande tubo de ventilação, eles na encontram nada diferente, o que os faz seguir pelo andar.

Andando por um local inóspito, com um cheiro estranho, Eagle Eyes lê nas portas palavras que não chamam muita atenção, exceto uma “Experimentos 1 e 2”. Jinx toma a frente ao também ler com o auxílio da luz de Suporte mas encontram uma sala toda remexida com um grande elevador ao fundo. No elevador Suporte detecta um aparelho estranho, um cubo com uma pequena brecha em sua lateral e um botão ao lado da brecha. Ele o pega e o examina, percebendo a alta tecnologia embora não detectável, de alguma maneira estranha.

Eles voltam a procura de mais coisas e Eagle Eyes convida-os a descer por mais uma escadaria. Quando todos concordam podem ver Eagle ser arremessada contra Suporte. Os dois não se machucam, mas Suporte tem o computador de pulso quebrado e a luz se extingue. Os ferormonios de Suporte o informam que há mais de uma pessoa no local e Eagle tem a precisão de que são quatro humanóides. Três deles possuem apenas braços estranhos, mas um deles, o que a arremessara contra Suporte, possui duas cabeças, uma humana e outra como a de um urso.Os quatro partem pra cima da equipe, um em cada um, mas ser de duas cabeças ataca Eagle, com os outros três se dividindo entre o restante da equipe.

OBS: -As postagens devem ser efetuadas até as 12:30 hs de quinta-feira, dia 30-01, de acordo com o horário de Brasília.(a mudança no horário se deve por motivos de força maior)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Qui Jan 29, 2015 6:02 pm

Pessoal corri em todos os andares acima e não encontrei nada

Nada é encontrado neste andar ate que Eagle Eyes é arremessada, e logo um inimigo parte me atacando, mesmo com baixa visibilidade vejo os movimentos em câmera lenta e me ponho a criar ilusões, tento aplicar combos de taek wondo nos pontos vulneráveis do corpo humano, primeiro um chute na partes te trás do joelho pelas costas, em seguida me moveria para a outra extremidade aplicando um chute no rim então continuaria a sequencia mantendo uma movimentação fluida o que me abre espaço para possíveis esquivas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 12:25 am

Seguimos com a missão até que Eagle Eyes é empurrada contra Suporte, nenhum dos dois aparentam ferimentos, mas isso mostrava que não estávamos sozinho. Com a batida, o reloginho-lanterna acaba se quebrando, o que dificulta, e muito nossas vidas.

*Mas que merda.*

Com minha faca em mãos, começo a procurar por sons, ou até formas para atacar e defender. Não havia muita coisa que eu podia fazer no momento, mas tento criar dois portal ao meu lado para testar se eles podiam iluminar algo.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suporte
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 11/10/2013

Suprema Card
Nome Civil: John Mycroft
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 12:27 am

O vento ainda vive. Frio eu o sinto batendo em meu cabelo rapidamente. Eu me calei, não fazia muito tempo que falei nesse momento. Não havia mais necessidade de comunicação, tão pouco de qualquer emoção nesta equação. Minha face estava em uma posição de seriedade, suas expressões eram iluminadas por este computador de pulso. A luz não era tanta e, ainda sim, era o suficiente para oferecer alguma direção nesse caminho.
Ela não exterminou a totalidade da escuridão, meu esforço não tinha o poder necessário para isso. Mas,não importava mais. Eu via meus próprios passos, eu andava com silenciosidade e com disciplina em meus movimentos. Eu podia concluir que a arqueira deveria ter tomado a frente. Era uma dedução lógica e racional de se assumir nesta situação. Devido ao seu estilo de luta, é esperado que a mesma tenha desenvolvido uma visão melhor e mais adaptada à diversas circunstâncias. No mínimo, suponho que seja superior a minha própria. Enquanto isso, estou limitado a uma luminosidade fabricada de um computador. Por consequência, ela pode falhar. Trai - me em momento de necessidade ou não. Possibilidades.
Eu confio na tecnologia. Eu tenho alguma compreensão da ciência apesar de tudo. Principalmente, desde o evento na biblioteca. Eu estou ciente desta dualidade tecnológica existente. Até onde estou consciente, nada evitaria dessa instalação se torna uma versão realista de Resident Evil e suas experiências biologicas. Porém, excluindo meu lado nerd desta soma, há fatos mais importantes para serem notados nesse escuro tabuleiro de xadrez.
Eu não tenho muito o que fazer. Eu ando, obedecendo as direções em que as portas parecem aparecer. Eu não me dou o trabalho de lê - lãs ou mesmo tentar. A luz era uma limitação considerável para isso. Entretanto, o cheiro continuava peculiar. Eu não tive sucesso em sua identificação com precisão. Era uma questão e, por quanto, rapidamente perdeu sua relevância no cenário total. Uma nova cena ocupará essa cadeira. O elevador nessa nova sala. Mais precisamente, o equipamento encontrado nele.
Tinha forma de um cubo, eu podia enxergar melhor por causa da luminosidade oferecida. Meus dedos podiam capitar sua textura, sentir um butão que não me arrisquei em tocar em um primeiro momento. Devidamente, deveria ser algum tipo de tecnologia ou similar. Aparentemente, não conseguir capita - lá na rede. Distinto, essa era a palavra. Meu olhar analítico e frio demorou mais um pouco para encerrar, queria determinar mais alguma informação de utilidade sobre esse artefato. Porém, era uma questão de prioridades. E, devido às circustancias, as minhas eram outras. Logicamente. Um tempo após, a possibilidade de, finalmente, descer nasceu. Uma a qual confirmei com um discreto e silencioso gesto de cabeça.
* Eles são uma ameaça bastante considerável. Isso caiu na obviedade. Talvez, seja seguro afirmar, que eles possam ter desenvolvido tecnologia que foge, ou mesmo, possa não existir na rede tradicional. Em outros termos,isso significaria que...*
Meu pensamento é interrompido quando sinto algo batendo em meu corpo. Por reação, eu devo ter caindo. Sinto o solo. Mas, ainda sim, nenhum ferimento sério ou não é capaz de ser detectado. Para todos os efeitos, me encontro dentro dos padrões de funcionamento físico. O mesmo, não pode ser atribuído ao computador de pulso. Possivelmente, danificado pelo impacto, dá - se seus últimos suspiros de luminosidade e deixar minha face entrega as sombras. Busco me levantar, e, ao perceber que algum possa ter sido arremessado contra mim,  ofereceria minha mão para ajudar a levantar. Em um puro sinal de cavalheirismo e educação.
Os feromônios fazem seu trabalho. Me avisam de ameaças. Naturalmente, não vejo em meu maior potencial. O máximo que consigo ver é possíveis evidências de experimentos ou mutações em torno de seus braços. Em sua, maioria. Para suprimir minha desvantagem sensorial, tentaria uma nova tática: visando utilizar a cyber mente, tento reciclar os sons capitados pela audição (similar quando um computador descide alterar ou focar em uma determinada área de seus sistemas) deixando, na tentativa, todos os sons que não fossem dos inimigos, seriam diminuídos. Nessa estratégia, viso deixar o som dos passos do oponente em evidência. Na esperança de localizar, precisamente, a localização dos adversários.
Em seguida, iria procurar disparar sucessivamente na ameaça com as rajadas no traje. No processo, busco regular para uma potência forte. Entretanto, não letal. Se fosse estreitamente necessário, buscaria auxiliar em outro combate. Obviamente, visando disparos a uma distância, relativamente, segura.
* Elas são eficientes. Mas do que eu, em minha equipe inicial. Supondo que foi um desses quatro que arremessou uma delas, poderia ser seguro afirmar certo glau de força física e adaptalidade a mínima luminosidade. Em teoria. Como citado, elas são de eficiência. Porém, não tenho ideias concretas sobre sua força de combate. Escassez de dados sobre o assunto. Me recomendo ficar atento e ajudá - lãs, se haver necessidade de tal movimento nesse xadrez.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 4:26 am

A varredura do local não nos mostra nada de anormal, tudo seguia calmamente até eu ser arremessada contra Suporte, ainda do chão detecto todos os atacantes e grito a cada um suas posições em realização a eles próprios.

Disparo contra as cabeças de meu oponente duas flechas explosivas, na sequência disparo em cada lado da sala contra as paredes uma flecha explosiva de acionamento por controle, e as aciono ao mesmo tempo, espero com essa ação conseguir luminosidade necessária para clarear por alguns instantes o local e assim ajudar meus companheiros na batalha, porémpara que eles não se seguem aviso:

-Atenção fechem os olhos, luz em 3, 2, 1!

Salto para o lado disparando contra o duas cabeças uma flecha elétrica. Tenho ciência de que elas estão acabando...

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suprema
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 614
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte

Suprema Card
Nome Civil: Joana Novaes
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 10:34 am

O ataque contra a equipe de resgate começa tendo Krisys como a primeira a agir, a garota egípcia utiliza seu conhecimento medico unido a sua visão em câmera lenta e sua velocidade extrema criando   suas ilusões de velocidade o que confunde o alvo, com o primeiro golpe na parte posterior do joelho e em seguida um combo no rim a garota abre espaço para acertar diversos golpes em vários pontos vitais do corpo humano, desmaiando o inimigo instantaneamente, o local mal iluminado logo começa ter sua primeira luz vinda das bordas dos portais de Jinx o que garante iluminação suficiente para que todos já consigam ver, com sua faca Marcelly faz ataques enquanto se defende to ataque do brutamontes, um dos golpes consegue cravar a faca no braço estranho, ela é absorvida para dentro do corpo e então o braço esquerdo do homem toma um aspecto metálico e parece ter fio, ele parte contra Jinx a atacando com tal braço.

O local fica ainda mais iluminado quando Suporte começa com seus disparos, com sua cybermente ele filtra os sons conseguindo fazer um sonar dando a ele a posição de cada inimigo, ele potencializa os disparos enquanto tem sua distancia de segurança, ele nota que seus aliados não precisam de ajuda e começa seu ataque.

Eagle Eyes grita as posições dos inimigos, só dando certeza a cada um o que já tinham notado, disparando duas flechas explosivas na cabeça do homem e mais quatro contra as paredes, ela aciona causando explosões, mesmo avisando a luminosidade no local já está boa não causando muito efeito a luz gerada por suas explosões, saltando para o lado ela dispara uma flecha elétrica contra o duas cabeças o deixando em colapso no chão

O inimigo que Suporte visava com disparos também cai ao chão apos alguns disparos, restando somente de pé o inimigo que enfrenta Jinx, com todos os seus sentidos Suporte consegue ver que as quatro explosões simultâneas de Eagle Eyes causou uma fissura no andar e que o haverá um desmoronamento o que poderia matar toda a equipe, deixando poucas opções ao grupo, logo John consegue abrir o elevador próximo ao cubo.

Logo um pedaço do teto cai deixando todo o grupo ciente dos acontecimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://geracaosuprema.forumeiros.com
Krisys
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 241
Data de inscrição : 24/06/2014
Idade : 20

Suprema Card
Nome Civil: Kisen Kiya
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 3:46 pm

Vou ate o atacante de Jinx e com minha técnica o ataco assim como o outro

Agora ferrou de vez,hora de sairmos rápido

Voltar ao Topo Ir em baixo
Eagle Eyes
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 180
Data de inscrição : 24/06/2014

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 8:33 pm

Todos se saem bem em seus ataques, mais o inesperado acontece, as explosões das flechas abalam as estruturas do andar, o que se faz notar pelo pedaço de teto que cai aos nossos pés.

Vejo que John consegue abrir o elevador, então grito a Marcelly e Kiya a localização do elevador alem de dizer para ela (Jinx), as teleportarem para ele.

Corro seguindo Suporte para entro do elevador.

*Que merda de complexo é esse que não aguenta algumas explosões... Erro meu que não avaliei essa possibilidade, merda hoje eu estou ferrando tudo...*

_________________
Ficha Herói:
 


Imagem:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinx
Membro
Membro
avatar

Mensagens : 119
Data de inscrição : 11/08/2014
Idade : 19

Suprema Card
Nome Civil: Giovanna Marcelly
Itens:
Poderes:

MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   Sex Jan 30, 2015 9:09 pm

Letícia causa várias explosões no andar, o que é considerado "ruim" após uma pedra de concreto cair perto do grupo. Aproveito que Krisys distrai os inimigos e crio um portal na minha frente para me teletransportar até o elevador.

-Kiya, vamos.

Não espero sua reação antes de puxa-lá comigo para dentro do portal.

_________________
Mudei de novo sim! E se reclamar mudo outra vez <3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» T4E06-Cenario 2-O significado de Infiltrators
» Quem Me Ensina Os Significado De códigos básicos ruby
» qual significado de K.P.D.O e P.B.O
» Kalayaan - A Liberdade em Tagalo - Parte I (Crônica Oficial)
» [Ficha] Alice Fuyuki

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Geração Suprema :: Geração Suprema - RPG :: 4° Temporada-
Ir para: